A GESTÃO TERRITORIAL DA EDUCAÇÃO NO BRASIL: INDEFINIÇÕES E TENSÕES INTERFEDERATIVASENTRE O PÚBLICO E O PRIVADO

Maura da Silva Miranda, Maria Couto Cunha

Resumo


O artigo apresenta a síntesede uma pesquisa documental e bibliográficaque integra um projeto de tese de doutorado na Universidade Federal da Bahia (UFBA) que discute a gestão da educação nacional, as lacunasconceituais e operacionais do regime de colaboração e da cooperação federativafrente à proposta de consolidação do Sistema Nacional de Educação por meio da institucionalização de Consórcios Públicos (CP) e Arranjos de Desenvolvimento da Educação (ADE), estesnuma relação público/privado, no espaço territorial. O estudo busca investigar sob que ordenamentos jurídicos,concepções e interesses políticos tais arranjos se fundamentame como eles vêm sendo disseminados no país. As análises sinalizam a urgência do debate sobre essas novas relações interfederativas, dadas às limitações que apresentam para assegurar o direito educacional no complexo federalismo brasileiro.


Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.38090/recs.2595-9980.2018.v1.n1.33-49

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




ISSN: 2595-9980

Indexadores:

 

About the Journal | Journal of Management InfoBrand & logos - Crossref