Sobre a Revista

Foco e Escopo

Perspectivas e Diálogos: Revista de História Social e Práticas de Ensino é um periódico semestral, online,  associado ao grupo de pesquisa Núcleo de História Social e Práticas de Ensino (Nhipe/Cnpq) do Departamento de Ciências Humanas, campus VI, da Universidade do Estado da Bahia, localizado na cidade de Caetité, Bahia, e vinculado ao Programa de Pós-Graduação em Ensino, Linguagem e Sociedade (PPGELS) do Departamento de Ciências Humanas, Campus VI, da Universidade do Estado da Bahia. A Revista tem por objetivo divulgar produções originais e inéditas de relevância científica na área de História com ênfase na História Social, na História da Educação e Pesquisa e Práticas de Ensino de História. A Revista dialoga com a  literatura, a filosofia, a antropologia, a sociologia, a arqueologia, as variadas linguagens imagéticas e sonoras (cinema, fotografia, iconografia, música) e com as tecnologias de informação e de comunicação na pesquisa e no ensino.

 

O periódico publica trabalhos científicos inéditos em português, espanhol, francês, italiano e inglês, sob a forma de entrevistasartigos, dossiês e resenhas de livros, de colaboradores brasileiros e estrangeiros, dentro das áreas propostas pela Revista. Não cobra taxa de processamento de artigos (submissão, avaliação e publicação) e disponibiliza seu conteúdo em acesso aberto.

Quanto à titulação, os autores devem se enquadrar em uma das categorias: mestres e/ou doutores; alunos vinculados a programas stricto sensu; alunos vinculados a programas lato sensu e graduados exclusivamente em coautoria com o orientador (mestre ou doutor). Em caso de coautoria, pelo menos um autor deve ter mestrado e/ou doutorado.

A Revista não publica texto de um mesmo autor com intervalo menor que um ano ainda que em seções diferentes.

ISSN – 2595-6361             Contato:  revista.nhipe.uneb@gmail.com

Processo de Avaliação pelos Pares

O processo de avaliação das submissões à Revista compreende:

A primeira etapa de avaliação da submissão é realizada pelos editores, que verificam sua adequação ao foco e escopo da Revista e às normas de publicação (Consultar Diretrizes para autores). Aprovada nessa fase, a submissão é encaminhada para dois pareceristas (critério duplo-cego), membros do Conselho Editorial ou pesquisadores de diferentes instituições (pareceristas ad hoc), observando a consonância entre a área de conhecimento do avaliador e a temática da submissão. Havendo divergência de avaliação entre os dois pareceristas, os editores encaminham o texto para um terceiro avaliador para o desempate; são necessárias duas avaliações positivas para publicação do texto.

A avaliação do texto obedece ao critério duplo-cego, o que garante o anonimato entre parecerista e autor. Portanto, os autores devem suprimir qualquer referência explícita aos seus nomes e aos seus trabalhos no corpo das submissões, guardando absoluto sigilo de autoria, preservando a lisura do processo de avaliação duplo-cega.

Os avaliadores recebem junto com o texto (sem identificação de autoria) uma ficha de avaliação com os critérios que devem ser observados  (dentre eles a originalidade, a consistência teórica e metodológica, a qualidade do conhecimento produzido, a relevância científica para a área de conhecimento, o pleno atendimento às normas cultas da língua e à ABNT, a correta estruturação das partes de um texto científico, que dê conta de apresentar, discutir e concluir a temática proposta.

A submissão deve ser devolvida pelo parecerista à Revista dentro do prazo estipulado pelo editor, assinalada uma das opções abaixo:

 (  ) aceito sem modificações.

(  ) aceito após pequenas modificações.

(  ) Reavaliação do texto, após maiores modificações sugeridas pelo parecerista.

(  ) recusado

Os textos que se enquadrarem em “aceito após pequenas modificações” e “Reavaliação do texto, após maiores modificações sugeridas pelo parecerista” serão encaminhados aos autores com as devidas sugestões de adequação e prazo estipulado para devolução à Revista, caso aceitem as indicações de alteração. Qualquer alteração no texto deve ser assinalada com grifos para verificação pela equipe editorial.

Após o processo de revisão/formatação final do texto eles serão enviados aos autores para a autorização final de publicação, podendo sugerir nessa etapa apenas pequenos ajustes. O prazo de devolução final será estabelecido pelos editores.

Pareceristas ad hoc receberão os créditos da Revista com a publicação dos seus nomes no volume, sem, contudo, atrelar parecerista e autor, garantindo o anonimato entre ambos (critério duplo-cego).

Periodicidade

Perspectivas e Diálogos: Revista de História Social e Práticas de Ensino é uma revista semestral com publicação de dois números anuais (jan./jun - jul./dez.).

Política de Acesso Livre

Esta revista oferece acesso livre imediato ao seu conteúdo, seguindo o princípio de que disponibilizar gratuitamente o conhecimento científico ao público proporciona maior democratização mundial do conhecimento.