O acesso, a permanência e a conclusão de cursos na Universidade

O que dizem os estudantes indígenas?

Resumo

Resumo 

Esta pesquisa centrou-se no estudo dos modos de acesso, de permanência e da conclusão de cursos na universidade, com objetivo compreender o que dizem os estudantes Terena sobre sua vivência no espaço universitário. Trata-se de uma pesquisa de caráter qualitativa, tendo como procedimentos metodológicos, a revisão bibliográfica e entrevistas semiestruturadas. Inspira-se na análise das informações advindas das vozes de estudantes indígenas, sobre os processos vividos na universidade. Ancoramos nos autores pós-colonialistas como, Brand, Calderoni (2012) que dão sustentação teórica a esta discussão. Com os dizeres dos entrevistados pode-se afirmar que são muitos os desafios advindos dessa relação intercultural. Conclusões provisórias indicam que há necessidade de se construir um diálogo intercultural na universidade investigada, visto que as falas apontam que este ainda não acontece. Entendemos que as universidades ao receberem, ao incluírem os estudantes indígenas precisam pautar suas políticas em busca de um diálogo com as epistemologias indígenas. Seus saberes devem ser pautados nos currículos das IES de forma contextualizada. Apontamos para importância do diálogo intercultural, como ele, teremos relações democráticas e respeito a alteridade dos povos indígenas.

Palavras-chave: Estudantes Indígenas; Educação Superior; Acesso e Permanência.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Aparecida Souza dos Santos, Universidade Católica Dom Bosco (UCDB)

Mestranda em Educação, pela Universidade Católica Dom Bosco (UCDB). Possui graduação em pedagogia, Especialização em psicopedagogia clínica e institucional, Especialização em Relações étnico-raciais, gênero e diferenças no contexto do ensino da história, Especialização em Educação Especial. Já atuou como professora voluntária e professora substituta da Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (UFMS).

Fátima Cristina D. F. Cunha, Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (UFMS)

Pós Doutoranda em Educação pela Universidade Católica Dom Bosco (UCDB), linha III, Diversidade Cultural e Educação Indígena, Doutora pela Faculdade de Belas Artes da Universidade do Porto – Portugal, bolsista do Programa Eramus Mundus, professora efetiva da Universidade Federal de Mato Grosso do Sul, câmpus de Aquidauana. Trabalha com projetos na Educação Indígena Terenae questões étnico raciais. Graduada em Pedagogia e Filosofia. Possui Especialização em Planejamento Educacional e Mestrado em Educação.

Publicado
2020-12-16
Métricas
  • Visualizações do Artigo 23
  • PDF downloads: 48
Como Citar
Santos, A. S. dos, & Cunha, F. C. D. F. (2020). O acesso, a permanência e a conclusão de cursos na Universidade: O que dizem os estudantes indígenas?. Abatirá - Revista De Ciências Humanas E Linguagens, 1(2), 143 - 159. Recuperado de https://www.revistas.uneb.br/index.php/abatira/article/view/9654