IMPLANTAÇÃO DE JARDIM SENSORIAL EM UM CENTRO DE ATENÇÃO PSICOSSOCIAL INFANTOJUVENIL DE SALVADOR, BAHIA: RELATO DE EXPERIÊNCIA

Palavras-chave: Assistência à Saúde Mental, Saúde da Criança, Saúde do Adolescente

Resumo

Objetivo: resgatar as experiências e proporcionar a melhor compreensão do que foi vivenciado durante o planejamento e execução de um Jardim Sensorial, objetivando a partilha com realidades semelhantes e a produção de conhecimento embasado na perspectiva teórico-prática. Métodos: Trata-se de um estudo descritivo, de abordagem qualitativa, do tipo relato de experiência, construído a partir das observações e vivências de um Núcleo de Saúde Mental do Programa de Residência Multiprofissional em Saúde da Universidade do Estado da Bahia (UNEB). Resultados: O espaço total é composto por terreno cimentado, plano e com as laterais destinadas a um pequeno canteiro em formato de “L”. Ao lado do canteiro foi construído um piso tátil sensorial. Como atrativo, foi desenhado no chão, com cores vivas, uma “amarelinha”, brincadeira infantojuvenil que proporciona, por meio da ludicidade, a interação social. Discussão: O jardim sensorial, para além de oportunizar o trabalho com os sistemas vestibular e proprioceptivo, por meio de atividades que envolvem, a motricidade fina e geral, a coordenação e o equilíbrio, também proporciona vivências compartilhadas que podem ser tanto de caráter livre quanto estrategicamente orientadas, tais como: equipamentos de jogo; modelações de terreno que permitam treinar o equilíbrio e a destreza física; gincanas ou circuitos de obstáculos, entre outras. Conclusão: Julga-se necessário a realização de mais estudos na área, sobretudo sobre os efeitos do uso de jardins sensoriais no contexto do Sistema Único de Saúde. Espera-se que este trabalho amplie o número de evidências científicas acerca desta ferramenta de cuidado em saúde mental.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Fernanda de Jesus Almeida, Residente no Programa de Residência Multiprofissional em Saúde da Universidade do Estado da Bahia - Brasil

Graduada em Psicologia pela Universidade Estadual de Feira de Santana.

Marjory Ellen Lima Costa, Residente no Programa de Residência Multiprofissional em Saúde da Universidade do Estado da Bahia

Graduada em Enfermagem pela Universidade Católica do Salvador.

Daiana Ferreira Menezes, Residente no Programa de Residência Multiprofissional em Saúde da Universidade do Estado da Bahia - Brasil

Graduada em Fonoaudiologia pela União Metropolitana de Educação e Cultura.

Patrícia Souza Fortuna, Residente no Programa de Residência Multiprofissional em Saúde da Universidade do Estado da Bahia

Graduada em Enfermagem pela Universidade Federal de Sergipe.

Daniele Monteiro de Oliveira Silva, Universidade do Estado da Bahia

Graduada em Psicologia pela Universidade Federal da Bahia.

Josilda Maria da Silva Fagundes, Servidora na Secretaria Municipal de Saúde de Salvador - Brasil

Farmacêutica Especialista em Gerenciamento de Resíduos Sólidos em Saúde pelo Centro Universitário Dom Pedro II.

Marcus Vinicius Borges Oliveira, Professor na Universidade Federal da Bahia - Brasil

Doutor em Linguística pela Universidade Estadual de Campinas.

Referências

Souza TS, Miranda MB. Horticultura como tecnologia de saúde mental. Revista Psicologia, Diversidade e Saúde. 2017; (6)4:310. Disponível em: https://doi.org/10.17267/2317-3394rpds.v6i4.1662

Sousa SF. Jardins terapêuticos em unidades de saúde. Aplicação de uma metodologia de projeto centrado no utilizador para populações com necessidades especiais - caso de estudo do Centro de Reabilitação e Integração Ouriense [Dissertação de Mestrado na Internet]. [local desconhecido]: ISA-UL; 2016 [citado 13 out 2021]. Disponível em: http://hdl.handle.net/10400.5/13093

Nova PR. Hortas públicas, biológicas e urbanas : que efeito nos comportamentos de saúde, na qualidade de vida e nas práticas ambientais? [Dissertação de Mestrado na Internet]. [local desconhecido: editor desconhecido]; 2017 [citado 13 out 2021]. Disponível em: http://hdl.handle.net/10400.14/24211

Ribeiro M. Centro de atenção psicossocial III: a arquitetura a favor da saúde mental [Trabalho de Conclusão de Curso]. Curitiba: Universidade Tecnológica Federal do Paraná; 2018. 109 p.

Susana Pinheiro de Carvalho C. O jardim sensorial: um recurso para a estimulação sensorial de surdocegos [Dissertação de Mestrado]. Lisboa: Escola Superior de Educação de Lisboa; 2011. 180 p.

Holliday OJ. Sistematização das experiências: algumas apreciações. In: brandão, CR, Streck DR, organizators. A Pesquisa Participante: o Saber da Partilha. São Paulo: Ideias e Letras; 2006. p. 227-243.

Cheade MFM, Frota OP, Loureiro MDR, Quintanilha ACF. Residência multiprofissional em saúde: a busca pela integralidade. Cogitare Enfermagem. 2013;18(3):592-595. Disponível em: https://revistas.ufpr.br/cogitare/article/view/46360

Souza AC, Guljor APF, Silva JLL. Refletindo sobre os centros de atenção psicossocial. Avances en Enfermería. 2014;32(2):292-298. Disponível em: http://www.scielo.org.co/pdf/aven/v32n2/v32n2a13.pdf

Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística [https://cidades.ibge.gov.br/brasil/ba/salvador/panorama]. Distribuição da população por sexo, segundo os grupos de idade Salvador (BA) - 2010. [Acesso em 29 nov 2021]. Disponível em: https://www.ibge.com.br

Eisenstein E. Adolescência: definições, conceitos e critérios. Adolescência & Saúde. 2005;2(2). Disponível em: https://cdn.publisher.gn1.link/adolescenciaesaude.com/pdf/v2n2a02.pdf

Aquino EML, Silveira IH, Pescarini JM, Aquino R, Souza-Filho JA, Rocha AS. Medidas de distanciamento social no controle da pandemia de COVID-19: potenciais impactos e desafios no Brasil. Ciênc. Saúde Coletiva. 2020;25(1):2423-2446. Disponível em: https://www.scielo.br/j/csc/a/4BHTCFF4bDqq4qT7WtPhvYr/?format=pdf&lang=pt

Secretaria Municipal de Saúde. Nota Técnica Novo Coronavírus: Nº002/2020. Orientações para organização da Rede de Atenção Psicossocial Especializada no enfrentamento ao Novo Coronavírus (COVID-19) no município de Salvador. Salvador: 2020. 4p.

Ashton MSG, Schneider AC, Zottis AM, Garcia RK. O jardim sensorial – turismo: um espaço para todos. Revista Conhecimento Online. 2015;(1):1-9.

Santos SLF, Vasconcelos LL, Tavares HST, Pessoa CV, Barros KBNT. Horto Medicinal em um Centro De Atenção Psicossocial – Um Relato de Experiência. Revista Expressão Católica Saúde. 2016;1(1):81-86.

Gonzalez MT, Kirkevold M. Benefits of sensory garden and horticultural activities in dementia care: a modified scoping review. Journal of Clinical Nursing. 2013;23(19-20):2698-715. Disponível em: https://doi.org/10.1111/jocn.12388

Sabbagh MC. Jardim sensorial: uma proposta para crianças deficientes visuais. Revista Brasileira de Horticultura Ornamental. 2007;13(2):95-99. Disponível em: http://dx.doi.org/10.14295/rbho.v13i2.211

Romani E, Araújo MFF, Barbosa LCB. Jardim Sensorial da UFRN: espaço de inclusão e sustentabilidade. Revista Projetar. 2021;6(2). Disponível em: file:///C:/Users/LUISA/Downloads/23797-Texto%20do%20artigo-81823-1-10-20210512.pdf

Machado EC, Barros DA. Jardim Sensorial: o paisagismo como ferramenta de inclusão social e educação ambiental. Extensão Tecnológica. 2020;7(13). Disponível em: file:///C:/Users/LUISA/Downloads/kdeoliveira,+Relato+10+-+1208+Sa%C3%BAde.pdf

Riquelme I, Hatem SM, Montoya P. Reduction of Pain Sensitivity after Somatosensory Therapy in Children with Autism Spectrum Disorders. Journal of Abnormal Child Psychology. 2018;46(8):1731-1740.

Padmanabha H. et al. Home-based Sensory Interventions in Children with Autism Spectrum Disorder: A Randomized Controlled Trial. The Indian Journal of Pediatrics. 2019;86(1):18-25.

Fazlioglu Y.; Baran GA Sensory Integration Therapy Program on Sensory Problems for Children with Autism. Perceptual and Motor Skills. 2008;106(2):415-422.

Schveitzer MC, Esper MV, Silva MJ. Práticas Integrativas e Complementares na Atenção Primária em Saúde: em busca da humanização do cuidado. O Mundo da Saúde. 2012;36(3):442-51.

Stigsdotter UA, Grahn P. Experiencing a Garden: A Healing Garden for People Suffering from Burnout Diseases. Journal of Therapeutic Horticulture. 2003;15:39-48. Disponível em: http://www.hybridparks.eu/wpcontent/uploads/downloads/2012/11/Presentation_Grahn_Lund.pdf.

Spazziani MDL, Oliveira SLD. Jardim sensorial: transformação do espaço escolar e atividades educadoras ambientais na escola. Congresso Nacional de formação de professores, 2.; Congresso Estadual Paulista sobre formação de educadores, 12.; 2011, Águas de Lindóia. Anais 2. São Paulo: UNESP; PROGRAD, 2014. [Citado 09 out 2021]p. 10314-10323 Disponível em: <http://hdl.handle.net/11449/141593>

Assumpção Jr FB. Distúrbios globais do desenvolvimento. Estilos da Clinica. 1997;2(3):103. Disponível em: https://doi.org/10.11606/issn.1981-1624.v2i3p103-110

Andrade MP. Autismo e integração sensorial: a intervenção psicomotora como um instrumento facilitador no atendimento de crianças e adolescentes autistas [Dissertação de Mestrado] Viçosa, MG, 2012. [Citado 11 out 2021]. Disponível em: http://locus.ufv.br/handle/123456789/3479

American Psychiatric Association. Manual diagnóstico e estatísticos de transtornos mentais: DSM-5. Porto Alegre: Artmed; 2014; 5; 35-39.

Luria AR. Fundamentos de neuropsicologia. São Paulo: Edusp; 1981. p. 346.

Souza AG de, Lucia Freitas Paniz V, Cony Quinteiro S, de Assis Pereira B, Bara O, Cesar Lourenço B. Jardim sensorial como ferramenta didática e de inclusão. RET. 2021;(15):129-50. Disponível em: https://publicacoes.ifc.edu.br/index.php/RevExt/article/view/1795

Carvalho MS, Merhy EE, Sousa, MF. Repensando as políticas de Saúde no Brasil: Educação Permanente em Saúde centrada no encontro e no saber da experiência. Interface - Comunicação, Saúde, Educação. 2019;(23):190211. Disponível em: https://www.scielo.br/j/icse/a/Kk4Tc9WFTzmn8NY5rhYqXDP/?lang=pt

Mourão S. Benefícios da horticultura social e terapêutica. In Horticultura Social e Terapêutica: Hortas urbanas e actividades com plantas no modo de produção biológico. Porto: Publindústrias, 2013; Capítulo 2, p. 19- 30.

Marcus et al. Therapeutic landscapes: an evidence-bases approach to designing healind gardens and restorative outdoor spaces. [local desconhecido]: Wiley, 2014.

Publicado
2021-12-09
Métricas
  • Visualizações do Artigo 463
  • PDF downloads: 455
Como Citar
de Jesus Almeida, F., Lima Costa, M. E., Ferreira Menezes, D., Souza Fortuna, P., Monteiro de Oliveira Silva, D., Maria da Silva Fagundes, J., & Borges Oliveira, M. V. (2021). IMPLANTAÇÃO DE JARDIM SENSORIAL EM UM CENTRO DE ATENÇÃO PSICOSSOCIAL INFANTOJUVENIL DE SALVADOR, BAHIA: RELATO DE EXPERIÊNCIA. Práticas E Cuidado: Revista De Saúde Coletiva, 2, e13153. Recuperado de https://www.revistas.uneb.br/index.php/saudecoletiva/article/view/13153
Seção
Dossiê Temático PESQUISA EM SERVIÇO: PRODUÇÕES NOS PROGRAMAS DE RESIDÊNCIA EM SA