A EDUCAÇÃO DO CAMPO EM TEMPOS DE PRIVATIZAÇÃO E GOLPE

Palavras-chave: Educação. Educação do Campo. Privatização. Golpe.

Resumo

Este artigo objetiva apresentar uma análise sobre o contexto recente da educação brasileira, em especial da educação do campo, no âmbito político e econômico marcado por uma conjuntura de privatizações e golpe de Estado. O texto aborda a temática utilizando a perspectiva do Materialismo Histórico Dialético para explicitar os conceitos de Educação, Privatização e Golpe, que são centrais neste estudo. Por fim, destaca a importância da atuação dos docentes, dos movimentos sociais, inclusive sindicatos, na resistência e luta contra a perda de direitos e o desmonte da democracia brasileira.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Júlia Cecília de Oliveira Alves Ribeiro, Docente na rede Municipal de Educação de Dário Meira.
Mestranda pelo Programa de Pós-Graduação em Educação da Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia. Graduada em Pedagogia. Integrante do Grupo de Estudos e Pesquisa: Didática, Formação e Trabalho Docente.
Daniela Oliveira Vidal da Silva, Mestranda pelo Programa de Pós-Graduação em Educação da Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia.
Graduada em Pedagogia. Membro do Grupo de Estudos e Pesquisa em Didática, Formação e Trabalho Docente e do Grupo de Pesquisa em Administração Política para o Desenvolvimento. 
Elisângela Andrade Moreira Cardoso, Professora na Rede Municipal de Educação de Vitória da Conquista.
Mestra em Docência Universitária e Mestranda em Educação. Graduada em Letras e em Pedagogia.
Cláudio Pinto Nunes, Professor no Programa de Pós-Graduação em Educação da Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia (PPGEd/UESB).
Pós-Doutorado, Doutorado e Mestrado em Educação. Graduado em Pedagogia. É líder do Grupo de Pesquisas sobre Didática, Formação e Trabalho Docente.

Referências

ADRIÃO, Thereza. Privatização da Educação Básica no Brasil: considerações sobre a incidência de corporações na gestão da educação pública. In: ARAÚJO, Luiz; MARCELINO, José (Org.). Público x Privado em tempos de golpe. São Paulo: Fundação Lauro Campos, 2017.

ANTUNES, Ricardo. A era das contrarrevoluções e o novo estado de exceção. IN: LUCENA, Carlos; PREVITALI, Fabiane Santana; LUCENA, Lurdes (Org.). A crise da democracia brasileira – Volume I – Uberlândia: Navegando Publicações, 2017.

BRASIL. Emenda Constitucional nº 95 de 15/12/2016. Altera o ato das disposições constitucionais transitórias, para instituir o novo regime fiscal, e dá outras providências. Brasília, Dezembro, 2016. Disponível em: <http://legis.senado.leg.br/legislacao/ListaTextoSigen.action?norma=540698&id=14374770&idBinario=15655553&mime=application/rtf.n> Acesso em: 03 maio 2018.

BRASIL. Lei nº 13.473, de 08 de agosto de 2017. Dispõe sobre as Diretrizes para a elaboração e execução da Lei Orçamentária de 2018 e dá outras providências. Brasília, Agosto, 2017. Disponível em: <http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2015-

/2017/Lei/L13473.htm> Acesso em 03 maio 2018.

BRUNO, Lúcia. Educação e Desenvolvimento Econômico no Brasil. Revista Brasileira de Educação, v. 16 n° 48, set.-dez. 2011.

COSTA, Bruno. Educação básica: avanços e retrocessos. Assessoria da Liderança do PT no Senado Federal, Brasília/DF, 2017 Disponível em: https://ptnosenado.org.br/wp/wpcontent/uploads/2017/10/educacao_basica_artigo_argumento.pdf Acesso em: 14/06/18.

FREITAS, Luís Carlos de. Os empresários e a política educacional: como o proclamado direito à educação de qualidade é negado na prática pelos reformadores empresariais. Germinal, Salvador,v.6, n.1, p.48-59, jun. 2014.

HARVEY, David. O neoliberalismo: história e implicações. São Paulo: Loyola, 2008.

LALANDE, André. Vocabulário técnico e crítico da filosofia. São Paulo: Martins Fontes, 1999.

MALANCHEN, Júlia; SANTOS, Silva Alves. O golpe parlamentar de 2016 e o reordenamento da hegemonia burguesa. IN: LUCENA, Carlos; PREVITALI, Fabiane Santana; LUCENA, Lurdes (Org). A crise da democracia brasileira. v. I, Uberlândia: Navegando Publicações, 2017.

MARX, Karl; ENGELS, Friedrich. Burgueses e proletários (Manifesto do Partido Comunista). In: FERNANDES, Florestan (Org.). K. Marx, F. Engels: História. 3. ed. São Paulo: Editora Ática, 1989 [1848]. p. 365-375.

MARX, Karl; ENGELS Friedrich. Manifesto do Partido Comunista. Tradução: Antônio Carlos Braga. São Paulo: Escala, 1998.

MÉSZÁROS, István. Para além do capital: rumo a uma teoria da transição. Tradução Paulo Cezar Castanheira, Sérgio Lessa. 1. ed. revista. São Paulo: Boitempo, 2011.

MÉSZÁROS, István. Atualidade histórica e ofensiva socialista: uma alternativa radical ao sistema parlamentar. IN: LUCENA, Carlos; PREVITALI, Fabiane Santana; LUCENA, Lurdes (Org). A crise da democracia brasileira. v. I, Uberlândia: Navegando Publicações, 2017.

PARTIDO DOS TRABALHADORES (PT). Manifesto de Fundação. Aprovado pelo Movimento Pró–PT, 1980. Colégio Sion, São Paulo, 10 fev. 1980. Publicado do Diário Oficial da União em 21 de outubro de 1980. Disponível em:

<http://www.pt.org.br/manifesto-de-fundacao-do-partido-dos-trabalhadores/>. Acesso em: 04 maio 2018.

PERONI, Vera Maria Vidal; PIRES, Daniela Oliveira; ROSSI, Alexandre José. Regulamentação do terceiro setor no Brasil e a democratização da educação pública. Políticas Educativas, Santa Maria, v.10, n.2, p.81-98, 2017.

SANTOS, Arlete Ramos dos. Aliança (neo) desenvolvimentista e decadência ideológica no campo: os movimentos sociais e a reforma agrária do consenso: Curitiba: CRV, 2016.

SANTOS, Arlete Ramos dos. Educação do campo e agronegócio: território de disputas. Educação em Revista, Marília, v.18, n.2, p.71-90, jul./dez., 2017.

SAVIANI, Dermeval. Escola e Democracia. 2. ed. São Paulo: Cortez, 1984.

SAVIANI, Dermeval. A crise política no Brasil, o golpe e o papel da educação na resistência e na transformação. IN: LUCENA, Carlos;

PREVITALI, Fabiane Santana; LUCENA, Lurdes (Org). A crise da democracia brasileira. v. I, Uberlândia: Navegando Publicações, 2017.

SILVA, Armando Correa da. As Categorias como Fundamentos do Conhecimento Geográfico. In: SANTOS, Milton; SOUZA, Maria Adélia. A. (Orgs.). Espaço Interdisciplinar. São Paulo: Nobel, 1986.

TAFFAREL, C. N. Z. A atualidade da Educação do Campo em tempos de privatização e golpe. Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia (UESB), Vitória da Conquista, 24 de abril de 2018.

ZANLORENZI, Maria Josélia. Reflexões acerca do Materialismo Histórico Dialético, pesquisa em educação e categorias de análise. Revista LABOR nº 13, v. 1, 2015.

Publicado
2018-07-14
Métricas
  • Visualizações do Artigo 924
  • ♪Áudio♪ downloads: 11
Como Citar
Ribeiro, J. C. de O. A., Silva, D. O. V. da, Cardoso, E. A. M., & Nunes, C. P. (2018). A EDUCAÇÃO DO CAMPO EM TEMPOS DE PRIVATIZAÇÃO E GOLPE. Cenas Educacionais, 1(1), 111-128. Recuperado de https://www.revistas.uneb.br/index.php/cenaseducacionais/article/view/5141
Seção
Dossiê temático