PROFESSOR, QUANTO MAIS CEDO É MELHOR? O PAPEL DIFERENCIAL DA EDUCAÇÃO BILÍNGUE

Autores

  • Ricardo Santos David Uniatlantico - Universidad Europea Del Atlántico - Espanha.

DOI:

https://doi.org/10.35499/tl.v10i2.3183

Palavras-chave:

Ensino, Bilinguismo, Alfabetização, Benefícios.

Resumo

RESUMO: O objetivo deste estudo é mostrar a importância da educação bilíngue no desenvolvimento infantil. A metodologia adotada é uma pesquisa bibliográfica e os resultados da pesquisa evidenciam que a educação bilíngue precoce é favorável ao desenvolvimento cognitivo das crianças. Foi demonstrado o impacto positivo do bilinguismo sobre o funcionamento intelectual em relação ao monolinguismo, desde que o mais cedo possível tenha havido para a criança certa quantidade de exposição bilíngue. O efeito do bilinguismo precoce será maior em bilíngues que começaram cedo ativamente a utilização de mais do que uma língua na vida. Essa hipótese está de acordo com a volumosa literatura que aborda os efeitos de aquisição precoce no campo da linguagem e no desenvolvimento da alfabetização.

Palavras-chave: Ensino; Bilinguismo; Alfabetização; Benefícios.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Ricardo Santos David, Uniatlantico - Universidad Europea Del Atlántico - Espanha.

Doutorando em Educação: Formação de Professores pela Uniatlantico - Espanha. Mestrado em Educação pela mesma instituição. Especialista em literatura e linguística. Professor de língua inglesa e língua portuguesa para a educação infantil, ensino fundamental I e II.

Downloads

Publicado

2017-02-13

Como Citar

DAVID, R. S. PROFESSOR, QUANTO MAIS CEDO É MELHOR? O PAPEL DIFERENCIAL DA EDUCAÇÃO BILÍNGUE. Tabuleiro de Letras, [S. l.], v. 10, n. 2, p. 65–77, 2017. DOI: 10.35499/tl.v10i2.3183. Disponível em: https://www.revistas.uneb.br/index.php/tabuleirodeletras/article/view/3183. Acesso em: 26 maio. 2024.

Edição

Seção

EXPEDIENTE