AVANÇOS, RECUOS OU ESTAGNAÇÃO DO FINANCIAMENTO DA EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS NA BAHIA – 2007 a 2017?

Selma dos Santos, Eduardo José Fernandes Nunes, Jorge Filipe Carneiro Coelho Dantas

Resumo


A educação pública se utiliza de um planejamento orçamentário para organizar os investimentos públicos nessa área como em outras do sistema público, este artigo procurou acompanhar os avanços, recuos ou a estagnação do financiamento da Educação de Jovens e Adultos no Estado da Bahia nos últimos dez anos, no período 2007 a 2017. A análise desses dados permitirá termos uma radiografia sobre essa problemática e a auxiliar na possibilidade de ações que possam dar um salto qualitativo se não em todas as modalidades, mas que ajude através de mais e melhores investimentos nessa área. O levantamento dos dados para essa pesquisa foi realizado nos sistemas de informações da Secretaria de Educação do Estado da Bahia, Secretaria de Planejamento do Estado da Bahia, e Instituto Nacional de Educação e Pesquisa (INEP). Pela análise do material encontrado percebe-se poucos avanços nesse orçamento ao longo da década, condicionada pela conjuntura política e econômica do país, os investimentos públicos essenciais para a população nunca são suficientes e se perdem nos meandros da burocracia estatal.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




ISSN: 2595-9980

Indexadores: