AFILIAÇÃO RELIGIOSA E ESTILO DE VIDA EM ESCOLARES DO ENSINO MÉDIO NO ALTO SERTÃO BAIANO

Palavras-chave: Religião, Comportamento do adolescente, Estilo de vida, Comportamentos Relacionados com a Saúde

Resumo

Objective: Analyzing the association between religious membership and lifestyle in high school students from the city in Guanambi, Bahia state, Brazil. Method: School-based survey, with a sample of 1,140 students enrolled in public and private schools. Data collection was performed through a questionnaire. Logistic regression was used for analysis, the variables with p<0.20, and statistical significance to p<0.05 in the final model were selected. Positive reference regarded to religion determined religious membership. Results: The prevalence of students with religious membership was 92.0%. In the entire sample, the variables with the lowest chance of showing religious membership were: male gender (OR=0.31; CI95%: 0.22-0.54); drinking no alcohol beverages (OR=0.50; CI95%: 0.31-0.80); inadequate consumption of vegetables (OR=0.47; CI95%: 0.28-0.78); and self-perception of high stress level (OR=0.47; CI95%: 0.29-0.78); It is higher among those who inappropriately consumed natural fruits/juices (OR=1.71; CI95%: 1.08-2.68). In the male group of students, the lowest chances of presenting the outcome were among those who did not consume alcoholic beverages (OR=0.52; CI95%: 0.29-0.94) and those with self-perception of high stress level (OR=0.43; CI95%: 0.22-0.85). Among female students, the chances of having religious membership were higher among those with inadequate consumption of natural fruits/juices (OR=2.54; CI95%: 1.20-5.38) and lower among those who consumed vegetables inadequately (OR=0.31; CI95%: 0.13-0.75). Conclusion: Religious membership is associated to the lifestyle variables of high school students from the city of Guanambi, Brazil, with variation in association according to the gender.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Claudio Bispo de Almeida, Docente no Programa de Pós-Graduação em Ensino, Linguagem e Sociedade da Universidade do Estado da Bahia - Brasil

Doutor em Ciências da Saúde pelo Programa de Pós-graduação em Enfermagem e Saúde da Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia. Integrante do Núcleo Internacional de Estudos em Direitos Humanos, Educação, Cultura e Saúde.

Deyvis Nascimento Rodrigues, Professor na Rede Estadual de Educação da Bahia - Brasil

Mestre em Educação Física pela Universidade Federal do Vale do São Francisco. Integrante do Núcleo Internacional de Estudos em Direitos Humanos, Educação, Cultura e Saúde.

Ricardo Franklin de Freitas Mussi, Docente no Programa de Pós-Graduação em Ensino, Linguagem e Sociedade da Universidade do Estado da Bahia - Brasil

Doutor em Educação Física pela Universidade Federal de Santa Catarina. Integrante do Núcleo Internacional de Estudos em Direitos Humanos, Educação, Cultura e Saúde.

Referências

Durkheim E. As Formas Elementares da Vida Religiosa: o sistema totêmico na Austrália. 3ª ed. Paulus. 2008.

Giddens A. Sociologia. 4 ed. Porto Alegre: Artmed; 2005.

Guerriero S, Leite ALP, Bein C, Mendia F, Stern FL, Martins L. Concepções de saúde, cura e doença no ethos nova era: um estudo piloto entre terapeutas holísticos de São Paulo e Florianópolis. Caminhos. 2020; 18(1): 106-119.

Brasil. Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística – IBGE. Censo Demográfico 2010: Características gerais da população, religião e pessoas com deficiência. Rio de Janeiro:1-215, 2010.

Santos ARM. et al. Associação entre prática religiosa e comportamentos de risco à saúde em adolescentes de Pernambuco, Brasil. Rev Bras Ativ Fís Saúde. 2015; 20(3):284-296. Disponível em: DOI: http://dx.doi.org/10.12820/rbafs.v.20n3p284

Zappe JG, Dell’aglio DD. Adolescência em diferentes contextos de desenvolvimento: risco e proteção em uma perspectiva longitudinal. PSICO. 2016; 47(2), 99-110.

Malinakova K, et al. Adolescent religious attendance and spirituality—Are they associated with leisure-time choices? PLoS One. 2018; 13(6): e0198314.

Loch, MR. Comportamentos relacionados à saúde e indicadores de religiosidade em adolescentes escolares. Florianópolis. Dissertação - Mestrado - Faculdade de Educação Física da UFSC, 2006.

Nahas, MV. Atividade física, saúde e qualidade de vida: conceitos e sugestões para um estilo de vida ativo. 7ª. ed. rev. e atual. Londrina: Midiograf, 2017.

Santos ARM, et al. Estilo de vida na adolescência: o envolvimento religioso atuando nos comportamentos de risco à saúde. Pensar a Prática. 2014; 17(1): 01-294.

Teixeira CC, Guimarães LSP, Echer IC. Fatores associados à iniciação tabágica em adolescentes escolares. Rev. Gaúcha Enferm. 2017; 38(1): e69077.

Mélo EN. Associação entre religiosidade, atividade física e comportamento sedentário em adolescentes. Rev Bras Ativ Fis e Saúde. 2012; 17(5):359-369.

Meira SMJN, Alves TC. A vivência da espiritualidade por usuários de substâncias psicoativas de comunidade terapêutica do sudoeste baiano. Cenas Educacionais. 2020;3:e8410.

Nunes AP, Mariz C, Faerstein E. Saúde, Religião e Trânsito Religioso: Estudo Pró-Saúde. DADOS – Revista de Ciências Sociais. 2016; 59(4): 1241-1274.

Brasil. Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística [internet]. IBGE cidades 2015 [acesso em 01 mar 2019]. Disponível em: http://www.cidades.ibge.gov.br/xtras/perfil.php?lang=&codmun=291170&search=bahia|guanambi

Nahas MV, et al. Estilo de vida e indicadores de saúde dos jovens catarinenses: relatório de pesquisa desenvolvida pelo NuPAF/UFSC com amostra representativa dos estudantes de 15 a 19 anos matriculados nas escolas Estaduais do Ensino Médio em Santa Catarina. Florianópolis: NuPAF/UFSC; 2005.

Barmola KC. Religion / Spirituality and Mental Health of Students. Journal of Environmental and Social Sciences. 2015; 2(1):4–6.

Fernandes RL, et al. Relação entre estresse, atividade física e desempenho escolar em adolescentes. Arquivos de Ciências do Esporte. 2017; 5(2);37–39.

Cabistany LD, Rombaldi AJ. Associação entre prática religiosa e estilo de vida saudável em escolares de Pelotas, RS. ABCS Health Sci. 2014; 39(2):64-70. Disponível em: DOI: http://dx.doi.org/10.7322/abcshs.v39i2.624

Pew Research Center. The Gender Gap in Religion Around the World: Women are Generally More Religious Than Men, Particularly Among Christians. Sociology of Religion: 122, 2016.

Moreira-Almeida A, et al. Envolvimento religioso e fatores sociodemográficos: resultados de um levantamento nacional no Brasil. Rev Psiq Clín. 2010;37(1):12-15.

Gonçalves IA, et al. Envolvimento de adolescentes do norte de Portugal com o álcool. Texto Contexto Enferm. 2016; 25(4): e4920015.

Barry AE, Valdez D, Russell AM. Does Religiosity Delay Adolescent Alcohol Initiation? A Long-Term Analysis (2008–2015) of Nationally Representatives Sample of 12th Graders. Substance Use and Misuse. 2019; 0(0):1–9.

Guimarães MO, et al. Religiosity as a possible protective factor against “binge drinking” among 12-year-old students: a population-based study. Ciência & Saúde Coletiva. 2018; 23(4):1067-1076.

Rodrigues EM, Boog MCF. Problematização como estratégia de educação nutricional com adolescentes obesos. Cad. Saúde Pública. 2006; 22(5):923-931. Disponível em: https://www.scielo.br/pdf/csp/v22n5/05.pdf

Tavares LF, Castro IRR, Levy RB, Cardoso LO, Claro RM. Padrões alimentares de adolescentes brasileiros: resultados da Pesquisa Nacional de Saúde do Escolar (PeNSE). Cad. Saúde Pública. 2014; 30(12):1-13. Disponível em: https://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-311X2014001202679&lng=en&tlng=en

Reis AAC, Malta DC, Furtado LAC. Desafios para as políticas públicas voltadas à adolescência e juventude a partir da Pesquisa Nacional de Saúde do Escolar (PeNSE). Ciência & Saúde Coletiva. 2018; 23(9):2879-2890.

Tan MM, Chan CKY, Reidpath DD. Religiosity and Spirituality and the Intake of Fruit, Vegetable, and Fat: A Systematic Review. Evidence-Based Complementary and Alternative Medicine. 2013; 1–18.

Krause N, et al. Assessing the Relationship Between Religious Involvement and Health Behaviors. Health Education & Behavior. 2017; 44(2):278–284.

Foch GFL, Silva AMB, Enumo SRF. Coping religioso/espiritual: uma revisão sistemática de literatura (2003-2013). Arquivos Brasileiros de Psicologia. 2017; 69(2):53–71.

Publicado
2021-12-30
Métricas
  • Visualizações do Artigo 60
  • PDF (English) downloads: 2
Como Citar
Almeida, C. B. de, Rodrigues, D. N., & Mussi, R. F. de F. (2021). AFILIAÇÃO RELIGIOSA E ESTILO DE VIDA EM ESCOLARES DO ENSINO MÉDIO NO ALTO SERTÃO BAIANO. Práticas E Cuidado: Revista De Saúde Coletiva, 2, e12115. Recuperado de https://www.revistas.uneb.br/index.php/saudecoletiva/article/view/12115
Seção
Artigos (FLUXO CONTíNUO)

##plugins.generic.recommendByAuthor.heading##