A Perspectiva Decolonial do Corpo no Curso de Licenciatura em Educação Física da UFRRJ

Autores

DOI:

https://doi.org/10.21879/faeeba2358-0194.2023.v32.n72.p371-390

Palavras-chave:

Corpo, Licenciatura em Educação Física, Pedagogia Decolonial, Matriz curricular, Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro

Resumo

Os padrões eurocêntricos tornaram-se pilares da Educação Física Escolar, disseminando seus ideais e preceitos. Por isto, esta pesquisa objetiva analisar a estrutura curricular do curso de Licenciatura em Educação Física da UFRRJ para compreender os possíveis diálogos que se pode estabelecer com a cultura local por meio de uma perspectiva decolonial. O estudo, de caráter qualitativo, se caracteriza por análise documental, de ordem descritiva. Quando analisa-se as ementas do curso, nota-se uma forte presença da licenciatura plena (bacharelado e licenciatura). O currículo, atenua o caráter esportivista herdado da ditadura e hoje assume um viés da saúde biológica, que atende a interesses do corpo docente e a pressão midiática pela formação de profissionais para o campo do fitness. O curso dialoga sobre questões fulcrais ao ensino da Educação Física Escolar, entretanto, não tem muita ênfase na realidade local.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Bruno Cardoso de Menezes Bahia, UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DO RIO DE JANEIRO

Doutor em Educação pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (atual). Possui mestrado em Educação pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (2011), pós-graduação Lato sensu em Sociologia Urbana pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro (2009), graduação em Filosofia pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (2005) Bacharelado e Licenciatura. Atualmente é professor Adjunto de Filosofia da Educação lotado no Departamento de Teoria e Planejamento de Ensino, Instituto de Educação, Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro, professor Permanente no Programa de Pós-Graduação em Educação Agrícola (PPGEA/UFRRJ) e no Programa de Pós-Graduação em Educação em Ciências e Matemática (PPGEduCIMAT/UFRRJ). Coordena do Grupo de Estudos Decoloniais (GED/UFRRJ).

Elionai Ribeiro Almeida Dias, UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DO RIO DE JANEIRO

Mestre em Educação pelo Programa de Pós-Graduação em Educação UFRRJ (2022). Pós-Graduando em Gestão de Projetos. Especialização em Educação a Distância: Gestão e Tutoria (2022). Especialização em Educação Física Escolar e Inclusão (2022). Especialização em Docência do Ensino Superior (2021). Bacharel em Educação Física (2021). Licenciado em Educação Física pela UFRRJ (2017). Coach e judge de crosstraining. Membro do Grupo de Estudos Decoloniais (GED/UFRRJ). Membro do Grupo de Pesquisa em Educação Física e Esportes Adaptados (2010-2017). Coordenador de área de competição da modalidade Bocha Paralímpica no AqueceRio (evento teste, 2015) e nos Jogos Paralímpicos Rio2016. Árbitro de Bocha Paralímpica, Árbitro de Power Soccer (2015-2017), Árbitro de Hóquei sobre o Piso (2012).

Referências

ALCANTARA, Gabriela Queiroz de. Rompendo paradigmas: os caminhos da área de educação em uma instituição de tradição agrária. 144 f. Dissertação (Mestrado) – Instituto de Educação. Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro, 2015.

BARDIN, Laurence. Análise de Conteúdo. Tradução Luís Antero Reto, Augusto Pinheiro. São Paulo: Edições 70, 2011.

BETTI, Mauro. Fundamentos e princípios pedagógicos da Educação Física: uma perspectiva sociocultural. In: DARIDO, Suraya Cristina; MAITINO, Edson Moraes. (Orgs.). Pedagogia cidadã: Cadernos de formação: Educação Física. São Paulo: UNESP. Pró-reitoria de Graduação, 2004.

BOURDIEU, Pierre; PASSERON, Jean-Claude. A Reprodução: elementos para uma teoria do sistema de ensino. Rio de Janeiro: Francisco Alves Editora S.A., 1975.

BRASIL. Lei nº 9.394 de 20 de dezembro de 1996. Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional. Brasília, DF, p. 7, 2005.

CUNHA, Luiz Antônio; Moacyr de Góes. O golpe na educação. Rio de Janeiro: Jorge Zahar, 1985.

DA SILVA JÚNIOR, Paulo Melgaço; CAETANO, Marcio. Narrativas em primeira pessoa: experiências docentes, gênero e sexualidades. Revista Periferia, Rio de Janeiro, v. 9, n. 2, jul./dez. 2017.

GHIRALDELLI JUNIOR, Paulo. Educação Física Progressista. São Paulo: Edições Loyola, 1998.

GIL, Antônio Carlos. Como elaborar projetos de pesquisa. 5° ed. São Paulo: Atlas, 1991.

GONZÁLEZ-PALOMARES, Alba; ALTMANN, Helena; REY-CAO, Ana. Estereótipos de gênero nas imagens dos livros didáticos de educação física do Brasil. Movimento, Porto Alegre, v. 21, n. 1, p. 219-232, jan./mar. 2015.

GROSFOGUEL, Ramón. Para descolonizar os estudos de economia política e os estudos pós-coloniais: transmodernidade, pensamento de fronteira e colonialidade global. Revista Crítica de Ciências Sociais, Coimbra, n. 80, p. 115-147, mar. 2008. DOI: https://doi.org/10.4000/rccs.697

INTERNATIONAL OLYMPIC COMMITTEE – IOC. Overview. Disponível em: <https://olympics.com/en/olympic-games/tokyo-2020>. Acesso em: 15 fev. 2022.

JÚNIOR, Edivaldo Góis; LOVISOLO, Hugo Rodolfo. Descontinuidades e continuidades do movimento higienista no Brasil do século XX. Revista Brasileira de Ciências do Esporte, Campinas, v. 25, n. 1, p. 41-54, set. 2003.

LARAIA, Roque de Barros. Cultura: um conceito antropológico. 24° ed. Rio de Janeiro: Jorge Zahar Editor, 2009.

MACHADO, Myller Gomes; ABÍLIO, Francisco José Pegado; LACERDA, Divaniella de Oliveira. Corpo e infecções sexualmente transmissíveis: análise dos conteúdos nos livros didáticos de ciências e biologia. Revista SUSTINERE, Rio de Janeiro, v. 7, n. 1, p. 106-131, jan./jun. 2019.

MIGNOLO, W. Historias locales/disenosglobales: colonialidad, conocimientos subalternos y pensamientofronterizo. Madrid: Akal, 2003.

MINAYO, Maria Cecília de Souza. Ciência, técnica e arte: o desafio da pesquisa social. In: MINAYO, Maria Cecília de Souza. (Org.) Pesquisa Social: Teoria Social: Teoria, método e criatividade. 21° ed. Petrópolis, R.J.: Vozes, 2002.

PURIM, Kátia Sheylla Malta; LEITE, Neiva. Fotoproteção e exercício físico. Revista Brasileira de Medicina do Esporte, São Paulo, v. 16, n. 3, p. 224-229, mai./jun. 2010.

QUIJANO, Aníbal. “Bien vivir”: entre el “desarrollo” y la des/colonialidad del poder. Revista especializada en ciencias sociales, Ecuador, n. 84, p. 77-88, dez. 2011.

QUIJANO, Aníbal. Colonialidad del poder y clasificación social. Journal of world-systems research, New York, v. 11, n. 2, p. 342-386, 2000.

SEROPÉDICA ONLINE. Um pedaço da história de Seropédica, 2022. Disponível em: <https://www.seropedicaonline.com/seropedica/um-pedaco-da-historia-de-seropedica/>. Acesso em 24 mar. 2022.

SILVA, Renan. Mota et al. A possibilidade de diálogo entre as culturas: um estudo segundo Catherine Walsh. Revista Pedagógica, Chapecó, v. 24, p. 1-17, 2022. DOI: http://dx.doi.org/10.22196/rp.v24i1.6833

SMOUTER, Leandro; COUTINHO, Silvano da Silva; MASCARENHAS, Luis Paulo Gomes. Associação entre nível de atividade física e autoconceito de autoestima de adolescentes. Ciência & Saúde Coletiva, Rio de Janeiro v. 24, n. 2, p. 455-464, 2019. DOI: 10.1590/1413-81232018242.34962016

SOUZA, Bianca Viana Santos. As práticas curriculares na Educação Física escolar e a pedagogia decolonial: uma roda de conversa com os professores da prefeitura da cidade do Rio de Janeiro. XVIII ENDIPE, Mato Grosso: UFMT, 2016.

UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DO RIO DE JANEIRO - UFRRJ. Educação Física: Ementas e programas analíticos. Disponível em: <https://sigaa.ufrrj.br/sigaa/public/curso/curriculo.jsf?lc=pt_BR&id=450592>. Acesso em: 20 jun. 2023.

UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DO RIO DE JANEIRO - UFRRJ. Educação Física: Histórico. Disponível em: <https://cursos.ufrrj.br/grad/educacaofisica/historico/>. Acesso em: 15 dez. 2021.

UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DO RIO DE JANEIRO – UFRRJ. História da UFRRJ. Disponível em: <https://institucional.ufrrj.br/ccs/historia-da-ufrrj/>. Acesso em: 17 mar. 2022.

UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DO RIO DE JANEIRO - UFRRJ. Relação de Disciplinas por Instituto e por Departamento. Disponível em: <https://www.ufrrj.br/graduacao/disciplinas/pages/departamentos/IE100.html>. Acesso em: 22 jan. 2022.

UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DO RIO DE JANEIRO – UFRRJ. Rural lança edital de transferência interna exclusivo aos estudantes do curso de Economia Doméstica. Disponível em: <https://portal.ufrrj.br/rural-lanca-edital-de-transferencia-interna-exclusivo-aos-estudantes-do-curso-de-economia-domestica-2/>. Acesso em: 16 fev. 2022.

Arquivos adicionais

Publicado

2023-11-17

Como Citar

CARDOSO DE MENEZES BAHIA, B.; RIBEIRO ALMEIDA DIAS, E. A Perspectiva Decolonial do Corpo no Curso de Licenciatura em Educação Física da UFRRJ. Revista da FAEEBA - Educação e Contemporaneidade, [S. l.], v. 32, n. 72, p. 371–390, 2023. DOI: 10.21879/faeeba2358-0194.2023.v32.n72.p371-390. Disponível em: https://www.revistas.uneb.br/index.php/faeeba/article/view/17690. Acesso em: 21 fev. 2024.