ESTRATÉGIA NA GESTÃO LOGÍSTICA DA CADEIA DE SUPRIMENTOS: UM ESTUDO MULTICASO COM EMPRESAS DE SOLUÇÕES PARA O SETOR DE MINERAÇÃO

Palavras-chave: Estratégia, Logística, Cadeia de suprimentos, Gestão, Setor mineral

Resumo

Este artigo tem o objetivo de analisar como a estratégia empresarial é adotada na gestão logística da cadeia de suprimentos de empresas do ramo de soluções para a mineração. A pesquisa qualitativa é de natureza exploratória. Foram realizados estudos de múltiplos casos em três empresas de grande porte e multinacionais do segmento de soluções para o setor de mineração. Os gerentes das filiais foram entrevistados nas instalações das empresas e responderam a um questionário semiestruturado. Os resultados foram analisados por meio da técnica de análise de conteúdo. Adicionalmente, foram elaboradas uma matriz SWOT e um fluxograma de processos logísticos para cada empresa visitada.  Os resultados indicaram que as estratégias de gestão logística da cadeia de suprimentos têm contribuído para o gerenciamento dos estoques, transporte, armazenagem e processamento dos pedidos, aumentando, assim, a eficiência dos processos estratégicos da logística empresarial das empresas.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

ABDEL-BASSET, M.; MOHAMED, M.; SMARANDACHE, F. An extension of neutrosophic AHP–SWOT analysis for strategic planning and decision-making. Simetry, [s. l.], v. 10, n. 4, p. 116, 2018.

ANSOFF, I. H. A nova estratégia empresarial. São Paulo: Atlas, 1991.

BOWERSOX, D. J. et al. Gestão logística da cadeia de suprimentos. 4. ed. Porto Alegre: AMGH, 2014.

CHOPRA, S. Gestão da cadeia de suprimentos: estratégia, planejamento e operações. 6. ed. São Paulo: Pearson Education, 2016.

CHRISTOPHER, M. Logística e gerenciamento da cadeia de suprimentos. São Paulo: Cengage Learning, 2016.

DÖRNHÖFER, M.; GÜNTHNER, W. A. A research and industry perspective on automotive logistics performance measurement. International Journal of Logistics Management, [s. l.], v. 28, n. 1, p. 102–126, 2017.

FARIAS FILHO, M. C. Elaboração de Artigo para Publicação: Um Guia para as Ciências Sociais, Sociais Aplicadas e Humanidades. [s.l.] : Editora Motres, 2018.

FLEURY, P. F.; WANKE, P.; FIGUEIREDO, K. F. Logística empresarial: a perspectiva brasileira. São Paulo: Atlas, 2000.

GIL, A. C. Métodos e ténicas da pesquisa social. 6a ed. São Paulo: Atlas, 2008.

GÜREL, E.; TAT, M. SWOT analysis: A theoretical review. Journal of International Social Research, [s. l.], v. 10, n. 51, 2017.

ILOS, Especialista em Logística e Supply Chain. Custos logísticos no brasil - Edição 2017. 2017. Disponível em: <https://www.ilos.com.br/web/analise-de-mercado/relatorios-de-pesquisa/custos-logisticos-no-brasil/>. Acesso em: 10 jun. 2019.

LANKFORD, W. M.; PARSA, F. Outsourcing: a primer. Management Decision, [s. l.], v. 37, n. 4, p. 310–316, 1999.

MACHLINE, C. Cinco décadas de logística empresarial e administração da cadeia de suprimentos no Brasil. Revista de Administração de Empresas, [s. l.], v. 51, n. 3, 2011.

MEIXELL, M. J.; LUOMA, Patrice. Stakeholder pressure in sustainable supply chain management: A systematic review. International Journal of Physical Distribution & Logistics Management, [s. l.], v. 45, n. 1/2, p. 69–89, 2015.

MELOVIĆ, B. et al. Logistics in the function of customer service–relevance for the engineering management. Procedia Engineering, [s. l.], v. 117, p. 802–807, 2015.

MINTZBERG, H. et al. O Processo da estratégia: conceitos, contextos e casos selecionados. 4. ed. Porto Alegre: Bookman, 2006.

MORAES, R. Análise de Conteúdo. Revista Educação, [s. l.], v. 22, n. 37, p. 7–32, 1999.

PORTER, M. E. The Five Competitive Forces That Shape Strategy. Harvard business review, [s. l.], v. 86, n. 1, p. 78–93, 2008.

PURVIS, L. et al. Developing a resilient supply chain strategy during ‘boom’and ‘bust’. Production Planning & Control, [s. l.], v. 27, n. 7–8, p. 579–590, 2016.

ROBLES, L. T. Logística internacional. Rio de Janeiro: SESES, 2015.

SABET, E.; YAZDANI, N.; DE LEEUW, S. Supply chain integration strategies in fast evolving industries. International Journal of Logistics Management, [s. l.], v. 28, n. 1, p. 29–46, 2017.

SERTEK, P.; GUINDANI, R. A.; MARTINS, T. S. Administração e planejamento estratégico. Curitiba: InterSaberes, 2012.

SPILLAN, J. E. et al. A comparison of the effect of logistic strategy and logistics integration on firm competitiveness in the USA and China. The International Journal of Logistics Management, [s. l.], v. 24, n. 2, p. 153–179, 2013.

STOCK, G. N.; GREIS, N. P.; KASARDA, J. D. Logistics, strategy and structure: a conceptual framework. International Journal of Operations & Production Management, [s. l.], v. 18, n. 1, p. 37–52, 1998.

SUM, C.; TEO, C.; NG, K. Strategic logistics management in Singapore. International Journal of Operations & Production Management, [s. l.], v. 21, n. 9, p. 1239–1260, 2001.

THE WORLD BANK. International logistics performance index: LPI Global Rankings 2018. 2018. Disponível em: <https://lpi.worldbank.org/international/global>. Acesso em: 29 out. 2019.

YIN, R. K. Case Study Research and Applications: Design and Methods. 6th. ed. [s.l.] : SAGE, 2018.

Publicado
2021-07-09
Métricas
  • Visualizações do Artigo 557
  • PDF downloads: 666
Seção
ARTIGOS