A Gestão do Processo Educacional da Pessoa com Deficiência: a legislação e a formação do professor

Palavras-chave: Educação inclusiva, Pessoa com deficiência, Gestão do processo educacional, Formação de professores

Resumo

Este artigo traz resultados de um processo de pesquisa e intervenção que teve como objetivo qualificar o processo de gestão educacional na Escola Especial José Luiz Piúma das pessoas com deficiência em Jaguarão, Rio Grande do Sul. Os estudos partiram das leis referentes à educação especial no Brasil, leituras de Paulo Freire e seus pressupostos teóricos. A metodologia utilizada foi a intervenção pedagógica, desenvolvida através de cinco encontros em que os professores refletiram, dialogaram e aprofundaram conhecimentos, em busca de alternativas para qualificar o processo educacional. Os achados evidenciaram que os professores se sentem capazes para aprimorar sua prática, identificando problemas, apontando soluções e agindo quando lhes couber resolver.

Biografia do Autor

Lúcio Jorge Hammes, Universidade Federal do Pampa
Doutor em Educação pela UNISINOS. Coordenador do Programa de Pós-Graduação em Educação da Universidade Federal do Pampa. Líder do Grupo de Pesquisa Cultura Escolar, Práticas Pedagógicas e Formação de Professores. ORCID: https://orcid.org/0000-0003-0658-4628 E-mail: luciojh@gmail.com
Bento Selau, Universidade Federal do Pampa
Doutor em Educação em Educação pela UFPEL. Coordenador do Programa de Pós-Graduação em Educação da Universidade Federal do Pampa. Professor do Programa de Pós-Graduação em Educação da Universidade Federal do Pampa. Líder do Grupo de Pesquisa Educação Inclusiva e Defectologia de Vygotski. ORCID https://orcid.org/0000-0002-5792-0284:        E-mail: bentoselau@gmail.com
Luciane Lakus Roncato, Rede Pública Municipal de Pelotas

Mestre em Educação pela UNIPAMPA. Professora da Rede Pública Municipal de Pelotas, Rio Grande do Sul. ORCID https://orcid.org/0000-0003-0332-4257 E-mail: luciane.roncato@outlook.com

Publicado
2018-08-16
Seção
Dossiê Temático