A EDUCAÇÃO FÍSICA DO CAPS: EXPERIÊNCIAS DO ESTÁGIO EM GUANAMBI - BA

Palavras-chave: Educação Física. CAPS. Estágio. Práticas corporais.

Resumo

Este artigo descreve uma experiência de Estágio do curso de Educação Física da UNEB realizada no CAPS II, tendo como intervenção a cultura corporal com o intuito de estimular e reforçar a sociabilidade. A intervenção teve como base a proposição de Abid e Ferreira (2010), as informações da vivência foram registradas por meio do diário de bordo e a avaliação das aulas pela roda de conversa. No decorrer do estágio, notou-se que as práticas corporais no CAPS contribuem para o pensamento e ação de liberdade de expressão (opinar e sugerir), isso implica em criar novos horizontes para os usuários, pois pressupõe a importância de sua participação nas decisões que envolvem a coletividade. Um dos pontos frágeis foi o professor (a) regente sem formação em EF e um dos positivos foi à alegria dos usuários nas atividades.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Fábio Fernandes Flores, Especialista em Educação Física Escolar pela FUNORTE - Brasil

 Integrante do Grupo de Estudos, Pesquisa e Extensão em Educação, Cultura e Saúde - GEPEECS. 

Catiélia Santos Silva, Universidade do Estado da Bahia - Brasil

Licenciada em Educação Física pela Universidade do Estado da Bahia

Lilian Anelita dos Santos, Universidade do Estado da Bahia - Brasil

Licenciada em Educação Física pela Universidade do Estado da Bahia

Luiz Humberto Rodrigues Souza, Professor na Universidade do Estado da Bahia - Brasil

Doutor em Educação Física pela Universidade Católica de Brasília. Coordenador do Programa de Orientação de Exercício Físico para Idosos (PROEFI). Pesquisador da Linha de Estudo, Pesquisa e Extensão em Atividade Física e Saúde (LEPEAF) e do Grupo de Pesquisa sobre Mulher, Gênero e Saúde (GPMGS). 

Referências

ABIB, Leonardo Trápaga; FERREIRA, Luiz Alberto dos Santos. A cultura corporal no contexto da saúde mental. Revista Didática Sistêmica (Rio Grande), Rio Grande do Sul, Edição Especial, p.11-23, 2010 Disponível em: <https://periodicos.furg.br/redsis/article/view/1732> acesso 24 de maio 2018.

ABIB, Leonardo Trápaga et al. Práticas Corporais em cena na Saúde Mental: Potencialidades de uma oficina de futebol em um Centro de Atenção Psicossocial de Porto Alegre. Pensar a Prática (Goiânia), Goiás, v. 13, n. 2, p. 1-15, 2010. Disponível em:

<https://www.revistas.ufg.br/fef/article/view/7934> acesso 1 jun 2018.

ALVES, Francisco Cordeiro. Diário: um contributo para o desenvolvimento profissional dos professores e estudo dos seus dilemas. Millenium: Revista do ISPV (Instituto politécnico de Viseu), n. 29, p. 222-239. 2004. Disponível em:

<http://www.ipv.pt/millenium/Millenium29/30.pdf > acesso 17 de maio 2018.

BRASIL. Ministério da Saúde. Portaria GM/MS nº 336, de 19 de Fevereiro de 2002. Define e estabelece diretrizes para o funcionamento dos Centros de Atenção Psicossocial. Diário

Oficial da União 2002, Brasília, DF. Disponível em:

<http://www.saude.mg.gov.br/images/documentos/Portaria_336.pdf>. Acesso em: 1 de jun 2018.

______. Ministério da Saúde. Saúde Mental no SUS: os centros de atenção psicossocial. Secretaria de Atenção à Saúde, Departamento de Ações Programáticas Estratégicas.

Brasília: Ministério da Saúde, 2004. Disponível em:

<http://www.ccs.saude.gov.br/saude_mental/pdf/sm_sus.pdf> Acesso em: 1 de jun 2018.

______. Ministério da Saúde. Secretaria de Vigilância em Saúde. Política Nacional de Promoção da Saúde. Portaria n° 687 MS/GM, de 30 de março de 2006. Brasília: Ministério da Saúde (Série B. Textos Básicos em Saúde), 2006. Disponível em

<http://bvsms.saude.gov.br/bvs/publicacoes/politica_promocao_saude.pdf> acesso em: 1 de jun 2018.

______. Ministério da Saúde. Secretaria de Atenção à Saúde. Departamento de Atenção Básica. Saúde mental / Ministério da Saúde, Secretaria de Atenção à Saúde, Departamento de Atenção Básica, Departamento de Ações Programáticas Estratégicas.

Brasília: Ministério da Saúde (Cadernos de Atenção Básica, n. 34), 2013. Disponível em:

<http://www.ccs.saude.gov.br/saude_mental/pdf/sm_sus.pdf> Acesso em: 1 de jun 2018.

CAÑETE, Lílian Sipoli Carneiro. O diário de bordo como instrumento de reflexão crítica da prática do professor. 151f. Dissertação (Mestrado em Educação). Universidade Federal de Minas Gerais, UFMG, Minas Gerais, Belo Horizonte, 2010. Orientador: Prof. Dr. Júlio Emílio Diniz – Pereira.

CARVALHO, Y. M. Praticas corporais e comunidade: um projeto de Educação Física no Centro de Saúde Escola Samuel B. Pessoa. In: FRAGA, Alex Branco; WACHS, Felipe (orgs.) Educação Física e Saúde Coletiva: Políticas de Formação e Perspectivas de Intervenção. Porto Alegre: UFRGS Editora, 2007.

CAVALCANTE, Bruna Luana de Lima; LIMA, Uirassú Tupinambá Silva de. Relato de experiência de uma estudante de Enfermagem em um consultório especializado em tratamento de feridas. Journal of Nursing Health (Pelotas), Rio Grande do Sul, n.1, v.2, p.94-103, 2012. Disponível em:

<https://periodicos.ufpel.edu.br/ojs2/index.php/enfermagem/article/view/3447/2832> acesso em: 17 de maio 2018.

DALGALARRONDO, Paulo. Psicopatologia e semiologia dos transtornos mentais [recurso eletrônico]. Porto Alegre: Artmed, 2ed, Dados Eletrônicos, 2008.

FERREIRA, Luiz. Alberto dos Santos. Re/inserção de portadores de necessidades psíquicas e a circulação nos espaços urbanos. Monografia (Licenciatura Plena em Educação Física), Universidade Luterana do Brasil, ULBRA, Rio Grande do Sul, Canoas, 2008.

FURTADO, Roberto Pereira et al Desinstitucionalizar o cuidado e institucionalizar parcerias: desafios dos profissionais de Educação Física dos CAPS de Goiânia em intervenções no território. Revista Saúde e Sociedade, São Paulo, v.26, n.1,

p.183-195, 2017 Disponível em: < http://www.scielo.br/scielo.php?pid=S0104-

&script=sci_abstract&tlng=pt> acesso em 17 de maio 2018.

LAKATOS, Eva Maria e MARCONI, Marina de Andrade. Fundamentos de metodologia científica. São Paulo: Atlas, 6° ed, 2011.

LAZZAROTTI FILHO et.al. O termo práticas corporais na literatura científica brasileira e sua repercussão no campo da Educação Física. Revista Movimento (Porto Alegre), Rio Grande do Sul, v.16, n.1, p. 11-29, 2010 Disponível em: <http://seer.ufrgs.br/index.php/Movimento/article/view/9000/26882> acesso em 24 de maio 2018.

QUINT, Fernanda Ouriques et.al. Reflexões sobre a inserção da educação física no Programa Saúde da Família. Revista Motrivivência (Florianópolis), Santa Catarina, n.24,

p.81-95, 2005. Disponível em: <https://periodicos.ufsc.br/index.php/motrivivencia/article/view/729> acesso em 1 de junho 2018.

MÉLLO, Ricardo Pimentel et al. Construcionismo, práticas discursivas e possibilidades de pesquisa. Psicologia e Sociedade (Porto Alegre), Rio Grande do Sul, v.19, n.3, p.26-32,

Disponível em: <http://www.scielo.br/pdf/psoc/v19n3/a05v19n3.pdf> acesso em 1 de junho 2018.

MIRANDA Elisângela Domingos; FREIRE, Luana de Almeida; OLIVEIRA, Adriana Rosmaninho Caldeira de. Os desafios da Educação Física no Centro de Atenção Psicossocial de Coari (AM). Saude & Transformação Social (Florianópolis), Santa Catarina,

v.1, n.2, p.163-169, 2011. Disponível em: <http://incubadora.periodicos.ufsc.br/index.php/saudeetransformacao/article/view/511> acesso em 17 de maio 2018.

RABELO, Nathália Sousa. Análise do trabalho do professor de educação física em um Centro de Atenção Psicossocial do tipo II. 54 f. Monografia (Graduação em Educação Física). Universidade Federal de Goiás, UFG, Goiás, Goiânia, 2016 Orientador: Prof Dr.

Ricardo Lira de Rezende Neves.

SILVA, Sheila Aparecida Pereira dos Santos. Desenvolvimento do pensamento crítico – criativo e os estágios curriculares na área de Educação Física. Revista Brasileira de Ciência e Movimento/ Brazilian Journal of Science and Movement (Brasília), Brasília, v.11, n3, p.37-44, 2003. Disponível em:

<https://portalrevistas.ucb.br/index.php/RBCM/article/view/508/533> acesso em 17 de maio 2018.

SILVA, Rafael Ramos et al. Educação Física e saúde mental: primeiras aproximações com o CAPSI em Feira de Santana. Anais do V Congresso Nordeste de Ciências do Esporte (Guanambi) Bahia, p. 34-40, 2014. Disponível em:

acesso em 17 de maio 2018.

SILVA, Tatiane Motta da Costa et al. Reflexões sobre a atuação do profissional de educação física nos centros de atenção psicossocial. Revista Científica Perspectiva Ciência e Saúde (Osório), Rio Grande do Sul, v.2, n.2, p.95-106, 2017. Disponível em: <http://sys.facos.edu.br/ojs/index.php/perspectiva/article/view/106/107> acesso em 17 de maio 2018.

SOARES, Carmen Lúcia et al. Metodologia do Ensino da Educação Física. São Paulo: Cortez, Autores associados, 1992.

VEIT, Alessandra e ROSA, Leonardo de Ross. Educação Física e a intervenção na Saúde Mental. Revista Caderno pedagógico (Lajeado), Rio Grande do Sul, v.12, n.1, p.301-311, 2015. Disponível em: acesso em 17 de maio 2018.

WACHS, Felipe. Educação física e saúde mental: uma prática de cuidado emergente em centros de atenção psicossocial (CAPS). 133f Dissertação (Mestrado em Ciências do Movimento Humano) Universidade Federal do Rio Grande do Sul, UFRGS, Rio Grande do

Sul, Porto Alegre, 2008.

WACHS, Felipe; FRAGA, Alex Branco. Educação Física em Centros de Atenção Psicossocial. Revista Brasileira de Ciências do Esporte (Florianópolis), Santa Catarina, v.31, n.1, p.93-107, 2009. Disponível em:

<http://revista.cbce.org.br/index.php/RBCE/article/view/634/394>. Acesso em: 01 Jun. 2018.

Publicado
2019-06-30
Métricas
  • Visualizações do Artigo 1032
  • ♪Áudio♪ downloads: 19
Como Citar
Flores, F. F., Silva, C. S., Santos, L. A. dos, & Souza, L. H. R. (2019). A EDUCAÇÃO FÍSICA DO CAPS: EXPERIÊNCIAS DO ESTÁGIO EM GUANAMBI - BA. Cenas Educacionais, 2(1), 169-185. Recuperado de https://www.revistas.uneb.br/index.php/cenaseducacionais/article/view/6308
Seção
Artigos (Fluxo Contínuo)