PSICOTERAPIA BREVE EM PACIENTES COM CONSTIPAÇÃO INTESTINAL FUNCIONAL: CONTRIBUIÇÕES À EDUCAÇÃO MÉDICA

Palavras-chave: Constipação intestinal. Psicanálise. Sintoma. Criança.

Resumo

A constipação intestinal, frequente na infância, reflete questões psíquicas além das físicas na sua determinação. O presente artigo tem como objetivo discorrer sobre o sintoma da constipação intestinal funcional e sua solução psíquica em uma criança de sete anos de idade, tomando como referência a psicanálise. Pesquisa com análise qualitativa no Setor de Gastroenterologia e Hepatologia Pediátricas do HUPES-CPPHO (Hospital Universitário Professor Edgar Santos - Centro Pediátrico Professor Hosannah de Oliveira da UFBA). A relevância da clínica psicanalítica, nesse quadro crônico, encontra-se em investigar como este revela o aprisionamento da criança à subjetividade da mãe, enfatizando a importância da questão paterna. O diagnóstico situacional evidencia questões da psicossomática e histeria. Fundamental a assistência da equipe multidisciplinar ao paciente, bem como o desenvolvimento de programas em educação continuada, com ênfase nas questões psíquicas acerca da constipação intestinal funcional, tanto na graduação quanto na residência médica.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Luciana Rodrigues Silva, Professora no Programa de Pós-graduação em Medicina e Saúde e no Programa de Pós-graduação em Processos Interativos de Órgãos e Sistemas da Universidade Federal da Bahia.

Pós-doutora. Doutora e Mestra em Medicina e Saúde. Bacharel em Medicina. Líder do Centro de Estudos em Gastroenterologia e Hepatologia Pediátricas (CEGHP). 

Referências

BURKET, R. C. et al. Does “stubbornness” have a role in pediatric constipation? Journal of Developmental and Behavioral Pediatrics, Evanston, v.27, n.2, p.106-111, apr. 2006.

DOLTO, F. Conversa com Françoise Dolto. In: Jorge, M. A. C. (Org.). Elisabeth Roudinesco. Em Defesa da Psicanálise. Rio de Janeiro: Zahar, 2010. P. 98-125.

FARIAS, C. N. F. Leitura Psicanalítica do Sintoma em Pacientes com Doenças Inflamatórias Intestinais. São Paulo: USP, 2007. 144 f. Dissertação (Mestrado em Psicologia) - Programa de Pós-graduação em Psicologia, Instituto de Psicologia, Universidade de São Paulo, São Paulo, 2007.

FARNAM, A. et al. Functional constipation in children: does maternal personality matter? Italian Journal of Pediatrics, n.35, v.1, p.1-4, aug. 2009.

FERREIRA, M. P. Transtornos da Excreção: enurese e encoprese. São Paulo: Casa do Psicólogo, 2006.

FIORINI, H. J. (1978). Estruturas e abordagens em psicoterapias. Tradução por: Carlos Sussekind. 2. Ed. Rio de Janeiro: Francisco Alves, 1986.

FREUD, S. (1905[1901]). Fragmento da Análise de um Caso de Histeria. v. 7 In:______. Obras completas. Rio de Janeiro: Imago, 1972. p. 1-109.

FREUD, S. (1905). Três Ensaios sobre a Sexualidade. v. 7 In:______. Obras completas. Rio de Janeiro: Imago, 1972. p. 123-133.

FREUD, S. (1908). Caráter e erotismo anal. v. 9. In:______. Obras completas. Rio de Janeiro: Imago, 1976. p. 173-175.

FREUD, S. (1915[1914]). Recordar, Repetir e Elaborar (Novas Recomendações sobre a Técnica da Psicanálise. v.12. In:______. Obras completas. Rio de Janeiro: Imago, 1969, p.191-193.

FREUD, S. (1919[1918]). Linhas de progresso na terapia psicanalítica. v. 17. In:______. Obras completas. Rio de Janeiro: Imago, 1976a. p. 199-201.

FREUD, S. (1919a [1918]). Sobre o Ensino da Psicanálise nas Universidades. v. 17. In:______. Obras completas. Rio de Janeiro: Imago, 1976a. p. 215-217.

FREUD, S. (1926[1925]). Inibições, Sintomas e Ansiedade. v. 20. In:______. Obras completas. Rio de Janeiro: Imago, 1976b. p.95-201.

FREUD, S. (1931). Sexualidade Feminina. v. 21. In:______. Obras completas. Rio de Janeiro: Imago, 193. p. 257-259.

GRODDECK, G. (1923). O Livro disso. 2. Ed. São Paulo: Perspectiva, 1988.

KAUFMANN, P. (Ed.). Dicionário Enciclopédico de Psicanálise: O legado de Freud e Lacan. 2. ed. Rio de Janeiro: Jorge Zahar, 1996.

LACAN, J. (1956-1957). O seminário: Livro 4: a relação de objeto. Rio de Janeiro: Jorge Zahar, 1995.

LACAN, J. (1957-1958). O Seminário: Livro 5: As formações do Inconsciente. Rio de Janeiro: Zahar, 1999.

LACAN, J. (1975). Conferência em Genebra sobre o sintoma. Salvador: Campo Psicanalítico, [20--]. Disponível em: <http://www.campopsicanalitico.com.br/media/1065/conferenciaem-genebra-sobre-o-sintoma.pdf>. Acesso em: 06 abr. 2018.

LACAN, J. (1964). O lugar da psicanálise na medicina. Opção lacaniana, v. 32, p. 8-14, dez. 2001.

LACAN, J. (1969). Outros escritos. Rio de Janeiro: Zahar, 2003.

LACAN, J. (1962-1963). O Seminário: Livro 10: A Angústia. Rio de Janeiro: Zahar, 2005.

LAPLANCHE, J.; PONTALIS, J. B. Vocabulário de Psicanálise. 4. ed. São Paulo: Martins Fontes, 2001.

LEMOS, I. Bulimia e anorexia: patologias da falta e do excesso. Mental, Barbacena, v.3, n.5, p. 81-89, nov. 2005. Disponível em

<http://pepsic.bvsalud.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1679-

&lng=pt&nrm=iso>. Acesso em 07 abr. 2018.

LISBOA, V. C. A. et al. Aggressiveness and Hostility in the Family Environment and Chronic Constipation in Children. Digestive Diseases and Sciences, v.53, n.9, p.2458-2463, sept.

MOTTA, C. R.; SILVA, L. R.; De Castro, H. A Psicanálise da Criança – Um Estudo de Caso. Revista de Ciências Médicas e Biológicas, Salvador, v.9, n.1, 89-94, 2010. (Suplemento).

MOTTA, C. R. O que sabem os Residentes de Pediatria, de Salvador-Bahia, sobre a relação entre a constipação intestinal funcional crônica com ênfase nos aspectos psíquicos? Salvador: UFBA, 2011. 122 f. Dissertação (Mestrado em Ciências da Saúde) -

Programa de Pós-Graduação em Processos Interativos dos Órgãos e Sistemas, Instituto de Ciências da Saúde, Universidade Federal da Bahia, Salvador, 2011.

MOTTA, C. R. Da terapêutica médica à psicanálise. Topos - Série de Psicanálise, cidade? v.13, n.13, p. 439-445, 2013.

MOTTA, C. R. et al. What do pediatrics Residents know about the psychological factors in constipation? Psicologia, Saúde & Doenças, Lisboa, v. 14, n.1, p. 38-52, mar. 2013. Disponível em: <http://www.scielo.mec.pt/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1645-

&lng=pt&nrm=iso>. Acesso em 07 abr. 2018.

MOTTA, C. R.; SILVA, L. R. O lúdico na clínica psicanalítica com crianças e adolescentes com constipação intestinal funcional: um estudo prospectivo-qualitativo. Revista de Ciências Médicas e Biológicas, Salvador, v.14, n.3, p.360-371, set./dez. 2015.

OLIVEIRA, I. T. Psicoterapia psicodinâmica breve: dos precursores aos modelos atuais. Psicologia: Teoria e Prática, São Paulo, v.1, n.2, p.9-19, 1999.

VAN DEN BERG, M. M.; BENNINGA, M. A.; DI LORENZO, C. Epidemiology of childhood constipation: a systematic review. The American Journal of Gastroenterology, New York,

v.101, n.10, p. 2401-2409, oct. 2006.

VAN DIJK, M. et al. Prevalence and Associated Clinical Characteristics of Behavior Problems in Constipated Children. Pediatrics, Itasca, v.125, n.2, p.309-317, jan. 2010.

Publicado
2018-07-14
Métricas
  • Visualizações do Artigo 502
  • ♪Áudio♪ downloads: 2
Como Citar
Motta, C. dos R., Silva, L. R., Castro, H. de, & Ferraz, E. G. (2018). PSICOTERAPIA BREVE EM PACIENTES COM CONSTIPAÇÃO INTESTINAL FUNCIONAL: CONTRIBUIÇÕES À EDUCAÇÃO MÉDICA. Cenas Educacionais, 1(1), 222-241. Recuperado de https://www.revistas.uneb.br/index.php/cenaseducacionais/article/view/5145
Seção
Artigos (Fluxo Contínuo)