A Revista Multidisciplinar do Núcleo de Pesquisa e Extensão e os desafios de consolidação de periódicos no Brasil - Editorial

Palavras-chave: RevNUPE, Pesquisa, Extensão, Ensino, Periódico

Resumo

Os anos de 2020 e 2021 foram marcados por uma pandemia, a da SARS-CoV-2. Desde que a Organização Mundial da Saúde sinalizou para os cuidados necessários, indicando o distanciamento social como uma das principais medidas para conter o contágio, fez-se necessário a reinvenção dos espaços educacionais para permitir, dentro de nossas limitações, que os itinerários formativos acontecessem. Nesse movimento, como sinalizado por Silva, Nery e Nogueira (2020), se escancaram desigualdades e aponta-se que nem todos e todas têm acesso a equipamentos e internet de qualidade.

É nesse lugar de reinvenção de um “novo normal”, na expectativa de criação de espaços de diálogos que aproximem a Universidade da comunidade, que o Núcleo de Pesquisa e Extensão (NUPE) do Departamento de Educação da Universidade do Estado da Bahia (UNEB), Campus VII, propõe à criação de um periódico, espaço de divulgação científica em que pesquisadores/as e extensionistas, estudantes e professores/as, da Educação Básica e do Ensino Superior, possam socializar as suas experiências. Enquanto NUPE, responsável por acompanhar as diferentes práticas de pesquisa e extensão desenvolvidas no interior da instituição, a criação de uma revista daria visibilidade a essas práticas e, também, seria um canal importante para que o diálogo qualificado e tão desejado, de fato, se concretizasse. É ai, desse desejo e nesse momento de pandemia, que nasce a Revista Multidisciplinar do Núcleo de Pesquisa e Extensão (RevNUPE).

A RevNUPE, vinculada ao Departamento de Educação da Universidade do Estado da Bahia, Campus VII, desde a sua criação, cumpre com a função de divulgar trabalhos que têm como foco a formação de professores e professoras, nas diversas áreas dos cursos que compõe o departamento (Pedagogia, Matemática, Teatro e Ciências Biológicas), os processos de ensino e aprendizagem dessas ciências e as múltiplas questões envoltas ao contexto educacional. É foco deste periódico, também, as diversas práticas que contextualizam a formação e atuação profissional de Enfermeiros/as e Contadores/as. Vale destacar que a RevNUPE aceita manuscritos em Português, Inglês e Espanhol; não cobra nenhuma taxa de processamento de artigos (Article Processing Charge - APC) e adotou o sistema de avaliação duplo cego (Double-Blind Review) e fluxo contínuo (Rolling Pass), realizado por pareceristas com vínculo institucional diferente dos proponentes do texto e publicando o artigo logo de sua aprovação e editoração.  

Mesmo sendo uma revista jovem, no que se refere ao início de suas atividades editoriais que se iniciaram em meados de 2021, conseguimos incluí-la em 10 importantes buscadores e indexadores; são eles: i) Google Scholar; ii) Sumários; iii) ResearchBib; iv) Revistas de Livre Acesso; v) Internacional Scientific Indexing; vi) LatinREV; vii) Eurasian Scientific Journal Index; viii) Directory of Research Journals Indexing; ix) Latindex; x) Diadorim. Nesses primeiros sete meses de publicação, de maio a dezembro de 2021, foram 12 textos, artigos e relatos de experiência, aceitos e publicados. São trabalhos de professores/as, estudantes e pesquisadores/as de inúmeras instituições brasileiras.

Mesmo diante de um cenário atípico, por conta da pandemia, e da ausência de incentivo financeiro e de pessoal para dar conta das diversas atividades que um periódico como este demanda, avaliamos positivamente o ano de 2021, no que tange aos trabalhos editoriais da Revista Multidisciplinar do Núcleo de Pesquisa e Extensão. Nesse ínterim, agradecemos aos membros do conselho editorial, avaliadores/as, editores/as de texto, revisores/as, autores/as e leitores/as da revista, pois sem eles/as nada do que almejamos para a RevNUPE seria possível. A todos e todas o nosso muito obrigado. Apresentaremos, a seguir, os artigos aceitos e publicados em nossa revista.    

Ainda nesse ano, com a parceria das professoras Maria José Souza Pinho, Tereza Cristina Pereira Carvalho Fagundes e Eliana do Sacramento de Almeida, organizamos o dossiê temático “Produção e Gestão do Conhecimento em Sexualidades, Gênero e Raça/Etnias: Múltiplas Interseções na Educação”. Os oito (08) artigos que compuseram o Dossiê, como destacam as autoras, “referendam a  importância  das  temáticas  e  registram ações efetivas de docentes e pesquisadoras/es que atuam na educação básica e educação superior  e, sem dúvida, contribuirão para a ampliação de saberes na área, fazendo frente a empreitada conservadorista que continua  ameaçando  a  produção  do  conhecimento  sobre  as  relações  de  gênero,  sexualidades  e  étnicos-raciais” (PINHO, FAGUNDES, ALMEIDA, 2021, p. 01).

O texto intitulado “Desenvolvimento da mente matemática na primeira infância: um olhar Montessoriano”, publicado na seção “Ciências Exatas e da Terra” e de autoria de Laíse Florêncio Seixas e Américo Junior Nunes da Silva, buscou, a partir de um caminhar teórico e do explorar de algumas produções escritas, discutir sobre o desenvolvimento da mente matemática na primeira infância dentro do Método Montessoriano. Segundo os autores, ainda neste texto, “o mundo matemático precisa ser desmistificado nas salas de aula, o qual, muitas vezes, se preocupa mais em acertos e em culpar erros do que uma reflexão diante do desafio proposto pela Matemática” (SEIXAS; SILVA, 2021, p. 01). Para que isso aconteça, portanto, apontaram para “o redirecionar o olhar para a formação de professores e professoras, entendendo da necessidade de formação para o trabalho com o Método Montessoriano” (SEIXAS; SILVA, 2021, p. 01).

O artigo intitulado “Análise bibliográfica do tráfico de animais silvestres no Nordeste do Brasil na última década”, publicado na seção de Ciências Biológicas e escrito por Polliana de Oliveira Saldanha e Rosana Silva Peixoto, ampliou o olhar acerca do tráfico de animais silvestres, grande ameaça à biodiversidade, apontando-o como “sendo um dos fatores mais significativos de destruição da fauna, principalmente em países como o Brasil, que possui altos índices de tráfico de animais” (SALDANHA; PEIXOTO, 2021, p. 01). Por meio da análise bibliográfica realizada pelas autoras, analisou-se todo o ciclo do tráfico de animais silvestres, envolvendo as etapas de captura, transporte, guarda e comercialização, criando assim um panorama da prática no Brasil.

O texto “Violência contra a mulher sob o olhar das políticas públicas, políticas educacionais e de gênero”, escrito por Yeda Maria Aguiar Portela e Tereza Cristina Pereira Carvalho Fagundes e publicado na seção Ciências Educacionais, apresentou uma das principais causas do fenômeno da violência de gênero, o fator sociocultural, “que reforça o ideal machista de desvalorização da mulher, através práticas de dominação masculina aprendidas e sustentadas através da educação, corroborando com a manutenção da assimetria social entre os gêneros” (PORTELA; FAGUNDES, 2021, p. 01).

O artigo escrito por Monalisa Silva, Cátia Vanessa Rodrigues dos Santos e Cleuma Sueli Santos Suto, intitulado “Monitoria de ensino e atividades remota durante a pandemia do coronavírus na disciplina vigilância em saúde: relato de experiência”, discorreu a respeito da experiência de graduandas em enfermagem na monitoria de ensino remoto durante a pandemia da SARS-CoV-2 em uma universidade pública. Segundo Silva, Santos e Suto (2021, p. 01) “durante a monitoria, por meio de plataformas utilizadas e dos recursos da metodologia ativa, os discentes participaram da construção do seu próprio conhecimento e do aporte teórico necessário para o desenvolvimento de atividades práticas junto à comunidade”.

Destarte, compreendemos que os 12 artigos que compõe o primeiro volume da Revista Multidisciplinar do Núcleo de Pesquisa e Extensão, cumprem papel importante ao permitir que as diversas práticas desenvolvidas pelos autores e autoras sejam acessadas e significadas pelas experiências e histórias de vidas dos leitores/as. Que nesse movimento de leitura, os textos deste volume inspirem e provoquem discussões e reflexões importantes para o nosso movimento de constituição profissional e humano; e para a construção de outras pesquisas e extensões. Uma ótima leitura a todos e todas.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Américo Junior Nunes da Silva, Universidade do Estado da Bahia, UNEB, Senhor do Bonfim/Juazeiro/BA, Brasil

Professor do Departamento de Educação da Universidade do Estado da Bahia (Uneb - Campus VII) e docente permanente do Programa de Pós-Graduação em Educação, Cultura e Territórios Semiáridos ? PPGESA (Uneb - Campus III). Doutor em Educação pela Universidade Federal de São Carlos (UFSCar), Mestre em Educação pela Universidade de Brasília (UnB), Especialista em Psicopedagogia Institucional e Clínica pela Faculdade Regional de Filosofia, Ciências e Letras de Candeias (IESCFAC), Especialista em Educação Matemática e Licenciado em Matemática pelo Centro de Ensino Superior do Vale do São Francisco (CESVASF). Foi professor e diretor escolar na Educação Básica. Coordenou o curso de Licenciatura em Matemática e o Programa Institucional de Bolsas de Iniciação à Docência (Pibid) no Campus IX da Uneb. Foi coordenador adjunto, no estado da Bahia, dos programas Pró-Letramento e PNAIC (Pacto Nacional pela Alfabetização na Idade Certa). Participou, como formador, do PNAIC/UFSCar, ocorrido no Estado de São Paulo. Pesquisa na área de formação de professores que ensinam Matemática, Ludicidade e Narrativas. Integra o Grupo de Estudos e Pesquisas em Educação Matemática (CNPq/UFSCar).

Referências

BARBOSA, L. M. DE L.; CAVALCANTE DE JESUS, G.; SOUZA, D. DA P. DE L. Raça, Gênero, Sexualidades e produção de conhecimento. Revista Multidisciplinar do Núcleo de Pesquisa e Extensão (RevNUPE), v. 1, n. 1, p. e202111, 18 dez. 2021.

FAGUNDES, Tereza Cristina Pereira Carvalho. Educação Sexual: construindo uma nova realidade. Salvador. T.C.P.C., 1995.

MENDES, A. J; DE MORAES, A. C.; DA SILVA, J. P. Práticas Educativas para educação étnico-racial em escolas da Educação Básica do maciço de Baturité-Ceará. Revista Multidisciplinar do Núcleo de Pesquisa e Extensão (RevNUPE), v. 1, n. 1, p. e202110, 18 dez. 2021.

MOREIRA, R. DE C. C. Gaiolas discursivas, educação e subjetividade. Revista Multidisciplinar do Núcleo de Pesquisa e Extensão (RevNUPE), v. 1, n. 1, p. e202109, 18 dez. 2021.

NUNES, A. G.; NASCIMENTO, C. G.; INKPIN, S. C. Experiências que fazem a diferença: práticas crítico-formativas no curso de Licenciatura em Letras, Língua Inglesa e Literaturas do Campus V da UNEB. Revista Multidisciplinar do Núcleo de Pesquisa e Extensão (RevNUPE), v. 1, n. 1, p. e202107, 18 dez. 2021.

OLIVEIRA, J.; SANTANA, C. G. S.; PINHO, M. J. S. P. Ensino de Biologia e Educação em Sexualidade. Revista Multidisciplinar do Núcleo de Pesquisa e Extensão (RevNUPE), v. 1, n. 1, p. e202108, 18 dez. 2021.

PINHO, M. J. S.; FAGUNDES, T. C. P. C.; ALMEIDA, E. DO S. DE; SILVA, A. J. N. DA. Produção e Gestão do Conhecimento em Sexualidades, Gênero e Raça/Etnias: Múltiplas Interseções na Educação – Editorial Dossiê. Revista Multidisciplinar do Núcleo de Pesquisa e Extensão (RevNUPE), v. 1, n. 1, p. e202100a, 18 dez. 2021.

PORTELA, Y. M. A.; FAGUNDES, T. C. P. C. Violência contra a mulher sob o olhar das políticas públicas, políticas educacionais e de gênero. Revista Multidisciplinar do Núcleo de Pesquisa e Extensão (RevNUPE), v. 1, n. 1, p. e202103, 16 jul. 2021.

SALDANHA, P. DE O.; PEIXOTO, R. S. Análise bibliográfica do tráfico de animais silvestres no Nordeste do Brasil na última década. Revista Multidisciplinar do Núcleo de Pesquisa e Extensão (RevNUPE), v. 1, n. 1, p. e202102, 23 jun. 2021.

SANTANA, C. G.; MESSIAS, F. R.; PINHO, M. J. S. Gênero, Sexualidade e Escola: O que e quem tem pesquisado na Educação Básica? Revista Multidisciplinar do Núcleo de Pesquisa e Extensão (RevNUPE), v. 1, n. 1, p. e202106, 18 dez. 2021.

SANTOS, J; SILVA, Z. Mapeamento dos estudos sobre lésbicas: um olhar para a produção escrita de professoras lésbicas. Revista Multidisciplinar do Núcleo de Pesquisa e Extensão (RevNUPE), v. 1, n. 1, p. e202104, 18 dez. 2021.

SILVA, A. J. N. DA; NERY, ÉRICA S. S.; NOGUEIRA, C. A. Formação, tecnologia e inclusão: o professor que ensina matemática no “novo normal”. Plurais Revista Multidisciplinar, v. 5, n. 2, p. 97-118, 18 ago. 2020.

SEIXAS, L. F.; SILVA, A. J. N. DA. Desenvolvimento da mente matemática na primeira infância: um olhar Montessoriano. Revista Multidisciplinar do Núcleo de Pesquisa e Extensão (RevNUPE), v. 1, n. 1, p. e202101, 7 maio 2021.

SOUZA, A. J; SILVA, A. M. A; ARAÚJO, S. S; FERREIRA SOUZA, H. Escola e docência no contexto da diversidade: notas crítico-reflexivas e propositivas. Revista Multidisciplinar do Núcleo de Pesquisa e Extensão (RevNUPE), v. 1, n. 1, p. e202105, 18 dez. 2021.

Publicado
2021-12-30
Métricas
  • Visualizações do Artigo 135
  • PDF (PORTUGUÊS) downloads: 63
Como Citar
Silva, A. J. N. da. (2021). A Revista Multidisciplinar do Núcleo de Pesquisa e Extensão e os desafios de consolidação de periódicos no Brasil - Editorial . Revista Multidisciplinar Do Núcleo De Pesquisa E Extensão (RevNUPE), 1(1), e202100. Recuperado de https://www.revistas.uneb.br/index.php/revnupe/article/view/13405