RELAÇÃO ENTRE O DESEMPENHO ECONÔMICO-FINANCEIRO E O RELATÓRIO DE AUDITORIA DOS CLUBES DE FUTEBOL BRASILEIROS

  • Thiago Bruno de Jesus Silva
  • Cleston Alexandre dos Santos
  • Paulo Roberto da Cunha
Palavras-chave: Relatório de Auditoria, Clubes de Futebol, Desempenho Econômico-Financeiro

Resumo

O objetivo foi verificar a relação entre o Desempenho Econômico-financeiro e o Relatório de Auditoria dos Clubes de Futebol Brasileiros das séries A, B e C, no período de 2014. A população foi composta de 60 clubes de futebol brasileiros. Para análise dos dados, foi utilizada a regressão logística multinomial. Os resultados revelaram que quanto maiores forem os indicadores Participação do Capital de Terceiro sobre Recursos Totais (PCT) e Endividamento e menor for a Liquidez Imediata, maior será a probabilidade de ser classificado como tendo relatório com ressalva. Observou-se, também, que quanto maiores forem os indicadores PCT, Endividamento e Retorno sobre o investimento (ROI) e menores forem os indicadores Liquidez Imediata, Margem de Lucro e Tamanho, maior será a probabilidade do relatório com ênfase. Conclui-se que não foi possível rejeitar a hipótese de que o desempenho econômico-financeiro tem relação no tipo de relatório de auditoria contábil.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Thiago Bruno de Jesus Silva
Professor do curso de Ciências Contábeis da Universidade Federal da Grande Dourados (UFGD). Mestre em Ciências Contábeis (FURB)
Cleston Alexandre dos Santos
Professor do curso de Ciências Contábeis da Universidade Federal do Mato Grosso do Sul (UFMS). Doutorando no curso de Ciências Contábeis e Administração pela Universidade Regional de Blumenau (FURB).
Paulo Roberto da Cunha
Professor do Programa de Pós-Graduação em Ciências Contábeis da Universidade Regional de Blumenau (PPGCC/FURB). Doutor em Ciências Contábeis e Administração pela Universidade Regional de Blumenau (FURB).

Referências

ALMEIDA, J; ALMEIDA, J. Auditoria e earnings management: um estudo empírico nas empresas abertas auditadas pelas big four e demais firmas de auditoria. Revista Contabilidade & Finanças, v.20, n.50, p.62-74, 2009.

ANTUNES, M. T. P; MARTINS, E. Capital intelectual: seu entendimento e seus impactos no desempenho de grandes empresas brasileiras. Revista de administração e Contabilidade da Unisinos (BASE), v.4, n.1, p.5-21, 2007.

AMADOR, R. P. Avaliação de empresas: uma aplicação aos clubes de futebol. Brasília,2004. 134 f Dissertação (Mestrado em Ciências Contábeis) - Programa Multi institucional e Inter-regional de Pós-graduação em Ciências Contábeis UnB/UFPB/UFRN, Universidade de Brasília, Brasília, 2004.

ASSAF NETO, A. Estrutura de análise de balanços: um enfoque econômico-financeiro (9a ed). São Paulo: Atlas, 2010.

BACKES, N. A.; SILVA, W. V.; ADÃO, W. J.; DEL CORSO, J. M. Indicadores contábeis mais apropriados para mensurar o desempenho financeiro das empresas listadas na BOVESPA. Revista Eletrônica de Estratégia & Negócios, v.2, n.1, p.117-135, 2009.

BDO, RCS Auditoria Independentes. Finanças dos clubes brasileiros e valor das marcas dos 17 clubes mais valiosos do Brasil (4a ed), 2012. Recuperado em 23 julho, 2014, de http://www.bdobrazil.com.br/pt/publicacoes.html.

BDO, RCS Auditoria Independentes. Valor das marcas dos 17 clubes mais valiosos do Brasil, 2013. Recuperado em 25 janeiro, 2016, de http://www.bdobrazil.com.br/pt/PDFs/Estudos_Zipados/ValordasMarcasde 2013.pdf.

BDO, RCS Auditores Independentes. 7º Valor das marcas dos clubes brasileiros, 2014. Recuperado em 23 julho, 2015, de http://www.bdobrazil.com.br/pt/PDFs/ Estudos_Zipados/valor_das_marcas_ 2014.pdf.

BALLESTA, J. P. S.; GARCÍA-MECA, E.. Audit qualifications and corporate governance in Spanish listed firms. Managerial Auditing Journal, v.20, n.7, p.725-738, 2005.

BASTOS, P. S. S.; PEREIRA, R. M.; TOSTES, F. P.. Uma contribuição para a evidenciação do ativo intangível – atletas – dos clubes de futebol. Pensar Contábil, v.9, n.36, p.1-16, 2007.

BOYNTON, W. C.; JOHNSON, R. N.; KELL, W. G.. Auditoria. Trad. José Evaristo do Santos. São Paulo: Atlas, 2002.

CASTRO, R. L. C.; VASCONCELOS, J. B.; DANTAS, J. A.. Impacto das normas internacionais de auditoria nos relatórios dos auditores sobre as demonstrações financeiras dos bancos brasileiros. In: Congresso USP de Controladoria e Contabilidade, Anais... São Paulo, SP, Brasil, 15, 2015.

CFC, Conselho Federal de Contabilidade. Resolução CFC nº 1.231, de 27 de novembro de 2009. Aprova a NBC TA 700 – Formação da Opinião e Emissão do Relatório do Auditor Independente sobre as Demonstrações Contábeis, 2009. Recuperado em 23 junho, 2015, de http://www.cfc.org.br/uparq/NBC%20TA%20700.pdf.

CFC, Conselho Federal de Contabilidade. Resolução CFC nº 1.233, de 27 de novembro de 2009. Aprova a NBC TA 706 – Parágrafos de Ênfases e Parágrafos de Outros Assuntos no Relatório do Auditor Independente, 2009. Recuperado em 23 junho, 2015, de http://www.cfc.org.br/uparq/NBC%20TA%20706>.pdf.

CHEN, C.; SRINIDHI, B.; SU, X.. Effect of auditing: Evidence from variability of stock returns and trading volume. China Journal of Accounting Research, v.7, n.4, p.223-245, 2014.

COOPER, D. R.; SCHINDLER, P. S.. Métodos de pesquisa em administração (7a ed). Porto Alegre, Bookman, 2003.

DAMASCENA, L. G.; PAULO, E.. Pareceres de auditoria: um estudo das ressalvas e parágrafos de ênfase constantes nas demonstrações contábeis das companhias abertas brasileiras. Revista Universo Contábil, v.9, n.3, p.104-127, 2013.

DUTRA, M. H.; ALBERTON, L.; VAN BELLEN, H. M.. A análise de conteúdo aplicada aos parágrafos de ênfase e de informação relevante dos pareceres da auditoria independente emitidos para as empresas do setor elétrico. In: EnANPAD, Anais... Rio de Janeiro, RJ, Brasil, 31, 2007.

FÁVERO, L. P.; BELFIONE, P.; DA SILVA, F L.; CHAN, B. L.. Análise de dados: Modelagem multivariada para tomada de decisões. Rio de Janeiro: Elsevier, 2009.

FIGUEIREDO, G H.; SANTOS, V.; CUNHA, P. R.. Práticas de evidenciação em entidades desportivas: um estudo nos clubes de futebol das séries 'A' e 'B' do campeonato brasileiro de futebol no período de 2011 a 2013. In: Congresso ANPCONT, Anais… Curitiba, PR, Brasil, 9, 2015.

HOSMER, D.; LEMESHOW, S.. Applied logistic regression (2a ed). Nova York: John Wiley & Sons, 2000.

KIM, D. Y.; KIM, J. Y.. Effects of corporate social responsibility and corporate governance on determining audit fees. International Journal of Multimedia and Ubiquitous Engineering, v.8, n.2, p.189-196, 2013.

LAITINEN, E. K.; LAITINEN, T.. Qualified audit reports in Finland: evidence from large companies. The European Accounting Review, v.7, n.4, p.639-653, 1998.

Lei nº 8.672, de 6 de julho de 1993. Institui normas gerais sobre desportos e dá outras providências. Brasília, DF. Recuperado em 23 julho, 2015, de http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/Leis/L8672.htm.

Lei nº 9.615, de 24 de março de 1998. Institui normas gerais sobre desporto e dá outras providências. Brasília, DF. Recuperado em 23 julho, 2015, de http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/Leis/L9615consol.htm.

Lei nº 10.672, de 15 de maio de 2003. Altera dispositivos da Lei 9.615, de 24 de março de1998, e dá outras providências. Brasília, DF. Recuperado em 23 julho, 2015, de http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/Leis/2003/L10.672.htm.

Lei 12.395 de 16 de Março de 2011. Altera as leis 9.615, de 24 de Março de 1998, que institui normas gerais sobre desporto, e 10,891, de 09 de Julho de 2004, que institui a Bolsa Atleta; cria os Programas Atleta Pódio e Cidade Esportiva; Revoga a lei 6.354, de 02 de Setembro de 1976. Brasília, DF. Recuperado em 24 julho, 2015, de http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2011-2014/2011/lei/l12395.htm.

LONGO, C.. Manual de auditoria e revisão de demonstrações financeiras (2a. ed.). São Paulo: Atlas, 2011.

MAIA, A.B.G.R.; CARDOSO, V. I. C.; PONTE, V. M. R.. Práticas de disclosure do ativo intangível em clubes de futebol. Revista de Administração, Contabilidade e Economia da Fundace (RACEF), v.4, n.1, p.1-17, 2013.

MARTINS, E. (org.).. Avaliação de empresas: da mensuração contábil à econômica. São Paulo: Atlas, 2001.

MATARAZZO, D. C.. Análise financeira de balanços: abordagem gerencial (7a ed). São Paulo: Atlas, 2010.

MOREIRA, F. S.; FIRMINO, J. E.; SILVA, R. C.; SILVA, J. D. B.. Qualidade da auditoria nos clubes de futebol brasileiro: Abordagem sobre o julgamento dos auditores independentes na redução ao valor recuperável de ativos. In: EnANPAD, Anais... Rio de Janeiro, RJ, Brasil, 37, 2013.

PRADO, T. A. R.; MOREIRA, F. S. A.. O tratamento contábil adotado pelos clubes de futebol no registro de atletas profissionais e amadores: um estudo das demonstrações contábeis no exercício social de 2012. In: Congresso USP de Controladoria e Contabilidade, Anais... São Paulo, SP, Brasil, 14, 2014.

PEREIRA, C. A.; REZENDE, A. J.; CORRAR, L. J.; LIMA, E. M.. A gestão estratégica de clubes de futebol: uma análise da correlação entre performance esportiva e resultado operacional. In: Congresso USP de Controladoria e Contabilidade, Anais... São Paulo, SP, Brasil, 4, 2004.

PEREZ JUNIOR, J. H.; BEGALLI, G. A.. Elaboração e análise das demonstrações contábeis. São Paulo: Atlas, 2009.

PLETSCH, C. S.; DAL MAGRO, C. B.; DA SILVA, A. L. I. N. I.; LAVARDA, C. E. F.. Estratégias competitivas e desempenho e econômico-financeiro de empresas brasileiras do setor de consumo não cíclico. Revista de Contabilidade e Organizações (RCO), v.25, p.16-30, 2015.

REZENDE, A. J.; DOS SANTOS CUSTÓDIO, R.. Uma análise da evidenciação dos direitos federativos nas demonstrações contábeis dos clubes de futebol brasileiros. Revista de Educação e Pesquisa em Contabilidade (REPeC), v.6, n.3, p.229-245, 2012.

SEGURA, A. S.; MOLINA, G. S.. El Informe de Auditoría y su relación con las características corporativas. Revista Española de Financiación y Contabilidad, v.30, n108, p.349-391, 2001.

SILVA, A. N. V.. A gestão dos centros de treino dos clubes de futebol. Porto, 2009.162 f. Tese (Mestrado) Curso de Mestrado em Gestão Esportiva – Universidade do Porto, Porto, 2009.

SILVA, C. A. T.; TEIXEIRA, H. M.; NIYAMA, J. K.. Evidenciação contábil em entidades desportivas: uma análise dos clubes de futebol brasileiros. In: Congresso USP de Controladoria e Contabilidade, Anais... São Paulo, SP, Brasil, 9, 2009.

SOMOGGI, A.. Evolução das finanças dos clubes brasileiros – 2012-2013. IBDD-Instituto Brasileiro de Direito Desportivo, 2013. Recuperado em 25 janeiro, 2016, de http://www.ibdd.com.br/arquivos/Amir%20Somoggi.%20Janeiro%20-%202013.pdf.

SPATHIS, C. T.. Audit qualification, firm litigation, and financial information: an empirical analysis in Greece. International Journal of Auditing, v.7, n.1, p.71-85, 2003.

TIAN, Z.; KETSARAPORN, S.. Performance benchmarking for building best practice in business competitiveness and case study. International Journal of Networking and Virtual Organisations, v.12, n.1, p.40-55, 2013.

WERNKE, R.. Gestão financeira: ênfase em aplicações e casos nacionais. Rio de Janeiro: Saraiva, 2008.

Publicado
2017-08-18
Métricas
  • Visualizações do Artigo 2414
  • ARTIGO downloads: 1342
Seção
Artigos