Memória, Experiência, Discursos e Identidades na Constituição de Grupos Gays

Autores

DOI:

https://doi.org/10.21879/faeeba2358-0194.2023.v32.n72.p335-350

Palavras-chave:

Cultura; Discursos; Identidades; Grupos Gays

Resumo

“Jesus Cristo era gay?” É com essa questão provocativa, nascida de uma reunião de um grupo gay, em que se definiam as temáticas que iriam ser discutidas, que queremos problematizar como história, memória, experiência, discursos e identidades se relacionam com a constituição dos grupos e com a construção dos sentidos de homossexualidade e homossexual. Como esses grupos estão contribuindo para fortalecer a articulação entre discursos, saberes e poder na constituição dos membros como homossexuais? Tal questão nos aproxima das perspectivas pós-estruturalista e foucaultiana dos Estudos Culturais, o que significa dizer que o interesse de investigação e de análise estará focado nos discursos e práticas que constituem os sujeitos e nas negociações estabelecidas entre os grupos.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Marcio Caetano, Universidade Federal de Pelotas - UFPel

Pós-doutor em Currículo e Narrativas Audiovisuais, com apoio da CAPES e sob orientação da Profa. Dra. Conceição Soares, pelo Programa de Pós-Graduação em Educação da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ). Coordenador do Centro de Memória LGBTI João Antônio Mascarenhas (UFPEL/FURG/UFES/UFOB). Graduado em História pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ), com mestrado e doutorado em educação pela Universidade Federal Fluminense (UFF). Docente na Universidade Federal de Pelotas (UFPEL), orienta investigações desenvolvidas nos Programas de Pós-graduação em Educação e em Educação em Ciências da Universidade Federal do Rio Grande (FURG). Os seus temas de interesse e pesquisa são: 1. currículos e culturas; 2. masculinidade(s) e 3. população lésbica, gay, bissexual, travesti e transexual e 4. estudos decoloniais e subalternos. Editor da Revista Momento: diálogos em educação. Entre 2012 a 2014 ocupou o cargo de secretário executivo da ABEH- Associação Brasileira de Estudos da Homocultura.

Anderson Ferrari, Universidade Federal de Juiz de Fora

Possui graduação em Licenciatura Em História pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro (1991) e graduação em Bacharelado em História pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro (1994). Na pós-graduação possui Especialização em Sociologia Urbana pela UERJ (1996) e Especialização em História das Relações Internacionais também pela UERJ (1997), mestrado em Educação pela Universidade Federal de Juiz de Fora (2000) e doutorado em Educação pela Universidade Estadual de Campinas (2005). Atualmente é professor associado de Ensino de História da Faculdade de Educação da UFJF, lecionando as disciplinas de Prática Escolar, Fundamentos Teórico-metodológico em História e Didática e Prática do Ensino de História, com Estágio Supervisionado. É professor permanente do PPGE/UFJF (mestrado e doutorado) da Universidade Federal de Juiz de Fora. Tem experiência na área de Educação, com ênfase em Linguagem Conhecimento e Formação de Professores, atuando principalmente nos seguintes temas: educação, gênero, sexualidade, currículo e homossexualidade. Em 2010 desenvolveu o período de pós doutorado na Faculdade de Belas Artes da Universidade de Barcelona, trabalhando com a relação entre Cultura Visual, Educação e Homossexualidades. Em 2013 foi agraciado com a menção honrosa Cora Coralina do edital da ANPED/SECADI pela importante contribuição para área de Diversidade Sexual e Educação. Entre 2014 a 2016 ocupou o cargo de presidente nacional da ABEH- Associação Brasileira de Estudos da Homocultura. Em 2020 assumiu a coordenação do Programa de Residência Docente da UFJF.

Referências

ALTMAN, Dennis. Poder e comunidade: respostas organizacionais e culturais à AIDS. 1ª edição. Rio de Janeiro: Relume-Dumará, 1995.
BOSWELL, John. Cristianismo, tolerancia y homosexualidade: los gays en la Europa Occidental desde el comienzo de la edad cristiana hasta el siglo XIV. Barcelona: Muchnik, 1998.
CAETANO, Marcio; RODRIGUES, Alexsandro; SILVA, Cláudio. A mobilização social e resposta comunitária LGBT à AIDS – itinerários reflexivos. # Tear: Revista de Educação Ciência e Tecnologia, Canoas, v.8, n.1, p. 01-17, 2019.
FLANDRIN, Jean-Louis. O sexo e o ocidente: evolução das atitudes e dos comportamentos. São Paulo: Brasiliense, 1988.
FOUCAULT, Michel. História da Sexualidade I: a vontade de saber. 1ª. Edição. Rio de Janeiro: Edições Graal, 1988.
_____ . As palavras e as coisas: uma arqueologia das ciências humanas. 8ª Edição. São Paulo: Martins Fontes, 1999.
_____ . Os anormais. 1ª. Edição. São Paulo: Martins Fontes, 2001.
_____ . A Arqueologia do saber. 8ª Edicão. Rio de Janeiro: Forense Universitária, 2013.
FRY. Peter; MAcRAE, Edward. O que é homossexualidade. 1ª Edicão. São Paulo: Brasiliense, 1985.
GIDEENS, Antony. A transformação da intimidade: sexualidade, amor e erotismo nas sociedades modernas. 1ª Edição. São Paulo: Editora UNESP, 1993.
GÓIS, João Bosco Hora. A mudança no discurso educacional das ONGs/AIDS no Brasil: concepções e desdobramentos práticos (1985-1998). Revista Interface – comunicação, Saúde e educação. v. 7, n. 13, p. 27-44, 2003.
GREEN, James Naylor. Além do carnaval: a homossexualidade masculina no Brasil do século XX. 1ª. Edição. São Paulo: Editora UNESP, 2000.
GUIMARÃES, Carmem Dora. O homossexual visto por entendidos. 1ª Edição. Rio de Janeiro: Editora Garamond, 2004.
HEILBORN, Maria Luiza. Construção de si, gênero e sexualidade. In. ____ (Org.). Sexualidades: o olhar das Ciências Sociais. 1ª Edição. Rio de Janeiro: Jorge Zahar, 1999, p. 40-58.
JURKEWICZ, Regina Soares. Cristianismo e homossexualidade. In: GROSSI, Miriam.; et al. (orgs.). Movimentos Sociais, Educação e Sexualidades. 1ª Edição. Rio de Janeiro: Garamond, 2005. p. 45-52.
LAVILLE, Christian. Em educação histórica, a memória não vale a razão! Educação em Revista. Belo Horizonte, n. 41, p. 13-41, 2005.
MAcRAE, Edward. A construção da igualdade: identidade sexual e política no Brasil da abertura. 2ª Edição. Salvador: EDUFA, 2018.
____. Em defesa do gueto. In: GREEN, James Naylor; TRINDADE, José Ronaldo (Org.). Homossexualismo em São Paulo e outros escritos. 1ª Edição. São Paulo: Ed. da Unesp, 2005. p. 291-308.
MOITA LOPES, Luiz. Identidades fragmentadas: a construção discursiva de raça, gênero e sexualidade em sala de aula. 1ª Edição. Campinas, SP: Mercado das Letras, 2002. p. 232.
MOTT, Luiz. As igrejas protestantes são homofóbicas. Entrevista dada Eder Fonseca. Panorama Mercantil, 14 de ago. 2013, disponível <https://www.panoramamercantil.com.br/as-igrejas-protestantes-sao-homofobicas-luiz-mott-antropologo-pesquisador-historiador-e-fundador-do-grupo-gay-da-bahia/> Acesso em: 25 mar. 2020.
NATIVIDADE, Marcelo e OLIVEIRA, Leandro. Religião e intolerância à homossexualidade. In: SILVA, Vagner G. (org.) Intolerância religiosa: impactos do neopentecostalismo no campo religioso afro-brasileiro. 1ª Edição. São Paulo: Edusp, 2007. p. 261-302.
____ . Homossexualidade Masculina e experiência religiosa pentecostal. In HEILBORN, Maria Luiza, et al (org.) Sexualidade, família e ethos religioso. 1ª Edição. Rio de Janeiro: Garamond, 2005 p. 247-272.
NORA, Pierre. Entre Memória e História: A problemática dos lugares. Projeto História – Revista do Programa de Estudos Pós-graduados em História e do Departamento de História PUC/SP, São Paulo, n. 10, p. 7-28, 1993.
PAIVA, Vera. Em tempos de Aids. 1ª Edição. São Paulo: Simmus, 1991.
POLLAK, Michael. Memória e identidade social. Estudos Históricos. Rio de Janeiro, FGV/CPDOC, v. 5, n. 10, p. 200-215, 1992.
TORRES, Marcos A. Os Significados da Homossexualidade no Discurso Moral-religioso da Igreja Católica em condições históricas e contextuais especificas. In: REVER - Revista de Estudos da Religião, São Paulo, no 1, p. 142-152, 2006.
TREVISAN, João Silvério. Devassos no paraíso: a homossexualidade no Brasil, da colônia à atualidade. 3ª Edição. Rio de Janeiro: Record, 2000. p. 586
WEEKS, Jeffrey. Sexualidad. 1ª Edicion. Ciudad de México: UNAM/PUEG/Paidós género y sociedade, 1998.

Arquivos adicionais

Publicado

2023-11-17

Como Citar

CAETANO, M.; FERRARI, A. . Memória, Experiência, Discursos e Identidades na Constituição de Grupos Gays. Revista da FAEEBA - Educação e Contemporaneidade, [S. l.], v. 32, n. 72, p. 335–350, 2023. DOI: 10.21879/faeeba2358-0194.2023.v32.n72.p335-350. Disponível em: https://www.revistas.uneb.br/index.php/faeeba/article/view/16592. Acesso em: 21 fev. 2024.

Edição

Seção

Dossiê Temático 72