Práticas de leitura dos professores indígenas kiriri cantagalo

  • Jucimar Pereira dos Santos

Resumo

Resumo

O presente texto é resultado de um trabalho em Nível de Mestrado, desenvolvido no Programa de Pós-Graduação em Crítica Cultural na Universidade do Estado da Bahia – UNEB, Campus II – Alagoinhas no período de 2010-2011, cujo objetivo foi investigar as práticas de leitura dos professores indígenas Kiriri Cantagalo do Ensino Fundamental (5a à 8a série) que atuam no Colégio Estadual Indígena Florentino Domingos de Andrade, Aldeia Araçás do Município de Banzaê, no estabelecimento da relação entre cultura, educação e leitura. Para o desenrolar da pesquisa foi utilizada a seguinte questão: as práticas de ensino de leitura desenvolvidas pelos professores indígenas Kiriri Cantagalo têm contribuído para o fortalecimento de sua cultura indígena? A pesquisa percorre justamente questões de encantamento sobre o que vem a ser a leitura em uma escola indígena do Nordeste da Bahia, em um contexto de suas lutas históricas, conquistas e questões delicadas, tais como o processo de retomada do Território Indígena Kiriri, que vem ocorrendo a partir da década de 1970, os seus projetos societários, o acesso a bens culturais, a preservação e fortalecimento da cultura indígena Kiriri.

Palavras-chave

Leitura. Práticas de leitura. Educação Escolar Indígena.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2015-09-27
Métricas
  • Visualizações do Artigo 317
  • PDF downloads: 339