Escola e docência no contexto da diversidade:

notas crítico-reflexivas e propositivas

Palavras-chave: Docência, Práticas pedagógicas, Diversidade e diferença

Resumo

Este texto, em formato de ensaio, tem por objetivo apresentar reflexões e problematizações sobre os sentidos da educação escolar, expressos no currículo e na prática pedagógica, e a necessidade de uma postura ética na práxis docente no contexto da diversidade. No campo metodológico, elegemos a pesquisa bibliográfica do tipo qualitativa com a utilização de autores(as) que versam sobre as temáticas abordadas. O escopo da escrita é potencializado por discussões teóricas para dialogar sobre heterossexualidade (FOUCAULT (2001; 2004; 2007; LOURO, 2001; 2010), relações de gênero (bell hooks, 2017), práticas de ensino (FREIRE, 1996; 2010; 2015a/b), antirracismo (LORDE, 2019), diferença e docência (SOUZA, 2018). Assim, refletimos sobre o esvaziamento das temáticas antissexismo, antirracismo e anti-LGBTfobia nas escolas. Nas reflexões sobre gênero, raça e sexualidade, enfatizamos as possibilidades para o trabalho com a diversidade no contexto escolar. Por fim, apontamos caminhos para o respeito às diferenças, reconhecendo o direito impreterível dos(as) estudantes e professores(as) de serem livres e respeitados(as) por suas escolhas e que tal respeito seja materializado no currículo escolar e na formação docente.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Antonio José de Souza, Universidade Católica do Salvador (UCSal) / Secretaria Municipal de Educação de Itiúba/BA

Doutorando do Programa de Pós-graduação em Família na Sociedade Contemporânea pela Universidade Católica do Salvador (UCSal) – em período sanduíche como pesquisador doutorado livre na École des Hautes Études en Sciences Sociales (EHESS/Paris). Mestre em Educação e Diversidade pela Universidade do Estado da Bahia (UNEB/Campus IV). Especialista em Desenvolvimento Sustentável no Semiárido com Ênfase em Recursos Hídricos pelo Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Baiano (IFBaiano/Campus Senhor do Bonfim). Bacharel em Teologia pela Faculdade Católica de Fortaleza/CE (FCF). Licenciado em História pela Faculdade de Ciências da Bahia (FACIBA/Salvador). Professor da Educação Básica do município de Itiúba/BA. Integrante do Laboratório de Políticas Públicas, Ruralidades e Desenvolvimento Territorial (LaPPRuDes/IFBaiano), da Associação Brasileira de Pesquisadores(as) Negros(as) (ABPN) e bolsista da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado da Bahia (FAPESB).

Ana Maria Anunciação da Silva, Universidade do Estado da Bahia

Mestranda do Programa de Mestrado Profissional em Educação e Diversidade da Universidade do Estado da Bahia (UNEB), professora da Educação Básica do Município de Ichu/BA,  vinculada ao Grupo de Pesquisa Formação Experiências Linguagens (FEL/UNEB/CNPq). 

Sandra Santos de Araújo, Universidade do Estado da Bahia

Mestranda do Programa de Mestrado Profissional em Educação e Diversidade da Universidade do Estado da Bahia (UNEB),  professora da Educação Básica,  vinculada ao Grupo de Leitura e Estudo Interdisciplinares sobre Gênero e Sexualidade (GLEIGS/UNEB) e ao Grupo de Pesquisa Formação Experiências Linguagens (FEL/UNEB/CNPq).

Heron Ferreira Souza, Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Baiano

Pós-doutor em Educação e Contemporaneidade - UNEB. Doutor em Educação - Unicamp. Mestre em Educação e Contemporaneidade - UNEB. Licenciado em Geografia - UNEB. Professor do Mestrado Profissional em rede em Educação Profissional e Tecnológica - ProfEPT / IF Baiano. 

Referências

ADORNO, Theodor W. Notas de literatura I. Tradução e apresentação: Jorge M. B. de Almeida. São Paulo: Duas Cidades; Ed. 34, 2003.

ARAÚJO, Thaciane Carneiro; SOUZA, Antonio José de. Identidades e cultura na docência do campo/roça: reflexões sobre a docência em classes multisseriadas. In: SOUZA, Antonio José de; SOUZA, Heron Ferreira (Orgs.). Educação no/do Campo: entre o concebido, percebido e vivido. Curitiba: Editora CRV, 2020, p. 23-38.

ARROYO, Miguel Gonzalez. Currículo em disputa. Petrópolis: Vozes, 2011.

AUAD, Daniela. Educar meninos e meninas: Relações de gênero na escola. São Paulo: Contexto, 2012.

BHABHA, Homi. K. O local da cultura. Tradução: Myriam Ávila et al. Belo Horizonte, Editora da UFMG, 1998.

FOUCAULT, Michel. A ordem do discurso. Aula inaugural no College de France, pronunciada em 2 de dezembro de 1970. Tradução: Laura Fraga de Almeida Sampaio. Edições Loyola, São Paulo, 2004.

FOUCAULT, Michel. Microfísica do poder. Tradução: Roberto Machado. Rio de Janeiro: Edições Graal, 2007.

FOUCAULT. Michel. História da sexualidade.1: vontade de saber. Tradução: Maria Thereza da Costa. Albuquerque e J. A. Guilhon Albuquerque. Rio de Janeiro: Editora Grall, 2001.

FRANCO, Maria Amélia Santoro. Pedagogia como ciência da educação. Campinas, SP: Papirus, 2003.

FREIRE, Paulo. Pedagogia da autonomia: saberes necessários à prática educativa. São Paulo: Paz e Terra, 1996.

FREIRE, Paulo. Pedagogia do Oprimido. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 2010.

FREIRE, Paulo. Política e Educação. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 2015a.

FREIRE, Paulo. Pedagogia da Esperança. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 2015b.

GOFFMAN, Erving. Estigma. Tradução: Márcia Bandeira de Mello Leite Nunes. Rio de Janeiro: Zahar Editores, 1975.

HALL, Stuart. Identidade Cultural e Diáspora. Revista do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional, n. 24, p. 68-75, 1996. Tradução de Regina Helena Fróes e Leonardo Fróes. Disponível em: http://portal.iphan.gov.br/uploads/publicacao/RevPat24.pdf. Acesso em: 25 ago. 2021.

hooks, bell. Ensinando a transgredir: a educação como prática da liberdade. Tradução: Marcelo Brandão Cipolla. São Paulo: Editora WMF Martins Fontes, 2017.

LORDE, Audre. Irmã outsider. Tradução: Stephanie Borges. Belo Horizonte: Autêntica, 2019.

LOURO, Guacira Lopes. Currículo, gênero e sexualidade. In: LOURO, Guacira Lopes; FELIPE, Jane; GOELLNER, Silvana (Orgs.). Corpo, gênero e sexualidade: um debate contemporâneo na Educação. 9. Ed. Petrópolis, RJ: Vozes, 2010.

LOURO, Guacira Lopes. Gênero, sexualidade e educação: uma perspectiva pós estruturalista. Petrópolis, RJ: Vozes. 2001.

MAHEIRIE, Kátia. Agenor no mundo: um estudo psicossocial da identidade. Florianópolis: Editora Letras Contemporâneas, 1994.

MISKOLCI, Richard. Teoria Queer: um aprendizado pelas diferenças. Cadernos da diversidade. Belo Horizonte: Autêntica Editora, 2013.

MOITA LOPES, Luiz Paulo. Sexualidades em sala de aula: discurso, desejo e teoria queer. In: MOREIRA, Antônio Flávio; CANDAU, Vera Maria (Orgs.). Multiculturalismo: diferenças culturais e práticas pedagógicas. Petrópolis, RJ: Vozes, 2008, p. 125-148.

PARO, Vitor Henrique. Professor: artesão ou operário? São Paulo: Cortez, 2018.

RIOS, Adriana Vasconcelos Pacheco. Prefácio: entre identidades e diferenças nas classes multisseriadas. In: SOUZA, Antonio José de. O já-dito e não-dito acerca das identidades e cultura afro-brasileira: histórias de vida-formação-profissão dos docentes de classes multisseriadas. Curitiba: Editora CRV, 2018, p. 13-16.

SACRISTÁN, José Gimeno. O currículo: uma reflexão sobre a prática. Tradução: Ernani da Rosa. Porto Alegre, RS: Artmed, 2000.

SANTOS, Marilucia de Jesus Santana; SOUZA, Antonio José de. Formação docente na educação do campo/roça: o desafio da ocupação do espaço social e escolar “urbano-centrado”. In: SOUZA, Antonio José de; SOUZA, Heron Ferreira (Orgs.). Educação no/do Campo: entre o concebido, percebido e vivido. Curitiba: Editora CRV, 2020, p. 39-58.

SARTRE, Jean-Paul. Saint Genet: ator e mártir. Tradução: Lucy Magalhães. Petrópolis, RJ: Vozes, 2002.

SCOTT, Joan. Gênero: uma categoria útil para a análise histórica. Tradução: Christine Rufino Dabat; Maria Betania Ávila. Recife: SOS - Corpo e Cidadania, 1990.

SILVA, Franklin Leopoldo e. Sartre e o Existencialismo. Transcrição de Fernanda Viana Lima. Youtube, 21 de abr. de 2018. Disponível em: https://www.youtube.com/watch?v=6ra45z_DWi4. Acesso em 23 ago. 2021.

SILVA, Tomaz Tadeu da. A produção social da identidade e da diferença. In: SILVA, Tomaz Tadeu da (Org.). Identidade e diferença: a perspectiva dos estudos culturais. Petrópolis, RJ: Vozes, 2014, p. 73-102.

SOUZA, Antonio José de. Família, negritude e homossexualidade: um ensaio em primeira pessoa. In: SAMPAIO NETO, Agenor; COSTA, Aline Moerbeck da; SOUZA, Antonio José de et al. (Orgs.). Relações e dinâmicas intrafamiliares: Coleção: Olhares Multidisciplinares em Família. Curitiba: Editora CRV, 2020, p. 153-178.

SOUZA, Antonio José de. O já-dito e não-dito acerca das identidades e cultura afro-brasileira: histórias de vida-formação-profissão dos docentes de classes multisseriadas. Curitiba: Editora CRV, 2018.

SOUZA, Antonio José de. Vergonha da própria existência (sim, eu tive). Revista Memórias LGBT+Kilombola, ed. 13, ano 8, 1º semestre de 2021, p. 71-74. Disponível em: https://memoriaslgbt.com/edicao-atual/. Acesso em: 11 ago. 2021.

SOUZA, Antonio José de; et al. A Covid-19 e os desafios da Educação do Campo no município de Riacho de Santana/BA. Revista Macambira, volume 4, nº 2, p. 1-22, 2020. Disponível em: http://revista.lapprudes.net/index.php/RM/article/view/506. Acesso em 23 ago. 2021.

SOUZA, Antonio José de; SILVA, Ana Maria Anunciação da. Aula de história, lendo estória: negritude nos cachos de Lelê. In: SATLER, Carla Fernanda da Silva; MARQUARDT, Jaqueline (Orgs.). Caminhos da Aprendizagem Histórica: africanidades e cultura afro-brasileira. Rio de Janeiro: Sobre Ontens/UERJ, 2021, p. 104-111.

TARDIF, Maurice. Saberes docentes e formação profissional. Tradução: Francisco Pereira. Petrópolis, RJ: Vozes, 2010.

Publicado
2021-12-18
Métricas
  • Visualizações do Artigo 170
  • PDF (PORTUGUÊS) downloads: 107
Como Citar
de Souza, A. J., Anunciação da Silva, A. M., Santos de Araújo, S., & Ferreira Souza, H. (2021). Escola e docência no contexto da diversidade: : notas crítico-reflexivas e propositivas. Revista Multidisciplinar Do Núcleo De Pesquisa E Extensão (RevNUPE), 1(1), e202105. Recuperado de https://www.revistas.uneb.br/index.php/revnupe/article/view/12752
Seção
Dossiê: Produção e gestão do conhecimento em sexualidades, gênero e raça/etnias