Mulheres e EJA

Os desafios e as condições de ser mulher e estudante na educação de jovens e adultos

Resumo

Este trabalho se propõe a apresentar o resultado da pesquisa que buscou analisar experiências de mulheres na condição de estudantes da Educação de Jovens e Adultos – EJA. De abordagem qualitativa, nessa investigação nos apropriamos como sustentação teórica, dos trabalhos realizados por Arroyo (2006; 2007), Leoncy (2013), Louro (2004), Reis (2009), entre outros. Os dados coletados e analisados nos dão condições de afirmar que as trajetórias dessas mulheres foram interrompidas ainda na infância por questões diversas, as quais inclui, sobretudo, o fato de ser mulher.

Palavras-chave: Trajetórias; EJA; Mulher; Obstáculos.

 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Veida Allegra de Ribeiro Cruz, Centro Educacional Lay Ana

É formada em Pedagogia, pela Faculdade Nossa Senhora de Lourdes (FNSL). Atua como professora no Centro Educacional Lay Ana.

Neilton Castro da Cruz, Prefeitura Municipal de Porto Seguro (SECPS)

É formado em Pedagogia, pela UESC; Mestre e Doutor em Educação, Pela FaE/UFMG. É professor do quadro efetivo da Rede Municipal de Educação de Porto Seguro e atua como docente na Faculdade Nossa Senhora de Lourdes (FNSL). É membro do Grupo de Pesquisa intitulado Temporalidades cotidianas de discentes da Educação de Jovens e Adultos: configuração dos tempos escolares e extraescolares.

Publicado
2020-12-16
Métricas
  • Visualizações do Artigo 103
  • PDF downloads: 80
Como Citar
Allegra de Ribeiro Cruz, V., & da Cruz, N. C. (2020). Mulheres e EJA: Os desafios e as condições de ser mulher e estudante na educação de jovens e adultos. Abatirá - Revista De Ciências Humanas E Linguagens, 1(2), 503 - 525. Recuperado de https://www.revistas.uneb.br/index.php/abatira/article/view/9609