Dimensões formacionais para uma gestão colegiada: experiências (auto)biográficas de coordenadores(as) do curso de pedagogia

Autores

DOI:

https://doi.org/10.31892/rbpab2525-426X.2023.v8.n23.e1102

Palavras-chave:

Relatos (auto)biográficos, Dimensões formacionais, Coordenação Pedagógica, Gestão colegiada.

Resumo

Este artigo objetiva refletir sobre a práxis da Coordenação Pedagógica desenvolvida no curso de Pedagogia em uma Universidade pública. As memórias são organizadas nas dimensões política, pedagógica e técnica da formação, relatadas por coordenadores/as, na perspectiva da pesquisa narrativa (auto)biográfica como investigação teórico-metodológica. Os resultados apresentados contribuem para entender a importância da dimensão formacional da gestão, fortalecer a história da instituição e revelar novas práticas de gestão que influenciam na formação de professores/as. A conclusão a qual chegamos foi que assumir a função de coordenador/a demanda um conhecimento que, por vezes, o/a docente ainda não construiu e isso provoca dúvidas e anseios no trabalho que deve ser desenvolvido. Ademais, a colaboração dos pares é fundamental para a realização de um processo formativo comprometido com a emancipação dos sujeitos, construindo caminhos para uma formação inicial e em serviço amparadas nos princípios formativos que consideram a realidade concreta para a realização do trabalho. Nesta experiência formativa, construímos um movimento dialógico, justo, digno e solidário que foi responsável pela redefinição de caminhos, com vistas a melhoria do processo de tomada de decisões, em meio a dialética das contradições e questões curriculares e formativas que perpassam a gestão.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Ronaldo Figueiredo Venas, UFBA

Ronaldo Figueiredo Venas é pós-doutorando na Universidade Federal do ABC e doutor em Educação pela Universidade Federal da Bahia (UFBA). Professor da Graduação e Pós-Graduação no Mestrado Profissional (MPED) da Universidade Federal da Bahia. Coordenador do Grupo de Pesquisa em Pedagogia da Faced/UFBA e integrante do Grupo de Pesquisa em História da Educação da UFBA. E-mail: rvenas@ufba.br.

Rejane de Oliveira Alves, Ufba

Rejane de Oliveira Alves é doutora em Educação pela Universidade de Brasília (UnB). Professora da Graduação e Pós-Graduação em Educação da Universidade Federal da Bahia. Líder do Grupo de Estudos e Pesquisa em Avaliação para Aprendizagem, certificado pelo Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq). E-mail: rejane.alves@ufba.br.

Referências

BRASIL. [Constituição (1988)]. Constituição da República Federativa do Brasil de 1988. Brasília, DF: Presidência da República.

BRASIL. Resolução CNE/CP n. 02, de 01 de julho de 2015. Define as Diretrizes Curriculares Nacionais para a formação inicial em nível superior [cursos de licenciatura, cursos de formação pedagógica para graduados e cursos de segunda licenciatura] e para a formação continuada. Disponível em: <http://portal.mec.gov.br/docman/agosto-2017-pdf/70431-res-cne-cp-002-03072015-pdf/file>. Acesso em: 15 mar. 2022.

COUTO, Edvaldo. Entre rotas, nexos e redes colaborativas: notas de um memorial acadêmico. Aracaju, SE. Editora Universitária Tiradentes. 2017.

CURADO SILVA, Kátia Augusta Pinheiro Cordeiro. Epistemologia da práxis na formação de professores: perspectiva crítico-emancipadora. Campinas, SP: Mercado das Letras, 2018.

CRUZ, Giseli Barreto da; PAIVA, Marilza Maia de; LONTRA, Viviane. A narrativa (auto)biográfica como dispositivo de pesquisa-formação na indução profissional docente. Revista Brasileira de Pesquisa (Auto)Biográfica, Salvador, v. 6, n. 19, p. 956-972, set./dez. 2021. Disponível em: <https://www.revistas.uneb.br/index.php/rbpab/article/view/12666/9262>. Acesso em: 3 mar. 2022.

D’ÁVILA, Cristina; MADEIRA, Ana Verena; GUERRA; Denise. Diário online e pesquisa-formação com docentes universitários. In: D’ÁVILA, Cristina; MADEIRA, Ana Verena (Orgs.). Ateliê didático: uma abordagem criativa na formação continuada de docentes universitários. Salvador, EDUFBA, 2018. p. 149-171.

FRANCO, Maria Amélia Santoro. Coordenação pedagógica: uma práxis em busca de sua identidade. Revista Múltiplas Leituras, v.1, n. 1, p. 117-131, jan. / jun. 2008. Disponível em: <https://www.researchgate.net/publication/276239283_Coordenacao_Pedagogica_Uma_Praxis_em_Busca_de_Sua_Identidade>. Acesso em: 1 mar. 2022.

FREIRE, Paulo. Pedagogia do Oprimido. 50. ed. rev. e atual. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 2011.

LÜCK, Heloísa. A gestão participativa na escola. Rio de Janeiro: Vozes, 2006.

MACEDO, Roberto Sidnei. Escolas como espaçostempos de políticas singulares de currículo e formação. Revista Diálogo Educacional, Curitiba, v. 18, n. 59, p. 1312-1327, out/dez. 2018. Disponível em: <https://periodicos.pucpr.br/dialogoeducacional/article/view/23533>. Acesso em: 1 mar. 2022.

PARAÍSO, Marlucy Alves. Currículo, desejo e experiência. Educação & Realidade, Porto Alegre, v. 34, n. 2, p. 277-293, maio/ago. 2009. Disponível em: <https://seer.ufrgs.br/educacaoerealidade/article/view/9355/5545>. Acesso em: 2 mar. 2022.

PLACCO, Vera Maria Nigro de Souza; SOUZA, Vera Lúcia Trevisan de. Desafios ao coordenador pedagógico no trabalho coletivo da escola: intervenção ou prevenção? In: PLACCO, Vera Maria Nigro de Souza; ALMEIDA, Laurinda Ramalho de. (Orgs.). O Coordenador pedagógico e os desafios da educação. 2.ed. São Paulo: Loyola, 2010. p. 25-36.

RICOEUR, Paul. A memória, a história e o esquecimento. 9. reimp. Campinas, SP: Editora Unicamp, 2020.

SOUZA, Elizeu Clementino de. (Auto)biografia, histórias de vida e práticas de formação. Salvador: EDUFBA, 2007.

VEIGA, Ilma Passos Alencastro. Perspectivas para reflexão em torno do Projeto Político-Pedagógico. In: VEIGA, Ilma Passos Alencastro et. al. Escola: espaço do Projeto Político-Pedagógico. Campinas, SP: Papirus, 1998, p. 9-32.

Downloads

Publicado

2023-03-28

Como Citar

VENAS, R. F.; ALVES, R. de O. Dimensões formacionais para uma gestão colegiada: experiências (auto)biográficas de coordenadores(as) do curso de pedagogia. Revista Brasileira de Pesquisa (Auto)biográfica, [S. l.], v. 8, n. 23, p. e1102, 2023. DOI: 10.31892/rbpab2525-426X.2023.v8.n23.e1102. Disponível em: https://www.revistas.uneb.br/index.php/rbpab/article/view/13937. Acesso em: 2 mar. 2024.