ADERÊNCIA DE ESCOLARES NAS AULAS DE EDUCAÇÃO FÍSICA: UM RELATO DE EXPERIÊNCIA

Palavras-chave: Atividade física, Saúde dos escolares, Educação física escolar, Promoção da saúde na escola

Resumo

A aderência nas aulas de Educação Física (EF) depende de fatores motivacionais, sociais e de saúde. Quanto mais os alunos participam das aulas de EF, maior será o nível de atividade física e, consequentemente, melhor a sua saúde. Para tanto, objetiva-se analisar a aderência dos alunos do ensino fundamental de uma escola pública nas aulas ministradas sobre conteúdo atividade física e saúde relacionado a jogos cooperativos e ginástica calistênica. Este relato de experiência refere-se às aulas ministradas por um estagiário de EF em uma turma de primeiro ano de ensino fundamental em uma escola pública localizada no município de Jequié-BA em 2019. Ministrou-se uma aula semanal com os conteúdos de ginástica calistênica e jogos cooperativos a partir de estratégias expositivo-dialogada e práticas relacionadas a saúde. Foram considerados com aderência os alunos que permaneceram em todas as etapas da aula até o final. Entre os 25 alunos matriculados na turma, 21 aderiram às aulas. Apesar de não haver professor de EF na escola, a professora da turma contribuiu em todas as atividades do estágio e no planejamento. Aulas cooperativas, com estruturação e diversificadas com proposta de atividades extras promoveram maior aderência. Conclui-se que houve adesão e aderência dos alunos nas aulas de EF, apesar dos desafios para suas para alcançar esse resultado. Aulas cooperativas, estruturadas e diversificadas foram úteis para manter a participação dos alunos. O trabalho multidisciplinar entre EF e outras disciplinas da escola potencializa o aprendizado de conteúdos específicos de forma lúdica e contextualizada.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Adriano Almeida Souza, Especializando em Treinamento Desportivo pelo Centro Universitário Leonardo da Vinci.

Licenciado e Bacharelando em Educação Fisica.

Claudio Bispo de Almeida, Doutorando em Enfermagem e Saúde pela Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia.
Licenciado e Mestre em Educação Física. Integrante do Grupo de Estudos, Pequisa e Extensão em Educação, Cultura e Saúde.
Hector Luís Rodrigues Munaro, Docente no Programa de Pós-graduação em Ensino e no no Pós-Graduação em Educação Física da Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia.
Licenciado, Mestre e Doutor em Educação Física. Líder do Núcleo de Estudos em Atividade Física e Saúde (NEAFIS) e do Núcleo de Estudos da Saúde das Populações (NESP)
Cezar Augusto Casotti, Docente no Programa de Pós-Graduação em Enfermagem e Saúde da Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia.

Bacharel, Mestre e Doutor em Odontologia. Pesquisador nos grupos Epidemiologia e Saúde, no grupo de Estudos em Ciências Odontológicas e no Núcleo de Extensão e Pesquisa em Odontologia.

Referências

DE FREITAS BARREIRO, I. M.; GEBRAN, R. A. Prática de ensino e estágio supervisionado na formação de professores. São Paulo: Avercamp, 2006.

DE MORAES FERRARI, Gerson Luis et al. Associação da aptidão física e desempenho acadêmico de escolares. Revista Brasileira de Ciência e Movimento, v. 22, n. 4, p. 37-46, 2014. Disponível em: https://bdtd.ucb.br/index.php/RBCM/article/view/4954.

DE MOURA, Misael Feliciano et al. Aderência da atividade física e lazer em adolescentes. Revista Interdisciplinar de Promoção da Saúde, v. 1, n. 1, p. 46-53, 2018. Disponível em: https://online.unisc.br/seer/index.php/ripsunisc/article/view/11943.

GUEDES, J. D.; DE OLIVEIRA, A. R.; DE PAULO, I. C. Educação Física no Ensino Fundamental. Id On Line Revista Multidisciplinar E De Psicologia, v. 10, n. 33, p. 55-65, 2017. Disponível em: https://idonline.emnuvens.com.br/id/article/view/637.

LIMA, J. S. et al. Associação entre práticas de atividade física e desempenho acadêmico de estudantes chilenos do ensino fundamental e médio. Revista Brasileira de Ciências do Esporte, v. 41, n. 2, p. 206-214, 2019. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0101-32892019000200206&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt

MUSSI, R. F. F.; JOSÉ, H. P. M.; AZEVEDO, D. P.; AMORIM, A. M. ; PETROSKI, E. L. O ensino da antropometria na escola: uma proposta na educação em saúde. Cenas Educacionais, v. 2, n. 1, p. 14-28, 2019. Disponível em: <https://www.revistas.uneb.br/index.php/cenaseducacionais/article/view/6296/3950>. Acesso em: 02 set. 2020.

MCDOWELL, I.; et al. On the Classification of Population Health Measurements. The American Journal of Public Health, v.94, n.3, p.388-393, 2016. Disponível em: http://www.ncbi.nlm.nih.gov/pmc/articles/PMC1448263/pdf/0940388.pdf.

OLIVEIRA, V. J. M. O tema da saúde na educação física escolar em três periódicos da educação física brasileira. Conexões, v. 17, p. e019015, 2019. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/conexoes/article/view/8654678.

SOUZA, A. A.; CAIRES, S. S.; OLIVEIRA, S. N.; Barbosa, F. N. M. A prática de basquetebol em uma comunidade quilombola: relato de experiência. Movimenta, v.13, n.1, p.154-160, 2020. Disponível em: https://www.revista.ueg.br/index.php/movimenta/article/view/9332.

WORLD HEALTH ORGANIZATION et al. Global recommendations on physical activity for health. World Health Organization, 2010.

Publicado
2020-10-12
Métricas
  • Visualizações do Artigo 17
  • ♪ÁUDIO♪ downloads: 3
Como Citar
SOUZA, A. A.; OLIVEIRA, N. S.; CAIRES, S. DA S.; DE ALMEIDA, C. B.; RODRIGUES MUNARO, H. L.; CASOTTI, C. A. ADERÊNCIA DE ESCOLARES NAS AULAS DE EDUCAÇÃO FÍSICA: UM RELATO DE EXPERIÊNCIA. Cenas Educacionais, v. 3, p. e9525, 12 out. 2020.
Seção
Relato de Experiência