PRODUÇÃO DE MAPAS CONCEITUAIS PARA CONSTRUÇÃO DO CONHECIMENTO SOBRE AS RELAÇÕES COM OS ANIMAIS DA FAUNA URBANA E SAÚDE

Palavras-chave: Aprendizagem significativa, metodologias ativas, ensino de ciências

Resumo

A utilização de metodologias ativas contribui positivamente para a aprendizagem significativa. Os mapas conceituais são esquemas gráficos elaborados para organizar e representar um determinado conhecimento. Eles apresentam conceitos que são ligados entre si por meio de linhas que estabelecem conexões. A elaboração de mapas conceituais por crianças favorece a organização do conhecimento na estrutura cognitiva. O objetivo deste trabalho foi analisar a construção de conhecimento dos estudantes sobre as relações com os animais da fauna urbana e saúde, por meio da produção de mapas conceituais. O trabalho foi desenvolvido em uma escola municipal de Vitória da Conquista, BA, com alunos do 4º e 5º ano do Ensino Fundamental. Foram realizadas aulas expositivas dialogadas sobre os temas vida animal e zoonoses, e foram elaborados mapas conceituais sobre os assuntos pelos alunos. Os resultados mostraram que o mapa do tipo teia de aranha foi o mais usado, e a partir das informações apresentadas nos mapas conceituais, foi possível observar que os estudantes conseguiram organizar os conhecimentos prévios, assuntos abordados na aula expositiva e estabelecer relações sobre respeito e emoções dos animais da fauna urbana, bem como a influência das zoonoses na saúde humana. Assim, o uso de mapas conceituais como estratégia didática, contribuiu para uma aprendizagem significativa, colocando o aluno como um sujeito ativo na construção de conhecimento.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Daiana Kelly Moraes Lisbôa, Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia
Mestranda em Ensino pela Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia.
Islana dos Reis Fonseca, Docente no Centro Universitário UniFTC.

Mestranda em Ensino pela Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia (UESB).

Gabriele Marisco, Docente no Programa de Pós-graduação em Ensino da Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia.

Doutorado em Biotecnologia pela Rede do Nordeste de Bioteclogia (RENORBIO). Pesquisadora no grupo Biologia de Recursos Naturais (BIORENA).

Referências

AGUIAR, J. G.; CORREIA, P. R. M. Como fazer bons mapas conceituais? Estabelecendo parâmetros de referências e propondo atividades de treinamento. Revista Brasileira de pesquisa em Educação em Ciências, 13(2), 141-157, 2013.

ANDRADE, L. R. A importância do lúdico na Educação Infantil: um estudo de caso de uma creche pública. 2018. 43 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação) Pedagogia à Distância- Centro de Educação da Universidade Federal da Paraíba, João Pessoa-PB, 2018. Disponível em: <https://repositorio.ufpb.br/jspui/bitstream/123456789/14099/1/LRA07022019.pdf.> Acesso em: 01/ 02/ 2020.

AUSUBEL, D. P. Aquisição e retenção de conhecimentos: uma perspectiva cognitiva. Lisboa: Plátano, v. 1, 2003.

BALTAZAR, C. et al. Formação de multiplicadores na área de saúde pública e higiene de alimentos. Rev. Ciênc. Ext.v.1, n.1, p.79, 2004.

BORGES, T.S.; ALENCAR, G. Metodologias ativas na promoção da formação crítica do estudante: o uso das metodologias ativas como recurso didático na formação crítica do estudante de ensino superior. Cairu em Revista. n.4, p. 119-143, 2014.

CAMPELO, L. F.; PICONEZ, S. C. B. Os mapas conceituais como metodologia ativa no ensino de geografia. Anais Congresso Internacional de Educação e Tecnologias/ Encontro de Pesquisadores em Educação a Distância, 2018.

DIESEL, A., BALDEZ, A. L. S.; MARTINS, S. N. Os princípios das metodologias ativas de ensino: uma abordagem teórica. Revista Thema, 14(1), 268-288, 2017.

FARACO, C. B. Interação humano-animal. Ciência veterinária nos trópicos, v. 11, p. 31-35, 2008.

GALHARDO, L; OLIVEIRA, R, F. Bem-estar animal: um conceito legítimo para peixes. Revista de Etologia, p. 51-61, 2006.

GEMIGNANI, E. Y. M. Y. Formação de professores e metodologias ativas de ensino-aprendizagem: ensinar para a compreensão. Fronteiras da Educação, v. 1, n. 2, 2013.

HEUKELBACH, J.; OLIVEIRA, F. A. S.; FELMEIER, H. Ectoparasitoses e saúde pública: desafios para o controle. Cadernos de Saúde Pública, v. 19, n. 5, p. 1535-1540, set.-out. 2003.

MENDONÇA, C. A. S.; SILVA, A. M.; PALMERO, M. L. R. Uma experiência com mapas conceituais na educação fundamental em uma escola pública municipal. Experiências em Ensino de Ciências, v. 2, n. 2, p. 37-56, 2007.

MENDONÇA, C. A. S.; MOREIRA, M. A. Uma revisão da literatura sobre trabalhos com mapas conceituais no ensino de ciência do pré-escolar às séries iniciais do ensino fundamental. Revista Práxis, v. 4, n. 7, 2012.

MENDONÇA, M.E.F. et al. A terapia assistida por cães no desenvolvimento socioafetivo de crianças com deficiência intelectual. Cad Grad Ciênc Biol Saúde, v.2, p.11-30, 2014.

MORAES, R. Análise de conteúdo. Revista Educação, Porto Alegre, v. 22, n. 37, p. 7-32, 1999.

MOREIRA, M. A. Mapas conceituais e aprendizagem significativa (concept maps and meaningful learning). Aprendizagem significativa, organizadores prévios, mapas conceituais, digramas V e Unidades de ensino potencialmente significativas, 41, 2012. Disponível em: <http://www.cid.unir.br/uploads/44444444/arquivos/TAS_1490483223.pdf#page=41.> Acesso em: 20/03/2020.

NOVAK, J. D.; CAÑAS, A. J. A teoria subjacente aos mapas conceituais e como elaborá-los e usá-los. Práxis Educativa, v. 5, n. 1, p. 9-29, 2010.

OLIVEIRA, N. A. S. A educação ambiental e a percepção fenomenológica, através de mapas mentais. REMEA-Revista Eletrônica do Mestrado em Educação Ambiental, v. 16, 2006.

SÃO PAULO. Prefeitura do município de São Paulo. Secretaria Municipal da Saúde. Gerência de Vigilância Ambiental – Coordenadoria de Vigilância e Saúde. Centro de Controle de Zoonoses. Criando um amigo: manual de prevenção contra agressões por cães e gatos. São Paulo: CCZ, 2004. 30 p. Disponível em: <http://www.pusplq.usp.br/gcaa/pdfs/manual_educador.pdf. > Acesso em: 19/03/2020.

SILVA, A. J. et al. Abandono de cães na América Latina: revisão de literatura. Revista de Educação Continuada em Medicina Veterinária e Zootecnia do CRMV-SP, v. 11, n. 2, p. 34-41, 2013.

SILVA, M. R. M.; GELLER, M. O uso de mapas conceituais com crianças: instrumento para aprendizagem de ciências. Anais VI Encontro Nacional de Pesquisa em Educação em Ciências, 2007.

TAVARES, R. Construindo mapas conceituais. Ciências & Cognição, v.12, p.72-85, 2007.

TORTAJADA, J. F. et al. Introducción: el niño y el medio ambiente. Anales Españoles de Pediatría, v. 56, n. 6, 2002.

VALLA, V. V. Educação, saúde e cidadania: investigação científica e assessoria popular. Cadernos de Saúde Pública, v. 8, n.1, p. 30-40, Jan. /Mar. 1992.

Publicado
2020-06-14
Métricas
  • Visualizações do Artigo 163
  • ♪Áudio♪ downloads: 11
Como Citar
LISBÔA, D. K. M.; FONSECA, I. DOS R.; MARISCO, G. PRODUÇÃO DE MAPAS CONCEITUAIS PARA CONSTRUÇÃO DO CONHECIMENTO SOBRE AS RELAÇÕES COM OS ANIMAIS DA FAUNA URBANA E SAÚDE. Cenas Educacionais, v. 3, p. e8843, 14 jun. 2020.
Seção
Dossiê Temático - Ensino de Ciências e Educação Matemática