Práticas Pedagógicas na Educação de Jovens e Adultos Potiguara da Paraíba

Palavras-chave: Educação de Jovens e Adultos ; Educação Escolar Indígena; Práticas pedagógicas

Resumo

O presente artigo, recorte de pesquisa realizada em nível de doutorado em Educação, objetivou conhecer as práticas pedagógicas dos professores da etnia Potiguara que atuam na modalidade da Educação de Jovens e Adultos (EJA), no estado da Paraíba, e como estas contribuem no fortalecimento da cultura indígena. De abordagem qualitativa, foram utilizadas as seguintes técnicas: entrevistas semiestruturadas e utilização do diário de campo. Os dados gerados foram trabalhados com base na Análise Crítica do Discurso de Fairclough (2016). Constatamos que a educação contextualizada, o protagonismo indígena, a participação, a criticidade, a organização e o diálogo são elementos presentes e potentes nas práticas pedagógicas desenvolvidas pelos professores indígenas nos territórios Potiguara.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Maria Alda Tranquelino da Silva, Prefeitura Municipal de Cabedelo/Secretaria de Municipal de Educação

Doutora em Educação. Professora das redes de educação dos municípios de Cabedelo e Capim, Paraíba. Possui experiência na área da Educação Infantil, Formação de professores e na Educação de Jovens e Adultos.

Eduardo Jorge Lopes da Silva, Universidade Federal da Paraíba - UFPB

Professor. Doutor em Educação pela Universidade Federal de Pernambuco. Lotado no Departamento de Fundamentação da Educação/Centro de Educação da Universidade Federal da Paraíba.

Professor permanente do Programa de Pós-Graduação em Educação (PPGE UFPB), linha de pesquisa Processos de Ensino-Aprendizagem. Possui experiência na área de Educação/Educação de Jovens e Adultos (EJA): formação inicial e permanente de professores, seja em movimentos sociais, espaços formais e não formais de educação; Sujeitos e Diversidade (Camponês, LGBTs, indígenas e pessoas com deficiências, em suma: com os EXCLUÍDOS). Coordena o Grupo de Estudos e Pesquisas de Práticas Educativas na Educação de Jovens e Adultos GEPPEEJA. Investigador convidado do CEAD - Centro de Investigação em Educação de Adultos e Intervenção Comunitária, situada na Universidade de Algarve, Faro, Portugal. <https://cead.ualg.pt/site/investigadores-convidados/>

Referências

BARCELLOS, Lusival. Práticas educativo-religiosas dos índios Potiguara da Paraíba. João Pessoa: Editora UFPB, 2014.

BRASIL. Constituição da República Federativa do Brasil de 1988. Texto constitucional promulgado em 5 de outubro de 1998 Brasília. Disponível em: http://www.planalto.gov.br. Acesso em: 27 maio 2019.

CANDAU, Vera Maria. Cotidiano escolar e práticas Interculturais. Caderno de Pesquisa, v. 46, São Paulo, 2014.

CANDAU, Vera Maria. Diferenças culturais, cotidiano escolar e práticas pedagógicas. Currículo sem Fronteiras, [s.l] v. 11, 2011. Disponível em: https://saopauloopencentre.com.br/ Acesso em:10 jul. 2021.

FAIRCLOUGH, Norman. Discurso e Mudança social. 2. ed. Brasília: Editora Universidade de Brasília, 2016.
FERNANDES, Fernando Roque. Protagonismo indígena no tempo presente: aspectos da educação escolar indígena específica e diferenciada. Revista Amazônica. v. 3, n. 01, 2018. Acesso em: 31 out. 2021. Disponível em: https://periodicos.ufam.edu.br
FREITAS, Ana Lúcia Souza de. Conscientização verbetes do dicionário Paulo Freire. STRECK, D. R.; REDIN, E.; ZITKOSKI, J. J. (Orgs.). Dicionário Paulo Freire. 2. ed. rev. e ampl. Belo Horizonte: Autêntica Editora, 2008.

FREIRE, Paulo. Política e educação: ensaios. 5. ed. São Paulo: Cortez, 1991. (Coleção Questões de Nossa Época; v. 23).

FREIRE, Paulo. Conscientização: teoria e prática da libertação – uma introdução ao pensamento de Paulo Freire. 4. ed. São Paulo: Moraes, 1997.

FREIRE, Paulo. Pedagogia da autonomia: saberes necessários à prática educativa. São Paulo: Paz e Terra, 1996.

FREIRE, Paulo. Pedagogia como prática da liberdade. São Paulo: Paz e Terra, 2011.

FREIRE, Paulo. Pedagogia do oprimido. 50. ed. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 2008.
IRELAND, Timothy Denis da; SPEZIA, Carlos Humberto. A Educação de adultos em retrospectiva: 60 anos de CONFINTEA. Brasília: Ministério da Educação, 2014.
MACHADO, Maria Margarida. A Educação de Jovens e Adultos no Brasil Pós-Lei nº 9394/96: a possibilidade de constituir-se como política pública. Revista Em aberto. Brasília, v. 22, n. 82, 2009.
MELATTI, Julio Cezar. Índios do Brasil. São Paulo: Editora da Universidade de São Paulo, 2007.
PALITOT, Estevão Martins. Os Potiguara de Monte-Mór e a cidade de Rio Tinto: a mobilização indígena como reescrita da história. Revista de Estudos e Investigações Antropológicas. Ano 4, Edição Especial II. Dossiê 20 anos do NEPE. (Org.) Jamilly Cunha e Lara E. de Andrade, Recife, 2017. Acesso em: 12 set. 2021. Disponível em: https://periodicos.ufpe.br.
RICHARDSON, Roberto Jerry. Pesquisa Social: método e técnica. São Paulo: Atlas, 1999.
SANTOS. Boaventura Sousa. Modernidade, identidade e a cultura de fronteira. Revista de Sociologia Tempo Social. São Paulo, v. 5, n. 1-2, Saõ Paulo, 1993. Disponível: www.boaventuradesousasantos.pt Acesso em: 21 nov. 2021.
SANTOS, Rosane Barreto Ramos dos. QUEIROZ, Paulo Pires de. Práticas pedagógicas interculturais: (re)conhecendo as diferenças em sala de aula. Rio de Janeiro, 2021. Disponível em: https://periodicos.ufsm.br Acesso em: 10 jan. 2022.
SANTOS; Pedro Lôbo dos; SILVA, Eduardo Dias da. Dossiê. A educação escolar indígena como fortalecimento da identidade cultural dos Potiguara da Paraíba/Brasil – considerações iniciais. Trab. Ling. Aplic. Campinas, 2021. Disponível em: https://www.scielo.br. Acesso em: 10 nov. 2021.
SILVA, Maria Alda Tranquelino da; SILVA, Eduardo Jorge Lopes da. Os saberes docentes de professores da educação de jovens e adultos indígenas. Roteiro, [S. l.], v. 44, n. 2, p. 1–20, 2019. DOI: 10.18593/r.v44i2.17496. Disponível em: https://portalperiodicos.unoesc.edu.br/roteiro/article/view/17496. Acesso em: 11 abr. 2022.
SILVA, Maria Alda Tranquelino da; SANTOS, Pedro Lôbo dos; SILVA, Rosemary Marinho da. Percurso da Educação Escolar Indígena: A OPIP-PB pelas vozes das professoras Potiguara. Vozes Multidisciplinares, Análises em Educação, Antropologia da imagem, poder e conhecimento. Alessa Cristina Pereira de Souza [et al.] (Org.). João Pessoa: Editora do CCTA, 2021.
MUNDURUKU, Daniel. O caráter educativo do movimento indígena brasileiro. Coleção Educação em foco. Educação, história e cultura. São Paulo: Paulinas, 2009.
Publicado
2022-08-16
Métricas
  • Visualizações do Artigo 74
  • PDF downloads: 0
Como Citar
SILVA, M. A. T. DA; SILVA, E. J. L. DA. Práticas Pedagógicas na Educação de Jovens e Adultos Potiguara da Paraíba. Revista da FAEEBA - Educação e Contemporaneidade, v. 31, n. 67, p. 55-74, 16 ago. 2022.