Políticas Públicas, Diversidade Cultural e Gestão Escolar no Âmbito da Eja

Autores

  • Welton Dias Castro Rede Municipal de Ensino de Guanambi
  • Antonio Amorim Universidade do Estado da Bahia
  • Tânia Regina Dantas Universidade do Estado da Bahia

DOI:

https://doi.org/10.29378/plurais.2447-9373.2016.v1.n2.%25p

Palavras-chave:

Educação de Jovens e Adultos. Gestão escolar. Políticas públicas. Diversidade cultural.

Resumo

Este estudo traz em seu contexto, considerações a respeito de como se apresenta a modalidade de ensino convocada ao cumprimento de desempenhos sociais, a Educação de Jovens e Adultos (EJA). Essa modalidade vem se constituindo um ambiente de acolhimento à diversidade cultural brasileira, visto que agrega sujeitos representados por distintas idades, religiões, etnias, gêneros, orientações sexuais e ideias políticas englobando, ainda, a cultura digital ao alcance dos mesmos. Destacam, também, as questões sobre a gestão escolar, já que esta tem sua gênese a partir das políticas públicas. Sendo assim, faz-se necessário a compreensão sobre o ajustamento da gestão das políticas de educação brasileiras, mais precisamente as de educação de jovens e adultos, visto que a legislação e políticas públicas do nosso país que regem a EJA necessitam de um melhor planejamento para o cumprimento ético e responsável dos programas criados pelo governo e, assim, assegurar maior acesso e permanência dos alunos na escola.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Welton Dias Castro, Rede Municipal de Ensino de Guanambi

Mestrado Profissional em Educação de Jovens e Adultos (EJA) em andamento. Licenciado em Ciência da Computação. Especializações em EJA. Professor da Rede Municipal de Ensino de Guanambi desde 1994. É membro do Conselho Municipal de Educação de Guanambi.

Antonio Amorim, Universidade do Estado da Bahia

Doutorado em Psicologia, Universidade de Barcelona da Espanha - UB (2003).  Mestrado em Educação – Currículo, Pontifícia Universidade Católica de São Paulo - PUC/SP (1991). Graduado em Pedagogia (1990) e em Formação Especial em Mecânica (1978).  Professor Titular Pleno da Universidade do Estado da Bahia. Professor-pesquisador do Mestrado em Educação de Jovens e Adultos (MPEJA). Líder do Grupo de Pesquisa: Gestão, Organização e Políticas Públicas em Educação, com registro no Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - CNPQ.

Tânia Regina Dantas, Universidade do Estado da Bahia

Doutorado em Educação, Universidad Autonóma de Barcelona (UAB) – Espanha (2009).  Mestrado em Ciências da Educação pela Université de Paris VIII - França (1981) e em Didática e Organização Escolar pela UAB- Espanha (2004). Diploma de Estudos Avançados e Especialista em Educação de Jovens e Adultos. Especialista em Planejamento de Recursos Humanos pela Universidade de Paris I- IEDES. Graduação em Filosofia pela Universidade Federal da Bahia (1972). Professora Titular A da Universidade do Estado da Bahia (UNEB). Membro do Fórum EJA Bahia desde 2000. Líder do Grupo de Pesquisa sobre Formação, Autobiografia e Políticas Públicas. Professora Permanente do Programa de Pós-Graduação e Educação e Contemporaneidade- PPGeduc.

Downloads

Publicado

2016-08-29

Como Citar

CASTRO, W. D.; AMORIM, A.; DANTAS, T. R. Políticas Públicas, Diversidade Cultural e Gestão Escolar no Âmbito da Eja. Plurais - Revista Multidisciplinar, Salvador, v. 1, n. 2, 2016. DOI: 10.29378/plurais.2447-9373.2016.v1.n2.%p. Disponível em: https://www.revistas.uneb.br/index.php/plurais/article/view/2681. Acesso em: 21 fev. 2024.

Edição

Seção

Estudos/Ensaios