A Linguística Aplicada e o Papel do Professor Reflexivo como Pesquisador em Sala de Aula

  • Romar Souza Dias
Palavras-chave: Linguística aplicada. Professor reflexivo. Educação. Ensino. Aprendizagem.

Resumo

Pretende-se neste trabalho discutir Linguística Aplicada como uma disciplina (in) disciplinar, transdisciplinar e mediadora, que trás para o centro das discussões questões relacionadas à prática docente reflexiva dos professores da rede pública de ensino. Pesquisadores em Educação e Linguística Aplicada refletem sobre estudos que questionam o tradicional; que quebram fronteiras linguísticas. Pennycook (2001) diz que uma das características da LA contemporânea é o envolvimento em uma reflexão contínua sobre si mesma.  O professor precisa pensar o seu método de ensino, deve ser um professor pesquisador e reflexivo para que sua prática seja de transformação e relevância social.  Quando o docente apresenta uma competência profissional, teórica e prática, passa a refletir mais conscientemente sobre o seu próprio processo de ensino (ALMEIDA FILHO, 2007) e apresenta alternativas para o entendimento da sociedade, quebrando paradigmas hegemônicos e redescrevendo a vida social e novas formas de conhecê-la (MOITA LOPES, 1996).

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Romar Souza Dias
Mestrando em Linguística Aplicada pela Universidade de Brasília (UnB).
Publicado
2013-12-01
Métricas
  • Visualizações do Artigo 403
  • PDF downloads: 1197
Como Citar
Dias, R. S. (2013). A Linguística Aplicada e o Papel do Professor Reflexivo como Pesquisador em Sala de Aula. Plurais Revista Multidisciplinar, 1(3). https://doi.org/10.29378/plurais.2447-9373.2010.v1.n3.%p