A Revista Multidisciplinar do Núcleo de Pesquisa e Extensão (RevNUPE), vinculada ao Departamento de Educação da Universidade do Estado da Bahia, Campus VII, cumpre com a função de divulgar trabalhos que têm como foco a formação de professores e professoras, nas diversas áreas dos cursos que compõe o departamento (Pedagogia, Matemática, Teatro e Ciências Biológicas), os processos de ensino e aprendizagem dessas ciências e as múltiplas questões envoltas ao contexto educacional. É foco deste periódico, também, as diversas práticas que contextualizam a formação e atuação profissional de Enfermeiros/as e Contadores/as. Vale destacar que a RevNUPE aceita manuscritos em Português, Inglês e Espanhol. A revista não cobra nenhuma taxa de processamento de artigos (Article Processing Charge - APC). 

O processo de avaliação adotado pela Revista Multidisciplinar do Núcleo de Pesquisa e Extensão é o duplo cego (Double-Blind Review). Será realizado por pareceristas com vínculo institucional diferente dos proponentes do texto. Caso haja alguma situação de conflito de interesse este deve ser informado aos editores no momento da submissão. Em caso de pareceres com resultados divergentes, o texto será enviado para um terceiro avaliador. 

A RevNUPE, desde a sua criação, adotou a publicação contínua (rolling pass). Os artigos, nesse processo, são publicados logo após sua aprovação e quando da realização da diagramação. Vale destacar que o Expediente definitivo, contendo o Sumário e o Editorial, somente será publicado no encerramento do volume. 

Notícias

Chamada pública para Dossiê temático: PRODUÇÃO E GESTÃO DO CONHECIMENTO EM SEXUALIDADES, GÊNERO E RAÇA/ETNIAS: MÚLTIPLAS INTERSEÇÕES NA EDUCAÇÃO BÁSICA

2021-07-26

Chamada pública para Dossiê temático:

PRODUÇÃO E GESTÃO DO CONHECIMENTO EM SEXUALIDADES, GÊNERO E RAÇA/ETNIAS: MÚLTIPLAS INTERSEÇÕES NA EDUCAÇÃO BÁSICA.

Ementa

Sexualidades, Gênero e Raça/Etnias são temáticas que possuem especial relevância nos estudos contemporâneos. Os pertencimentos de raças-etnias, gênero e sexualidades interferem na socialização e nas vivências, em diferentes espaços sociais educativos, afetando negativamente a construção identitária dos sujeitos, que por sua vez sofrem com silenciamentos, negações e discriminações. Deste modo, ampliar o conhecimento dos processos de produção de saberes no campo da educação básica que discutam relações raciais, de gênero e sexualidades em diferentes espaços sociais educativos têm se constituído uma das principais estratégias de enfrentamento na perspectiva dos estudos feministas, no que se refere à produção de conhecimentos e práticas antirracistas e promotoras de igualdade.

Os últimos anos foram fundantes quanto à interlocução entre essas categorias-conceitos, configurando interfaces e indicando construção de epistemologias por e para as/os investigadoras/es das áreas temáticas. De que maneira as categorias Sexualidades, Gênero e Raças/Etnias têm contribuído para a produção de saberes, gestão do conhecimento e desenvolvimento de práticas mais igualitárias?

O propósito é discutir processos de identificação, suas estratégias educativas e culturais e as múltiplas intersecções, ampliando o conhecimento dos processos de produção de desigualdades a partir das relações étnico-raciais, de gênero e das sexualidades, no intuito de possibilitar o fortalecimento de ações a partir de espaços educativos formais e não formais, procurando debater os processos e modos de exclusão de grupo subalternizados, com especial interesse em enfoques e metodologias teóricas e empíricas que se contraponham ao processo de ensino tradicional e excludente, apresentando alternativas de transformação e equidade com vista a uma pedagogia libertária.

O presente dossiê busca despertar o aprofundamento de novas discussões e contribuições de pesquisadores/as cujos aspectos centrais dos estudos que: (1) abarque as reflexões sobre a existência de pesquisas sobre a sexualidades, gênero e raças/etnias com foco na educação básica; (2) apresentar novos resultados de pesquisas realizadas nesse contexto; e, (3) propor mais aportes teóricos e soluções metodológicas inovadoras para lidar com essas realidades em espaços educativos.

Pretende-se, portanto, congregar pesquisadoras(es) que tenham se dedicado em evidenciar, problematizar e produzir conhecimentos e promover diálogos sobre experiências com propostas que discutam práticas sociais e/ou pedagógicas e suas formas de lidar com as questões de sexualidades, gênero e etnias.

Os trabalhos resultantes de pesquisa empírica ou bibliográfica devem ser submetidos pelo site da Revista Multidisciplinar do Núcleo de Pesquisa e Extensão (REVNUPE), realizando a submissão do manuscrito na seção “DOSSIÊ:  PRODUÇÃO E GESTÃO DO CONHECIMENTO EM SEXUALIDADES, GÊNERO E RAÇA-ETNIAS- MÚLTIPLAS INTERSEÇÕES NA EDUCAÇÃO BÁSICA” e em conformidade com todas as normas da revista e do template. Os artigos que comporão o presente dossiê são publicados logo após a finalização do processo de avaliação, revisão e diagramação.

Submissões: 10 de agosto a 31 de outubro de 2021.

Orientações para autor(es/as):

Todas as propostas deverão ser enviadas via sistema e as diretrizes para apresentação do(s) manuscrito(s) constam no portal da revista:

https://www.revistas.uneb.br/index.php/revnupe/about/submissions

As submissões passarão por análise preliminar das organizadoras/editoras quanto a adequação ao escopo do dossiê temático. Caso tenham aderência à proposta, serão encaminhadas para o processo de revisão por pares do tipo duplo cego, conforme as normas da revista disponíveis no site.  

Organizadoras:

Maria José Souza Pinho - Professora Adjunta da Universidade do Estado da Bahia, Departamento de Educação/Campus VII e docente Programa de Pós-Graduação em Educação e Diversidade- PPGED/UNEB. Coordenadora do Laboratório Interdisciplinar de Pesquisa, Ensino e Extensão em Biologia (LIPEEBIO) e do Núcleo PIBID.  Líder do Grupo de Estudos em Educação Científica (GEEC/UNEB). Associada e Secretaria SBRASH(Gestão 2020-2022).

Tereza Cristina Pereira Carvalho Fagundes - Tereza Cristina Pereira Carvalho Fagundes - Doutora em Educação e professora aposentada da Universidade Federal da Bahia. Pesquisadora, extensionista e autora de publicações na área de Educação em Sexualidade, entre outras. Associada SBRASH, Diretora de Relacionamento e Delegada Regional na Bahia (Gestão 2020/2022). Membro da Commission de Educación y Formación Continua de FLASSES (2018-2021). Pesquisadora DIFEBA/UNEB.

Eliana do Sacramento de Almeida – Professora da Universidade do Estado da Bahia, Departamento de Educação/Campus VII. Enfermeira. Doutoranda em Enfermagem e Saúde (PPGENF/UFBA). Mestra em Educação e Diversidade (MPED/UNEB). Vice coordenadora do Laboratório de História e Cultura Afro-Brasileira e Currículo Mariinha Rodrigues (LahAfro/UNEB).

Saiba mais sobre Chamada pública para Dossiê temático: PRODUÇÃO E GESTÃO DO CONHECIMENTO EM SEXUALIDADES, GÊNERO E RAÇA/ETNIAS: MÚLTIPLAS INTERSEÇÕES NA EDUCAÇÃO BÁSICA

Edição Atual

v. 1 n. 1 (2021): Revista Multidisciplinar do Núcleo de Pesquisa e Extensão (Fluxo Contínuo)
Publicado: 2021-05-07

Ciências Educacionais

Ciências Biológicas

Ver Todas as Edições