EXPERIÊNCIA DE UMA NUTRICIONISTA RESIDENTE NO ESTÁGIO OPTATIVO EM UM NÚCLEO DE APOIO À SAÚDE DA FAMÍLIA DO SERTÃO PERNAMBUCANO

Palavras-chave: Atenção Primária à Saúde, Nutrição, Residência não Médica não Odontológica

Resumo

Os Programas de Residências Multiprofissionais (PRMU) buscam formar profissionais da saúde capazes de problematizar, atender de maneira humanizada os usuários do Sistema Único de Saúde e dialogar com os diferentes setores das Redes de Atenção. Dentre as atividades que proporcionam tais vivências está o Estágio Optativo (EO), no qual o residente realiza estágio em um campo de atuação não vivenciado ao longo da residência. Dessa forma, este relato tem por objetivo descrever a experiência de uma nutricionista de um PRMU que desenvolveu diversas atividades no EO em um Núcleo de Apoio à Saúde da Família (NASF) de um município do sertão de Pernambuco, durante o período da pandemia do COVID-19. Foram realizadas cinco ações: atendimento ambulatorial, visitas/atendimentos domiciliares compartilhados, oferta de Educação Permanente em Saúde, promoção de salas de espera e um “Arraiá de Vacinação”. Apesar das diversas ações que impactaram de forma positiva na atenção aos usuários, direta ou indiretamente, foi observado que o diálogo entre a equipe do NASF e as equipes das Unidades de Saúde da Família necessitava de maior articulação. Concluiu-se ao término do EO que a experiência no NASF oportunizou de fato uma vivência que complementa a aprendizagem do PRMU, permitindo reforçar a importância não somente de uma formação humanizada e problematizadora, mas também a reflexão sobre a necessidade de diálogo entre as equipes profissionais dos serviços de saúde, em prol de um atendimento ao usuário e seus familiares com maior eficiência e qualidade.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Amanda Frances de Jesus Silva, Residente Multiprofissional em Saúde da Família pela Universidade Estadual de Santa Cruz - Braisl

Graduação em Nutrição pela Universidade de Pernambuco.

Melissa Neves Tavares, Tutora na Residência Multiprofissional em Saúde da Família da Universidade Estadual de Santa Cruz - Braasil

Mestra em Ciências da Saúde pela Universidade Estadual de Santa Cruz. Nutricionista na Secretaria de Saúde do município de Ilhéus e na Secretaria de Saúde do município de Itabuna. Integrante do Grupo de Extensão e Pesquisa em Atividade Física, Comportamento Sedentário e Saúde.

Camila Fabiana Rossi Squarcini, Docente no Programa de Pós-Graduação em Enfermagem da Universidade Estadual de Santa Cruz - Brasil

Doutora em Educação Física pela Universidade Federal de Santa Catarina. Docente no Programa de Residência Multiprofissional em Saúde da Família da Universidade Estadual de Santa Cruz.

Referências

Brasil. Ministério da Saúde. Secretaria de Atenção Primária à Saúde. Residência Multiprofissional em Saúde da Família. Disponível em: <https://aps.saude.gov.br/ape/nasf/residenciamultiprofissional/>. Acesso em 30 de novembro de 2021.

Universidade Estadual de Santa Cruz. Resolução CONSEPE no 05/2018. Aprova o Curso de Especialização Multiprofissional em Saúde da Família na Modalidade de Residência. Disponível em: <http://www.uesc.br/publicacoes/consepe/01.2018/05.2018.pdf>. Acesso em 30 de novembro de 2021.

Almeida ER, Medina MG. The genesis of the Family Health Support Center (NASF) in the primary healthcare agenda in Brazil. Cad Saude Publica. 2021;37(10):e00310820.

Bahia. Secretaria de Saúde. Núcleo de Apoio à Saúde da Família. Disponível em <http://www.saude.ba.gov.br/atencao-a-saude/dab/nasf/>. Acesso em 06 de dezembro de 2021.

Brasil. Ministério da Saúde. Caderno de atenção básica: diretrizes do NASF. Disponível em <https://bvsms.saude.gov.br/bvs/publicacoes/caderno_atencao_basica_diretrizes_nasf.pdf>. Acesso em 06 de dezembro de 2021.

Vendruscolo C, Metelski FK, Maffissoni AL, Tesser CD, Trindade LL. Characteristics and performance of professionals of the Expanded Family Health and Basic Healthcare Centers. Rev Esc Enferm USP. 2020;54:e03554.

Singh S, McNab C, Olson RM, Bristol N, Nolan C, Bergstrøm E, Bartos M, Mabuchi S, Panjabi R, Karan A, Abdalla SM, Bonk M, Jamieson M, Werner GK, Nordström A, Legido-Quigley H, Phelan. How an outbreak became a pandemic: a chronological analysis of crucial junctures and international obligations in the early months of the COVID-19 pandemic. Lancet. 2021;398(10316):2109-24.

Hallal PRC, Hartwig F, Horta B, Silveira M, Struchiner CJ, Vidaletti LP, Neumann NA, Pellanda L; Dellagostin O, Burattini M, Victora G, Menezes AMB, Barros FC, Barros AJD, Victora CG. SARS-CoV-2 antibody prevalence in Brazil: results from two successive nationwide serological household surveys. Lancet Glob Health. 2020;8(11):e1390-e1398.

Brasil. Ministério da Saúde. Nota técnica nº 3/2020-DESF/SAPS/MS. Disponível em <https://www.conasems.org.br/wp-content/uploads/2020/01/NT-NASF-AB-e-Previne-Brasil-1.pdf>. Acesso em 12 de dezembro de 2021.

Maroja MAS, Almeida Júnior JJ, Noronha CA. Os desafios da formação problematizadora para profissionais de saúde em um programa de residência multiprofissional. Interface (Botucatu). 2020; 24:1-11.

Silva ATC, de Aguiar ME, Winck K, Rodrigues KGW, Sato ME, Grisi SJFE, BrentaniI A, Rios IC. Núcleos de Apoio à Saúde da Família: Desafios e potencialidades na visão dos profissionais da Atenção Primária do Município de São Paulo, Brasil. Cad Saude Publica. 2012;28(11):2076–84.

Spinoza B. Ética segundo a ordem geométrica. Belo Horizonte: Autêntica, 2009.

Brasil. Ministério da Saúde. Caderneta da Gestante. Disponível em: <https://portalarquivos2.saude.gov.br/images/pdf/2018/agosto/31/Caderneta-da-Gestante-2018.pdf>. Acesso em 06 de dezembro de 2021.

Brasil. Ministério da Saúde. Guia Alimentar para a População Brasileira Guia Alimentar para a População Brasileira. Disponível em: <https://bvsms.saude.gov.br/bvs/publicacoes/guia_alimentar_populacao_brasileira_2ed.pdf>. Acesso em 06 de dezembro de 2021.

Brasil. Ministério da Saúde. Portaria n. 200 - Aprova o protocolo clínico e diretrizes terapêuticas da dislipidemia para prevenção de eventos cardiovasculares e pancreatite. Disponível em: <https://bvsms.saude.gov.br/bvs/saudelegis/sas/2013/prt0200_25_02_2013.html>. Acesso em 06 de dezembro de 2021.

Comissão Nacional de Incorporação de Tecnologias no Sitema Único de Saúde. Protocolo Clínico e Diretrizes Terapêuticas Dislipidemia: prevenção de eventos cardiovasculares e pancreatite. Disponível em: <http://conitec.gov.br/images/Consultas/Relatorios/2019/Relatorio_PCDT_Dislipidemia_CP04_2019.pdf>. Acesso em 06 de dezembro de 2021.

Publicado
2022-01-08
Métricas
  • Visualizações do Artigo 265
  • PDF downloads: 119
Como Citar
Silva, A. F. de J., Tavares, M. N., David, M. G. N., & Squarcini, C. F. R. (2022). EXPERIÊNCIA DE UMA NUTRICIONISTA RESIDENTE NO ESTÁGIO OPTATIVO EM UM NÚCLEO DE APOIO À SAÚDE DA FAMÍLIA DO SERTÃO PERNAMBUCANO. Práticas E Cuidado: Revista De Saúde Coletiva, 2, e13324. Recuperado de https://www.revistas.uneb.br/index.php/saudecoletiva/article/view/13324
Seção
Dossiê Temático PESQUISA EM SERVIÇO: PRODUÇÕES NOS PROGRAMAS DE RESIDÊNCIA EM SA

##plugins.generic.recommendByAuthor.heading##