Avaliação das Condições de Comercialização e Frequência de Consumo de Caldo de Cana pela População de Salvador-BA

  • Silsa Heline Caldas
  • Alice Alves Batista
  • Ana Paula Assunção
  • Ana Cristina Mendes
Palavras-chave: Caldo de cana. Comida de rua. Segurança alimentar

Resumo

O caldo de cana ou garapa é uma bebida consumida in natura, muito energética, de sabor doce e refrescante, sendo comercializada por vendedores ambulantes em Salvador, os garapeiros, que comercializam a bebida em distintos pontos de venda. O presente estudo teve como objetivo avaliar as condições do comércio de caldo de cana e a frequência de consumo pela população de Salvador-BA, por meio de entrevistas com 30 vendedores e de observações visuais dos pontos de venda, em 17 bairros do município de Salvador.
Foram aplicados 286 questionários de administração direta, com os consumidores e não consumidores do caldo de cana residentes em Salvador. A maioria dos garapeiros era do sexo masculino; na faixa etária entre 41 a 50 anos de idade; com o 1º grau incompleto; renda mensal familiar entre 1 e 2 salários mínimos. Evidenciou-se que a maioria dos consumidores era do sexo feminino; com faixa etária entre 19 e 30 anos de idade; com ensino superior incompleto e renda mensal familiar acima de dois salários mínimos.
Consideraram como critérios principais para a compra do caldo de cana as condições higiênico-sanitárias adequadas, o sabor e o preço acessível do produto. Grande parte dos participantes disse saber o significado
de segurança alimentar e não saber o valor nutricional do caldo de cana. Os que alegaram não consumir o caldo justificaram principalmente as péssimas condições higiênicas do comércio. As pesquisas neste enfoque relacionado à segurança alimentar devem ser estimuladas, em virtude da necessidade de melhoria das condições higiênico-sanitárias no comercio informal de alimentos de rua.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Silsa Heline Caldas
Graduada em Nutrição (UNEB). Nutricionista da Coordenadoria de Segurança Alimentar e Nutricional da Prefeitura Municipal de Salvador.
Alice Alves Batista

Graduada em Nutrição (UNEB). Nutricionista Responsável Técnica da Qchef Indústria e Comércio de Alimentos Ltda.

Ana Paula Assunção
Graduada em Nutrição (UNEB). Nutricionista do Setor de Pediatria do Hospital de Urgências de Sergipe Governador João Alves Filho.
Ana Cristina Mendes
Nutricionista, Mestre em Nutrição (Ciência de Alimentos). Doutora em Psicologia, Saúde e Qualidade de Vida. Docente da Universidade do Estado da Bahia (UNEB).
Publicado
2018-08-22
Métricas
  • Visualizações do Artigo 442
  • PDF downloads: 572
Como Citar
Caldas, S. H., Batista, A. A., Assunção, A. P., & Mendes, A. C. (2018). Avaliação das Condições de Comercialização e Frequência de Consumo de Caldo de Cana pela População de Salvador-BA. Plurais Revista Multidisciplinar, 1(2). https://doi.org/10.29378/plurais.2447-9373.2010.v1.n2.%p
Seção
Artigos