A educação na fronteira entre Brasil e Paraguai: narrativas (auto) biográficas de um fronteiriço

  • Rodrigo Rocha da Silva Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul.
  • Orlando Moreira Junior Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul.
Palavras-chave: (Auto)Biografia, Memória, Histórias de Vida

Resumo

A educação na fronteira tem sido objeto de debate e pesquisas, nas últimas décadas, principalmente a partir do início do século XX. Nesse contexto, esta pesquisa tem como objeto de estudo a educação escolar na fronteira Brasil-Paraguai, especificamente na Escola Estadual Guimarães Rosa, situada no município de Sete Quedas, MS, com o objetivo de compreender as dificuldades enfrentadas pelos “brasiguaios”, em seus processos de escolarização e decorrentes da pluralidade cultural daquele espaço. Metodologicamente, pretende-se levantar e analisar as concepções teóricas e metodológicas da educação na fronteira, bem como descrever as singularidades e generalidades encontradas nas histórias de vida de fronteiriços, por meio da trajetória escolar narrada (auto)biograficamente pelo pesquisador e por cinco sujeitos. Para tanto, foram realizados questionários de levantamento do perfil dos sujeitos, entrevistas, produção de memorial de formação do pesquisador e análise documental e bibliográfica, tendo como fontes textos que tratam da temática e dados estatísticos oficiais. Como resultado, foi possível identificar a complexidade de fatores que influenciam a educação escolar na fronteira e os desafios existentes nessa realidade escolar.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Rodrigo Rocha da Silva, Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul.
Graduado em Geografia pela Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul (UEMS). Professor na rede estadual de ensino de Campo Grande, MS.
Orlando Moreira Junior, Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul.
Doutor em Geografia pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (UNESP). Professor da Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul (UEMS). Líder do Grupo de Estudos em Fronteira, Turismo, Território e Região (GEFRONTTER).

Referências

ANASTÁCIO, Luci Meire Corrêa. Fronteira e educação pública: o Programa Escolas Interculturais de Fronteira (PEIF) em Ponta Porã (BR) e Pedro Juan Cavallero (PY). 2018. 163f. Dissertação (Mestrado Profissional em Educação) – Programa de Pós-Graduação em Educação, Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul, Campo Grande, 2018.

BRASIL. Constituição (1988). Constituição da República Federativa do Brasil. Brasília, DF: Centro Gráfico, 1988.

BRASIL. Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira. Censo Escolar. Educação. 2017. Disponível em: <http://www.inep.gov.br/>. Acesso em: 15 set. 2018.

FEDATTO, Nilce A. S. F. Educação em Mato Grosso do Sul: limitações da escola brasileira numa divisa sem limites na fronteira Brasil-Paraguai. In: OLIVEIRA, Tito M. de. (Org.). Território sem limites: estudos sobre fronteiras. Campo Grande: Ed. da UFMS, 2005. p. 491-510.

FLORES, Olga Viviana. Breve histórico do projeto “Escola Intercultural Bilingue de Fronteira”. In: CONGRESSO INTERNACIONAL DE PROFESSORES DE LÍNGUAS OFICIAIS DO MERCOSUL, 1., 2010, Foz do Iguaçu. Anais... Foz do Iguaçu: UNIOESTE, 2010. p. 1-9.

FREITAS, Maria Tereza Menezes; FIORENTINI, Dario. As possibilidades formativas e investigativas da narrativa em educação matemática. Horizontes, Itatiba, v. 25, n. 1, p. 63-71, jan./jun. 2007.

LUCE, Maria Beatriz. Línguas e linguagens na fronteira: a universidade. In: BOESSIO, Ana Lúcia Montano; RIZZON, Carlos Garcia. (Orgs.). Fronteiras conceitos e práticas em contato. São Paulo: Todas as Musas, 2014. p. 2-15.

MAX, Cláudio Zarate; OLIVEIRA, Tito Carlos Machado. As relações de troca em região de fronteira: uma proposta metodológica sob a ótica convencionalista. Geosul, [s.l.], v. 24, n. 47, p. 7-27, 2009.

MELO, Sílvia Mara de.; STIVANELLO, Adriana; SILVA, Sandra Maria Portilho da.; SILVA, Luzia Bernardes da. Relações conflituosas no ensino em região de fronteira. INTERLETRAS, [s.l.], v. 5, n. 23, p. 1-12, mar./set. 2016 Disponível em: <http://www.interletras.com.br/ed_anteriores/n23/conteudo/artigos/21.pdf>. Acesso em: 10 set. 2018.

NUNES, Flaviana Gasparotti. Projetos de formação escolar para escolas em áreas de fronteira. Revista da ANPEGE, Dourados, MS, v. 7, n. 1, número especial, p. 205-216, out. 2011. Disponível em: <http://ojs.ufgd.edu.br/index.php/anpege/article/view/6564/3564>. Acesso em: 10 set. 2018.

PEREIRA, Jacira Helena do Valle. Educação na fronteira: o caso Ponta Porã (MS) e Pedro Juan Caballero (PY). Papéis, Campo Grande, v. 18, n. 36, p. 93-106, 2014. Disponível em: <http://seer.ufms.br/index.php/papeis/article/view/3015/2443>. Acesso em: 10 set. 2018.

PRADO, Guilherme do Val Toledo; SOLIGO, Rosaura; SIMAS, Vanessa França. Pesquisa narrativa em três dimensões. In: CONGRESSO INTERNACIONAL DE PESQUISA (AUTO)BIOGRÁFICA, 6., 2014, Rio de Janeiro. Anais... Rio de Janeiro: UERJ, 2014.

SANTOS, Maria Elena Pires; CAVALCANTI, Marilda do Couto. Identidades híbridas, língua(gens) provisórias – Alunos “brasiguaios” em foco. Trabalhos em Linguística Aplicada, Campinas, SP, v. 47, n. 2, p. 429-446, jul./dez. 2008. Disponível em: <http://www.scielo.br/pdf/tla/v47n2/a10v47n2.pdf>. Acesso em: 10 set. 2018.

SCHERMA, Márcio Augusto. As políticas brasileiras para a faixa de fronteira: um olhar a partir das relações internacionais. 2015. 272 f. Tese (Doutorado em Relações Internacionais) – Instituto de Filosofia e Ciências Humanas, Universidade Estadual de Campinas, Campinas, SP, 2015.

SILVA, Rodrigo Rocha. A educação na fronteira entre Brasil e o Paraguai: narrativas auto(biográficas) de um fronteiriço. 2017. 50 f. Monografia (Graduação em Geografia) – Faculdade de Geografia, Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul, Campo Grande, 2017.

SILVA, Zanete Ruiz. Práticas pedagógicas interculturais na tríplice fronteira Brasil, Colômbia e Peru: um estudo na Escola Estadual Marechal Rondon. 2011. 198 f. Dissertação (Mestrado em Educação) – Faculdade de Educação, Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis, 2011.

SOUZA, Elizeu Clementino de. Diálogos cruzados sobre pesquisa (auto)biográfica: análise compreensiva-interpretativa e política de sentido. Educação, Santa Maria, v. 39, n. 1, p. 39-50, jan./abr. 2014.

SPRANDEL, Marcia Anita. Brasileiros na fronteira com o Paraguai. Estudos Avançados, São Paulo, v. 20, n. 57, p. 137-156, ago. 2006.

TORCHI, Gicelma da Fonseca Chacarosqui; SILVA, Crisliane Patrícia. A expansão do Programa Escolas Interculturais de Fronteira no Estado de Mato Grosso do Sul. Revista GeoPantanal, Corumbá, MS, n. 17, p. 33-46, jul./dez., 2014.

Publicado
2019-12-26
Métricas
  • Visualizações do Artigo 616
  • PDF downloads: 286
Como Citar
DA SILVA, R. R.; MOREIRA JUNIOR, O. A educação na fronteira entre Brasil e Paraguai: narrativas (auto) biográficas de um fronteiriço. Revista Brasileira de Pesquisa (Auto)biográfica, v. 4, n. 12, p. 1110-1124, 26 dez. 2019.