Narrativas sobre a matemática escolar: memórias e experiências discentes

Palavras-chave: Pesquisa Narrativa, Experiência, Educação Matemática

Resumo

Este é um recorte de uma pesquisa de doutorado realizada junto a estudantes de uma escola pública onde atuo como professora de Matemática. Trata-se de um estudo orientado pela perspectiva da Pesquisa Narrativa (CLANDININ & CONNELLY, 2011) e, por assim o ser, é uma investigação que elegeu a
experiência para estudo, em particular, as experiências de três jovens com a Matemática no decurso da formação escolar de cada um, bem como as minhas, enquanto professora e pesquisadora que experiencia o próprio ato de pesquisar. O foco é conhecer e compreender, narrativamente, as trajetórias dessas experiências e, assim, aprofundar os modos de, a elas, atribuir sentido. Para a construção dos textos, optamos por solicitar a escrita de narrativas autobiográficas e realizar entrevistas narrativas individuais. Portanto, compartilhamos belas e instigantes histórias que confirmam o grande potencial formativo das narrativas no contexto educacional. No presente artigo, focaremos em um dos participantes, cujas narrativas revelaram marcas sobre o processo de ensino e aprendizagem da Matemática, sinalizaram para o redirecionamento de práticas pedagógicas, problematizaram estratégias de ensino da Matemática, provocaram reflexões e questionamentos sobre os sentidos e significados da Matemática ensinada nas escolas básicas e extrapolaram os limites da sala de aula e da escola, sinalizando que para além da dimensão cognitiva o processo educativo não se efetiva alheio às necessidades afetivas e formativas dos jovens. Em postura de compreensão narrativa das narrativas, junto aos jovens, este texto foi composto permeado pelas experiências narradas e pelas que tive ao longo do processo de pesquisar, aprofundar e redigir, ora como professora de Matemática, ora como pesquisadora, sempre em posição de inacabamento, em busca de melhores tons.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Maria Tereza Fernandino Evangelista, Universidade Federal de Viçosa

Universidade Federal de Viçosa (UFV). Doutora em Educação pela Universidade Federal de São Carlos – UFSCar. Mestre em Educação pela UFV. Graduada em Licenciatura em Matemática pela UFV. Docente efetiva do Colégio de Aplicação da Universidade Federal de Viçosa. ORCID: 0000-0001-5689-6385. E-mail: maria.fernandino@ufv.br

Cármen Lúcia Brancáglion Passos, Universidade Federal de São Carlos (UFSCar)

Universidade Federal de São Carlos (UFSCar). Pós-Doutorado na Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa (CAPES, 2008) e na FE-USP (2016-2017). Doutora em Educação: Educação Matemática pela Unicamp. Mestre em Educação, pela Unicamp. Licenciada em Matemática, Pontifícia Universidade Católica de Campinas. Pesquisadora do grupo GEPFPM na Unicamp. Bolsista CNPq Produtividade. ORCID: 0000-0002-5501-3584. E-mail: carmenpassos.ufscar@gmail.com

Publicado
2020-08-18
Métricas
  • Visualizações do Artigo 275
  • HTML downloads: 15
Como Citar
Evangelista, M. T. F., & Passos, C. L. B. (2020). Narrativas sobre a matemática escolar: memórias e experiências discentes. Plurais Revista Multidisciplinar, 5(2), 119-141. https://doi.org/10.29378/plurais.2447-9373.2020.v5.n2.119-141
Seção
Dossiê Temático