CONSTRUINDO CAMINHOS METODOLÓGICOS: A ABORDAGEM QUALITATIVA

Palavras-chave: Metodologia da pesquisa, Análise de conteúdo, Estudo de caso

Resumo

O objetivo do artigo é apresentar os caminhos metodológicos seguidos ao realizar esta pesquisa com os jovens alunos do ensino médio da cidade de Lagoa Real/Bahia no ano de 2019. Entendemos que a abordagem metodológica e as escolhas investigativas se caracterizam como a espinha dorsal de uma pesquisa, sendo que, no nosso caso, algumas decisões foram tomadas a priori em consonância com o objeto da pesquisa. Ao longo de toda a investigação tivemos a intenção de atribuir um sentido social ao conhecimento histórico, por centrar-se na atualidade e nos modos de pensar de sujeitos do hoje, entendemos que a pesquisa desenvolvida foi de caráter sociológico, do tipo estudo de caso. Na construção deste texto utilizamos métodos que contribuíram para o diálogo e o alinhamento desta proposta que se apoiou na abordagem qualitativa como matriz teórico-metodológica e a análise de conteúdo como técnica para o tratamento e leitura dos dados coletados no campo empírico por meio de questionário semiestruturado aplicado aos sujeitos.

Palavras-chaves: metodologia da pesquisa; abordagem qualitativa; análise de conteúdo.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Izis Pollyanna Teixeira Dias de Freitas, Professora na Rede Estadual de Educação do Estado da Bahia - Brasil

Mestre em Educação pela Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia. Membro do Laboratório de Estudo e Pesquisa em Ensino de História.

Edinalva Padre Aguiar, Professora no Programa de Pós-Graduação em Educação da Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia - Brasil

Doutora em Educação pela Universidade Federal da Bahia. Membro do Laboratório de Estudo e Pesquisa em Ensino de História

Referências

AGUIAR, Edinalva Padre. O ensinado, o aprendido: a educação histórica e a consciência histórica. 2013. 338 f. Tese (Doutorado em Educação) – Programa de Pós-Graduação em Educação, Universidade Federal da Bahia, Salvador, 2013. Disponível em: <https://repositorio.ufba.br/ri/bitstream/ri/14561/1/Tese%20Edinalva%20Padre%20Aguiar.pdf> Acesso em: 07 jun. 2018.

AMADO, João; COSTA, Antônio P.; CRUSOÉ, Nilma. A técnica da análise de conteúdo. In: AMADO, J. Manual de investigação qualitativa em educação. Imprensa da Universidade de Coimbra, 2013.

BARDIN, Laurence. Análise de conteúdo. Lisboa: Edições 70, 1977.

BOGDAN, Robert; BIKLEN, Sari. Investigação qualitativa em educação: uma introdução a teoria e aos métodos. Porto, Portugal: Porto Editora, 1994.

MINAYO, Maria Cecília de Souza (Org.). Pesquisa social: teoria, método e criatividade. 17. ed. Petrópolis, RJ: Vozes, 1994.

______. O desafio do conhecimento: Pesquisa qualitativa em Saúde. 14. ed. São Paulo: Hucitec, 2014.

MINAYO, Maria Cecília Souza; ASSIS, Simone Gonçalves de; SOUZA, Edinilsa Ramos de. (Org.). Avaliação por Triangulação de Métodos: Abordagem de Programas Sociais Rio de Janeiro: Editora Fiocruz; 2005. 244 pp. Disponível em: <https://www.researchgate.net/profile/Maria_Minayo/publication/33024173_Avaliacao_por_Triangulacao_de_Metodos_Abordagem_de_Programas_Sociais/links/571d440308ae6eb94d0e50a0/Avaliacao-por-Triangulacao-de-Metodos-Abordagem-de-Programas-Sociais.pdf?origin=publication_detail>. Acesso em: 19 de ago.2019.

SEVERINO, Antônio Joaquim. Metodologia do trabalho científico. 22. ed. São Paulo: Cortez, 2002.

Publicado
2021-06-08
Métricas
  • Visualizações do Artigo 713
  • ♪Áudio♪ downloads: 16
Como Citar
Freitas, I. P. T. D. de, & Aguiar, E. P. (2021). CONSTRUINDO CAMINHOS METODOLÓGICOS: A ABORDAGEM QUALITATIVA. Cenas Educacionais, 4, e11325. Recuperado de https://www.revistas.uneb.br/index.php/cenaseducacionais/article/view/11325
Seção
Dossiê Temático

##plugins.generic.recommendByAuthor.heading##