CONSTRUINDO CAMINHOS METODOLÓGICOS: A ABORDAGEM QUALITATIVA

Palavras-chave: Metodologia da pesquisa, Análise de conteúdo, Estudo de caso

Resumo

O objetivo do artigo é apresentar os caminhos metodológicos seguidos ao realizar esta pesquisa com os jovens alunos do ensino médio da cidade de Lagoa Real/Bahia no ano de 2019. Entendemos que a abordagem metodológica e as escolhas investigativas se caracterizam como a espinha dorsal de uma pesquisa, sendo que, no nosso caso, algumas decisões foram tomadas a priori em consonância com o objeto da pesquisa. Ao longo de toda a investigação tivemos a intenção de atribuir um sentido social ao conhecimento histórico, por centrar-se na atualidade e nos modos de pensar de sujeitos do hoje, entendemos que a pesquisa desenvolvida foi de caráter sociológico, do tipo estudo de caso. Na construção deste texto utilizamos métodos que contribuíram para o diálogo e o alinhamento desta proposta que se apoiou na abordagem qualitativa como matriz teórico-metodológica e a análise de conteúdo como técnica para o tratamento e leitura dos dados coletados no campo empírico por meio de questionário semiestruturado aplicado aos sujeitos.

Palavras-chaves: metodologia da pesquisa; abordagem qualitativa; análise de conteúdo.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Izis Pollyanna Teixeira Dias de Freitas, Professora na Rede Estadual de Educação do Estado da Bahia

Mestre em Educação pela Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia. Membro do Laboratório de Estudo e Pesquisa em Ensino de História.

Edinalva Padre Aguiar, Professora no Programa de Pós-Graduação em Educação da Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia

Doutora em Educação pela Universidade Federal da Bahia. Membro do Laboratório de Estudo e Pesquisa em Ensino de História

Referências

AGUIAR, Edinalva Padre. O ensinado, o aprendido: a educação histórica e a consciência histórica. 2013. 338 f. Tese (Doutorado em Educação) – Programa de Pós-Graduação em Educação, Universidade Federal da Bahia, Salvador, 2013. Disponível em: <https://repositorio.ufba.br/ri/bitstream/ri/14561/1/Tese%20Edinalva%20Padre%20Aguiar.pdf> Acesso em: 07 jun. 2018.

AMADO, João; COSTA, Antônio P.; CRUSOÉ, Nilma. A técnica da análise de conteúdo. In: AMADO, J. Manual de investigação qualitativa em educação. Imprensa da Universidade de Coimbra, 2013.

BARDIN, Laurence. Análise de conteúdo. Lisboa: Edições 70, 1977.

BOGDAN, Robert; BIKLEN, Sari. Investigação qualitativa em educação: uma introdução a teoria e aos métodos. Porto, Portugal: Porto Editora, 1994.

MINAYO, Maria Cecília de Souza (Org.). Pesquisa social: teoria, método e criatividade. 17. ed. Petrópolis, RJ: Vozes, 1994.

______. O desafio do conhecimento: Pesquisa qualitativa em Saúde. 14. ed. São Paulo: Hucitec, 2014.

MINAYO, Maria Cecília Souza; ASSIS, Simone Gonçalves de; SOUZA, Edinilsa Ramos de. (Org.). Avaliação por Triangulação de Métodos: Abordagem de Programas Sociais Rio de Janeiro: Editora Fiocruz; 2005. 244 pp. Disponível em: <https://www.researchgate.net/profile/Maria_Minayo/publication/33024173_Avaliacao_por_Triangulacao_de_Metodos_Abordagem_de_Programas_Sociais/links/571d440308ae6eb94d0e50a0/Avaliacao-por-Triangulacao-de-Metodos-Abordagem-de-Programas-Sociais.pdf?origin=publication_detail>. Acesso em: 19 de ago.2019.

SEVERINO, Antônio Joaquim. Metodologia do trabalho científico. 22. ed. São Paulo: Cortez, 2002.

Publicado
2021-06-08
Métricas
  • Visualizações do Artigo 108
  • ♪Áudio♪ downloads: 2
Como Citar
Freitas, I. P. T. D. de, & Aguiar, E. P. (2021). CONSTRUINDO CAMINHOS METODOLÓGICOS: A ABORDAGEM QUALITATIVA. Cenas Educacionais, 4, e11325. Recuperado de https://www.revistas.uneb.br/index.php/cenaseducacionais/article/view/11325
Seção
Dossiê Temático MÉTODOS E EXPERIÊNCIAS EM PESQUISA