REVITALIZAÇÃO E RECUPERAÇÃO DE LÍNGUAS ORIGINÁRIAS: O CASO TUPINAMBÁ, OLIVENÇA (BAHIA)

Palavras-chave: Línguas Naturais, Tupinambá, Fonologia.

Resumo

Neste texto, apresentaremos as escolhas para uma ortografia Tupinambá, eleita em uma assembleia democrática e esclarecida, ocorrida em 2010, com lideranças e professores indígenas, na comunidade Tupinambá, Olivença – Bahia. Essa assessoria linguística foi requerida pela própria comunidade Tupinambá, obrigada a acolher a língua portuguesa em suas interações sociais, após um longo processo de conflito e opressão. A recuperação e revitalização linguística em uma comunidade busca inserir elementos da língua original nas escolas indígenas, ensinando a língua alvo (Tupinambá) em encontros quinzenais, voltados para a produção de material didático de uso escolar. 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Clara Carolina Souza Santos, Professora da Faculdade Santo Agostinho.

Mestra em Linguística e mestra em Memória:Linguagem e Sociedade pela Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia.

Karine Silva Porto, Professora na Faculdade Santo Agostinho.

Especialista em Paleopatologia pela Fundação Oswaldo Cruz (FIOCRUZ). Coordenadora do Núcleo de Estudos do Direito Contemporâneo. Professora no ensino básico.

Referências

ANCHIETA, José. Arte da Gramática da Língua mais usada na costa. Antonio de Mariz, Coimbra 1595.

BERRY, J. “The making of alphabets”. In, FISHMAN, J. Readings in the Sociology of Language. Paris/New York: Mouton Publishers/The Hague, 1968.

BORELLA, Cristina de Cássia. Aspectos morfossintáticos da língua Aweti (Tupi). Mestrado. Unicamp, Campinas, 2000.

GUÉRIOS, Mansur R. F. Transcrição portuguesa de um fonema tupi. Revista Letras, n. 29, 1980. p. 129-136.

NAVARRO, Eduardo de Almeida. Curso Moderno de Tupi Antigo: a língua do Brasil dos primeiros séculos. 3a ed. Global: São Paulo, 2005.

RODRIGUES, Aryon Dall´Igna. Morfologia do verbo Tupi. In: Letras, 1.Curitiba, 1953, p. 121-152.

RODRIGUES, Aryon Dall´Igna. Línguas Brasileiras: para o conhecimento das línguas indígenas. Edições Loyola, São Paulo, 1994.

RODRIGUES, Aryon Dall´Igna. Tupi, tupinambá, línguas gerais e português no Brasil. IN: (orgs). NOLL, Volker & DIETRICH, Wolf. O português e o Tupi no Brasil. Contexto, São Paulo, 2010.

Publicado
2020-05-10
Métricas
  • Visualizações do Artigo 157
  • ♪Áudio♪ downloads: 10
Como Citar
SANTOS, C. C. S.; PORTO, K. S. REVITALIZAÇÃO E RECUPERAÇÃO DE LÍNGUAS ORIGINÁRIAS: O CASO TUPINAMBÁ, OLIVENÇA (BAHIA). Cenas Educacionais, v. 3, p. e8485, 10 maio 2020.
Seção
Artigos (Fluxo Contínuo)