Imagens dos corpos inscritas nas narrativas de alunos do ensino médio: as (inter)corporeidades e o currículo

Autores

  • Roberta Jardim Coube IEPIC (Instituto Professor Ismael Coutinho) UFF (Universidade Federal Fluminense)
  • Eda Maria de Oliveira Henriques Universidade Federal Fluminense

DOI:

https://doi.org/10.31892/rbpab2525-426X.2017.v2.n6.p520-534

Palavras-chave:

Educação Física. Currículo. Corpo

Resumo

Este texto é um exercício de sentir, pensar e agir modos outros de lidar com a pesquisa na educação. Valemo-nos da abordagem de pesquisa narrativa, na perspectiva bakhtiniana, procurando colocar-nos em posição de escuta, compreendendo o sentido do enunciado articulado à vida. Trazemos as narrativas de si de alunos do ensino médio de um colégio federal do Rio de Janeiro sobre suas experiências nas aulas de Educação Física. O gênero que se sobressaiu em suas enunciações foi a história em quadrinhos (HQs) em que os sujeitos falam sobre momentos marcantes vividos nas aulas desta disciplina. O que evidenciou a importância de estabelecer uma relação entre (inter)corporeidades e currículo escolar e a necessidade de repensar o ensino médio. O conceito de currículo oculto, segundo Jurjo Torres, relacionado às enunciações dos sujeitos coautores dessa pesquisa produziram  narrativas e imagens inscritas em seus corpos – aqui entendidos como cronotopos e diálogos a partir de apropriações bakhtinianas de Susan Petrilli e Augusto Ponzio. As narrativas de si são potentes por exortarem uma pedagogia da escuta, possibilitando que narradores e escutadores se (trans)formem, realizando concretamente uma epistemologia outra da formação trazida pelas abordagens de histórias de vida e formação.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

ARROYO, Miguel G. Repensar o ensino médio por quê? In: DAYRELL, Juarez; CARRANO, Paulo; MAIA, Carla Linhares (Orgs.). Juventude e ensino médio. Belo Horizonte: Editora UFMG, 2014.

BAKHTIN, Mikhail. Arte e responsabilidade. In: ______. Estética da criação verbal. São Paulo: Martins Fontes, 2003.

BAKHTIN, Mikhail. Para uma filosofia do ato responsável. São Carlos: Pedro & João Editores, 2010.

BUBNOVA, Tatiana. Do corpo à palavra: leituras bakhtinianas. São Carlos: Pedro & João Editores, 2016.

PONZIO, Augusto. O Cronótopo na obra de Bakhtin. In: Palavras e contrapalavras: circulando pensares do Círculo de Bakhtin. São Carlos: Pedro & João Editores, 2013.

CHARTIER, Roger. Prefácio. In: CHARTIER, Roger (Org.). Práticas da leitura. 5 ed. São Paulo: Estação Liberdade, 2011.

NEIRA, Marcos Garcia. Influências contemporâneas no currículo da Educação Física. In: NEIRA, Marcos Garcia. Educação Física. São Paulo: Blucher, 2011.

PRADO, Guilherme do Val Toledo; SERODIO, Liana Arrais; PROENÇA, Heloísa Dias Martins; RODRIGUES, Nara Caetano. Metodologia narrativa de pesquisa em educação: uma perspectiva bakhtiniana. São Carlos: Pedro & João Editores, 2015.

PINEAU, Gaston; LE GRAND, Jean-Louis. As histórias de vida. Natal, RN: EDUFRN, 2012.

TORRES SANTOMÉ, Jurjo. El curriculum oculto. Ediciones Morata: Madrid, 2005.

Downloads

Publicado

2017-12-15

Como Citar

COUBE, R. J.; HENRIQUES, E. M. de O. Imagens dos corpos inscritas nas narrativas de alunos do ensino médio: as (inter)corporeidades e o currículo. Revista Brasileira de Pesquisa (Auto)biográfica, [S. l.], v. 2, n. 6, p. 520–534, 2017. DOI: 10.31892/rbpab2525-426X.2017.v2.n6.p520-534. Disponível em: https://www.revistas.uneb.br/index.php/rbpab/article/view/3862. Acesso em: 4 mar. 2024.