Vestígios autobiográficos na escrita de viagem: o “Diário de Bordo” (1934)

Jussara Santos Pimenta

Resumo


Considerando como fonte as crônicas de viagem de Cecília Meireles, colecionadas no álbum intitulado “Diário de Bordo”, esse trabalho tem como objetivo investigar os vestígios autobiográficos nelas contidos. Publicadas no final dos anos 1934 pelo jornal carioca A Nação, as crônicas registravam o cotidiano do navio e publicizavam as impressões da primeira viagem da poeta e educadora a Portugal para conferências educacionais e literárias. Como escrita autobiográfica ou autorreferencial, tece os sentidos, as impressões e as expectativas da travessia num claro entrelaçamento da vida profissional com a esfera íntima da educadora, permitindo compreender parte do universo de quem escreve, de quem questiona o seu lugar e também o panorama cultural, político e educacional brasileiro do período.

Palavras-chave: Escrita autobiográfica. Cecília Meireles. Diário de viagem.



Palavras-chave


Escrita autobiográfica; Cecília Meireles; Diário de viagem

Texto completo:

PDF

Referências


BORGES, Vavy Pacheco. O “eu” e o “outro” na relação biográfica: algumas reflexões. In: NAXARA, Márcia; MARSON, Izabel; BREPOHL, Marion (Org.). Figurações do outro. Uberlândia: EDUFU, 2009, p. 225-238.

DAMASCENO, Darci. Cronologia de publicação de Cecília Meireles em várias revistas: 1929-1940. Rio de Janeiro, [s.d.]. N. p. Original. Manuscrito. Inclui textos de crítica e ocorre referência à bibliografia de Cecília Meireles de 1940-1965. 26,2,36. Arquivo Darci Damasceno, Seção de Manuscritos da Biblioteca Nacional. Rio de Janeiro, Brasil.

DEL PRIORE, Mary. Biografia: quando o indivíduo encontra a história. Topoi, v. 10, n. 19, jul.-dez. 2009, p. 7-16.

DUARTE, Constância Lima. As viagens e o discurso autobiográfico de Nísia Floresta. Matraga, Rio de Janeiro, v.16, n.25, jul./dez. 2009.

FERREIRA, Marieta de Moraes. Diário pessoal, autobiografia e fontes orais: a trajetória de Pierre Deffontaines. In: INTERNATIONAL ORAL HISTORY CONFERENCE (10.: 1998: Rio de Janeiro, RJ). Oral history challenges for the 21st century: proceedings [of the] X International Oral History Conference /Eds. Ilana Strozemberg...[et al]. Rio de Janeiro: CPDOC/FGV/Casa Oswaldo Cruz, 1998. v.1. p. 379-386.

FERREIRA, Marieta de Moraes; AMADO, Janaína (orgs). Usos e Abusos da História Oral. Rio de Janeiro: Ed. FGV, 1996.

LACERDA, Lílian Maria de. Lendo vidas: a memória como escritura autobiográfica. In: MIGNOT, Ana Chrystina Venâncio; BASTOS, Maria Helena Câmara; CUNHA, Maria Teresa Santos(orgs). Refúgios do Eu: educação, história e escrita autobiográfica. Florianópolis: Ed. Mulheres, 2000. p. 81-108.

LEITE, Miriam Lifchitz Moreira Leite. Livros de viagem (1803-1900). Rio de Janeiro: Editora UFRJ, 1997.

MACHADO, Igor José de Renó. O "brasileiro de toma-viagens" e o lugar do Brasil em Portugal. Estudos Históricos, Rio de Janeiro. N. 35, janeiro/junho de 2005, p. 47-67.

MEIRELES, Cecília, 1901-1964. Diário de Bordo / Cecília Meireles ; ilustrações Fernando Correia Dias ; apresentação Alberto da Costa e Silva ; prefácio e posfácio Jussara Pimenta. – 1. ed. - São Paulo : Global, 2014.

MEIRELES, Cecília. “Diário de Bordo”. A Nação, Rio de Janeiro, 02 de dezembro de 1934, p. 2. “Suplemento Literário”. (escrito em 02/10/1934 e publicado juntamente com o relato dos dias 03 e 04 de outubro de 1934).

MEIRELES, Cecília. “Diário de Bordo”. A Nação, Rio de Janeiro, 11/11/1934, p. 2. “Suplemento Literário”. (escrito em 26/09/1934 e publicado juntamente com o relato do dia 27 de setembro de 1934).

MEIRELES, Cecília. “Diário de Bordo”. A Nação, Rio de Janeiro, 1934, p. 2. “Suplemento Literário”. (escrito em 28/09/1934 e publicado juntamente com o relato do dia 29 de setembro de 1934).

MEIRELES, Cecília. “Diário de Bordo”. A Nação, Rio de Janeiro, 1934, p. 2. “Suplemento Literário”. (escrito em 30/09/1934 e publicado juntamente com o relato do dia 01 de outubro de 1934).

MEIRELES, Cecília. “Diário de Bordo”. A Nação, Rio de Janeiro, 1934. (sem data). p. 2. “Suplemento Literário”.

MEIRELES, Cecília. “Diário de Bordo”. A Nação, Rio de Janeiro, 1934, p. 2. “Suplemento Literário”. (escrito em 06/10/1934 e publicado juntamente com o relato do dia 05 de outubro de 1934).

MEIRELES, Cecília. “Diário de Bordo”. A Nação, Rio de Janeiro, 23 de dezembro de 1934, p. 2. “Suplemento Literário”. (escrito em 10/10/1934 e publicado juntamente com o relato do dia 11 de outubro de 1934).

MEIRELES, Cecília. Ainda os museus. In: MEIRELES, Cecília. Crônicas de Viagem. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, v.1, 1998. p. 291-293.

MEIRELES, Cecília. Criança, meu amor. Rio de Janeiro: Tipografia do Anuário do Brasil, 1924.

MEIRELES, Cecília. Roma, turistas e viajantes. In: Crônicas de Viagem. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 1999. p. 101-104.

MICELI, Paulo. O ponto onde estamos: viagens e viajantes na história da expansão e da conquista. São Paulo: Página Aberta, 1994. p. 37.

MIGNOT, Ana Chrystina Venancio, SILVA, Alexandra Lima da. Tão longe, tão perto: escrita de si em relatórios de viagens. Educação em Revista | Belo Horizonte | v.27 | n.01 | p.435-458 | abr. 2011.

MIGNOT, Ana Chrystina Venâncio. Editando o legado pioneiro: o arquivo de uma educadora. In: MIGNOT, Ana Chrystina Venâncio; BASTOS, Maria Helena Câmara; CUNHA, Maria Teresa Santos(orgs). Refúgios do Eu: educação, história e escrita autobiográfica. Florianópolis: Ed. Mulheres, 2000. p. 123-144.

MIGNOT, Ana Chrystina Venâncio; BASTOS, Maria Helena Câmara; CUNHA, Maria Teresa Santos. (orgs). Refúgios do Eu: educação, história e escrita autobiográfica. Florianópolis: Ed. Mulheres, 2000.

MUZART, Zahidé Lupinacci. Do navegar e de navegantes. MIGNOT, Ana Chrystina Venâncio; BASTOS, Maria Helena Câmara; CUNHA, Maria Teresa Santos. (orgs). Refúgios do Eu: educação, história e escrita autobiográfica. Florianópolis: Ed. Mulheres, 2000.

NORA, Pierre. Entre memória e história. A problemática dos lugares. Proj. História, São Paulo, (10), dez. 1993. p. 7-28.

PIMENTA, J. S. As duas margens do Atlântico: um projeto de integração entre dois povos na viagem de Cecília Meireles a Portugal (1934). 2008. 374 f. Tese (Doutorado em Educação) – Faculdade de Educação, Universidade do Estado do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, 2008.

PIMENTA, J. S. Leitura, arte e educação: a biblioteca infantil do Pavilhão Mourisco. Curitiba: Editora CRV, 2011.

PIMENTA, J. S. Rastro de deslumbramento: Cecília Meireles em Portugal. In: MIGNOT, A. C., GONDRA, J. G. Viagens Pedagógicas. São Paulo: Cortez, 2007. p. 163-194.

PIMENTEL, Thaís Velloso Cougo. De viagens e de narrativas: viajantes brasileiros no além-mar (1913-1957). 1998. Tese (Doutorado). Universidade de São Paulo, Departamento de História. p. 57.

PIRES, João Ricardo Ferreira. A narrativa de viagem como exercício autorreferencial da memória: o exemplo de D. Pedro II. XIV Encontro Regional da ANPUH-RIO: Memória e Patrimônio. Rio de Janeiro, 19 a 23 de julho de 2010.

SOUZA, Anlene Gomes de. O estrangeiro e a cidade: o Rio de Janeiro e o imaginário da viagem na primeira metade do século XX. 1995. Dissertação (Mestrado) - Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro. p. 63.

VIÑAO, Antonio. Las autobiografias, memorias y diarios como fuente histórico-educativa: tipología y usos. Teias: Revista da Faculdade de Educação da UERJ, 2000, n.1.

VIÑAO. Antonio. A modo de prólogo, refúgio del yo, refúgios de otros. In: MIGNOT, Ana Chrystina Venâncio et all (org.). Refúgios do eu: educação, história e escrita autobiográfica. Florianópolis: Mulheres, 2000.




DOI: http://dx.doi.org/10.31892/rbpab2525-426X.2017.v2.n5.p343-358

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Indexadores: 

 

 

Portal SEER

Revista Brasileira de Pesquisa (Auto)Biográfica - RBPAB - Qualis B2 Educação

 A Revista Brasileira de Pesquisa (Auto)Biográfica é publicada sob a licença Creative Commons de  Atribuição-NãoComercial CC BY-NC