A análise textual discursiva como caminho para a compreensão de histórias de vida em pesquisa educacional

Palavras-chave: Análise textual discursiva, Metodologia de análise, História de vida

Resumo

A abordagem metodológica com histórias de vida tem sido utilizada na pesquisa educacional. Este estudo investiga como a Análise Textual Discursiva (ATD), desenvolvida por Morais e Galiazzi (2016), corrobora a compreensão e a interpretação das histórias de vida dos sujeitos. Fez-se necessário caracterizar as etapas do ciclo de análise da ATD, exemplificando-as com dados de pesquisa de mestrado (AUTOR, 2018). Direciona-se pela abordagem qualitativa. Concluiu-se que a ATD se adequa à análise de narrativas (auto)biográficas, por orientar o reconhecimento de significados, a organização em torno de categorias e a auto-organização textual, que comunica os resultados da pesquisa.

 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Sueli Rodrigues da Rocha, Instituto de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Norte - IFRN

Possui graduação em Letras pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte (2005), Especialização em Coordenação Pedagógica pela mesma universidade (2013) e Mestrado em Educação Profissional pelo Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Norte (IFRN) (2018). Exerce o cargo de Professora  do Ensino Básico Técnico e Tecnológico do IFRN. Tem experiência na área de Educação, com ênfase no ensino da Língua Portuguesa e Literatura. Desenvolve pesquisas a partir de histórias de vida desde 2018. É membro do Núcleo de Pesquisa em Educação - NUPED/IFRN.

Ana Lúcia Sarmento Henrique, Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Norte

Professora lotada no Campus Natal Zona Leste do IFRN. Doutora em Educação pela Universidade Complutense de Madrid, licenciada (1983) e mestre (1996) em Letras pela UFRN. Atuou  naelaboração de material didático para o curso Técnico de Nível Médio Integrado na modalidade Educação de Jovens e Adultos (presencial e a distância). Atuou como professora na especialização do Proeja (2008, 2009 e 2010), no Curso de Aperfeiçoamento de Professores do Município (2009, 2010 e 2011) e no Programa de Pós-Graduação em Educação Profissional do IFRN. É membro do Núcleo de Pesquisa em Educação - NUPED/IFRN.

Ilane Ferreira Cavalcante, Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Norte

Graduação em Letras pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte (1991), mestrado em Estudos da Linguagem (1996) e doutorado em Educação (2002) pela mesma universidade. Atualmente é professora de Língua Portuguesa do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Norte, atuando no Programa de Pós-graduação em Educação Profissional (PPGEP).  É editora da Revista Brasileira de Educação Profissional e Tecnológica - RBEPT/IFRN. Tem experiência na área de Letras e Educação, com ênfase em literatura e história da educação. É membro do Núcleo de Pesquisa em Educação - NUPED/IFRN.

Referências

ABRAÃO, Maria Helena Menna-Barreto. (Auto)biográfico, um método possível de pesquisa? In: PASSEGGI, Maria da Conceição. VICENTINI, Paula Perin. SOUZA, Elizeu Clementino de. (Org.). Pesquisa (auto)biográfica: narrativas de si e formação. Curitiba: CRV, 2013. p. 7-15.

DELORY-MOMBERGER, Christine. Abordagem metodológica na pesquisa biográfica. Revista Brasileira de Educação, v. 17, n. 51, p. 523-740, set./dez. 2012. Disponível em: https://www.scielo.br/j/rbedu/a/5JPSdp5W75LB3cZW9C3Bk9c/?format=pdf&lang=pt. Acesso em: 15 jul. 2021.

JOSSO, Marie-Christine. A metanoia: um processo biográfico de mudança de paradigma. In: ABRAÃO, Maria Helena Menna-Barreto [org]. A nova aventura (auto)biográfica: tomo III. Porto Alegre: EDIPUCRS, 2018. p. 5980-6612. Disponível em https://amz.onl/gVGijU7. Acesso em: 3 ago. 2021.

MINAYO, Maria Cecília de S. O Desafio do Conhecimento: pesquisa qualitativa em saúde. São Paulo: Hucitec Editora, 2014.

MORAES, Roque; GALIAZZI, Maria do Carmo. Análise Textual Discursiva. 3. ed. Ijuí: Ed. Unijuí, 2016.

NÓVOA, António. Os professores e as histórias de sua vida. In: NÓVOA, Antônio. (Org). Vida de professores. Portugal: Porto, 2015. p. 11-30.

RICOEUR, Paul. Teoria da interpretação: o discurso e o excesso de significação. Tradução de Artur Morão. Lisboa: Edições 70, 1976.

ROCHA, Sueli Rodrigues da. Narrativas de si: memórias entrecruzadas da pós-graduação e da prática pedagógica de professores de Língua Portuguesa e Literatura. 2018. 175 f. Dissertação (Mestrado em Educação profissional) – Programa de Pós-Graduação em Educação Profissional, Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Norte, Natal, 2018.

SANTOS, Boaventura de Souza. Um discurso sobre as ciências. 5. ed. São Paulo: Cortez, 2008.

Publicado
2022-05-14
Métricas
  • Visualizações do Artigo 382
  • pdf downloads: 696
Como Citar
ROCHA, S. R. DA; HENRIQUE, A. L. S.; CAVALCANTE, I. F. A análise textual discursiva como caminho para a compreensão de histórias de vida em pesquisa educacional. Revista Brasileira de Pesquisa (Auto)biográfica, v. 7, n. 20, p. 145-161, 14 maio 2022.