O difícil e o im-possível: o perdão segundo Ricoeur e Derrida

Resumo

RESUMO: Neste texto apresento o último debate travado entre Paul Ricoeur e Jacques Derrida, no qual versam sobre a questão do perdão. Esta prática de origens religiosas, das religiões abrâamicas, é discutida por esses filósofos a partir das tentativas de institucionalizá-la no âmbito laico, ressaltando os impasses e paradoxos que isso acarreta. Na primeira seção do artigo, apresento as considerações de Ricoeur, segundo o qual o perdão não é nem fácil, nem impossível, mas difícil, e se direciona às profundezas da culpabilidade; já na segunda seção, justaponho as considerações de Derrida para quem só há perdão do imperdoável, e o perdão é da ordem do im-possível. Tal debate não se limita a mera querela filosófica, mas diz respeito a questões políticas, diplomáticas e institucionais ao ressaltar o problema ético da exigência de perdão. Não proponho conciliar o posicionamento dos autores, mas apresentá-los ao enfatizar suas abordagens e distâncias.

Palavras-chave: Ricoeur, Derrida, Perdão, Difícil, Impossível.

 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Felipe Amancio, Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro

Felipe Amancio é bacharel em História da Arte pela EBA-UFRJ, mestre em Filosofia pela PUC-Rio e doutorando pela mesma instituição. Desenvolve pesquisas em filosofia contemporânea, nas áreas de hermenêutica de desconstrução. E-mail para contato: felipeab@live.com.

Referências

ARENDT, Hannah. A condição humana. Tradução de Roberto Raposo. 13ª ed. Rio de Janeiro, Editora Forense universitária, 2016.

DERRIDA, Jacques. Spectres de Marx: L’État de la dette, le travail du deuil et la nouvelle internationalle. Paris: Galilée, 1993.

________________. Le siècle et le pardon. Le monde débats. Paris, dezembro, 1999. Disponível em: <http://hydra.humanities.uci.edu/derrida/siecle. html.> Acesso em: 02 nov. 2020.

________________. Une certaine possibilité impossible de dire l’ événenlent. In: SOUSSANA, Gad; NOUSS, Alexis; DERRIDA, Jacques. Dire l’événement, est-ce possible?: Séminaire de Montréal, pour Jacques Derrida. Paris: L’Harmattan, 2001.

________________. La parole: donner, nommer, appeler. In: D’ALLONNES, Myriam Revault; AZOUVI, François (Dir.). Paul Ricoeur. Éditions de l’Herne, Paris, 2004. 19-25.

________________. Pardonner: l’impardonnable et l’imprescriptible. Paris, Galilée, 2012.

DUQUE-ESTRADA, Paulo César. Sobretudo… o perdão: (im) possibilidade, alteridade, afirmação. In: DUQUE-ESTRADA, Paulo César (Org.). Espectros de Derrida. Rio de Janeiro, NAU Editora: Ed. PUC-Rio, 2008.

FIASSE, Gaëlle. Paul Ricoeur et le pardon comme au-delà de l’action. Laval théologique et philosophique. s/l, s/v, n.63 (2), p.363-376, jun. 2007.

JANKÉLÉVITCH, Vladimir. L’imprescriptible: Pardonner? Dans l’honneur et la dignité. Paris, Éditions du Seuil, 1996.

RICOEUR, Paul. Le pardon peut-il guérir? Esprit. s/l, s/v, n. 210, p.77-82, março-abril. 1995.

______________. La mémoire, l’histoire, l’oubli. Éditions du seuil, Paris, 2000.

SALLES, Walter Ferreira. Paul Ricoeur e a lógica do perdão. Horizonte. Belo Horizonte. V.17, n.52, p.414-435, jan./abr. 2019.

Publicado
2020-12-15
Métricas
  • Visualizações do Artigo 150
  • PDF downloads: 82
Seção
DOSSIÊ TEMÁTICO