DA ESCOLA NO QUILOMBO À ESCOLA DO QUILOMBO: a prática pedagógica como elemento substancial para fortalecer sentidos de pertencimentos identitários

  • Jerônimo Jorge Cavalcante Silva Universidade do Estado da Bahia
  • Danielma da Silva Bezerra Brasileiro Universidade do Estado da Bahia
Palavras-chave: Quilombo, Prática Pedagógica

Resumo

O trabalho dessa pesquisa - Da escola no quilombo à escola do quilombo: a prática pedagógica como elemento substancial para fortalecer sentidos de pertencimentos identitários - se propõe a discutir sobre as Práticas Pedagógicas docentes da Educação Escolar Quilombola e como essas práticas fazem interface com a realidade sociocultural dos alunos do Ensino Fundamental II da Escola Municipal Quintina Marculina dos Santos, na Comunidade Quilombola de Raposa, zona rural do município de Caldeirão Grande/Bahia.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Jerônimo Jorge Cavalcante Silva, Universidade do Estado da Bahia
Doutor em Educação pela Universidade Autônoma de Barcelona-Espanha. Pós-Doutor em Educação pela Universidade de Cádiz-Espanha. Professor Titular no Mestrado Profissional em Educação e Diversidade, da Universidade do Estado da Bahia – MPED UNEB. Membro do Grupo de Pesquisa Diversidade, Formação, Educação Básica e Discursos - DIFEBA
Danielma da Silva Bezerra Brasileiro, Universidade do Estado da Bahia
Professora da Rede Municipal de Ensino de Caldeirão Grande/BA. Pedagoga. Mestranda do Programa de Pós-Graduação em Educação e Diversidade da Universidade do Estado da Bahia – MPED UNEB - Departamento de Ciências Humanas – Campus IV. Integrante do Grupo de Pesquisa - Diversidade, Formação, Educação Básica e Discursos DIFEBA.
Publicado
2020-06-28
Métricas
  • Visualizações do Artigo 572
  • PDF downloads: 997
Como Citar
Silva, J. J. C., & Brasileiro, D. da S. B. (2020). DA ESCOLA NO QUILOMBO À ESCOLA DO QUILOMBO: a prática pedagógica como elemento substancial para fortalecer sentidos de pertencimentos identitários. Plurais Revista Multidisciplinar, 2(1), 76-81. https://doi.org/10.29378/plurais.2447-9373.2017.v2.n1.76-81