ANÁLISE FATORIAL CONFIRMATÓRIA DA ESCALA CONDIÇÕES DO AMBIENTE E CARACTERÍSTICAS DE APRENDIZAGEM NA UNIVERSIDADE (CACAU)

Palavras-chave: Confiabilidade dos Dados, Inquéritos e Questionários, Estudantes, Universidade

Resumo

A mensuração confiável de informações sobre as condições do ambiente e características de aprendizagem na universidade são fundamentais para o emprego de políticas institucionais com qualidade. Deste modo o objetivo deste estudo foi estimar o nível de validade de constructo da Escala CACAU, por meio da análise fatorial confirmatória (AFC). Participaram 985 universitários. Realizou-se a AFC e os índices de ajustamento da análise utilizadas foram: valor de p do Qui-quadrado (χ²), razão entre χ² e os graus de liberdade (df), Comparative Fit Index (CFI), Normalized Fit Indices (NFI), Goodness-of-fit Index (GFI), Tucker-Lewis Indices (TLI), Root Mean Square Error of Approximation (RMSEA) e Standardized Root Mean-Square Residual (SRMR). A Escala CACAU apresentou valores de GFI de 0,96, CFI de 0,92, TLI de 0,90. O valor de p do χ² foi <0,01 e os índices SRMR e RMSEA apresentaram valores de 0,045 e 0,052, respectivamente. O modelo foi confirmado pela associação dos quatro fatores da escala em relação aos 15 itens de forma consistente e demonstrou condições satisfatórias para avaliar o ambiente e características de aprendizagem na universidade.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Thiago Ferreira de Sousa, Docente na Universidade Federal do Recôncavo da Bahia - Brasil

Doutor em Educação Física pela Universidade Federal de Santa Catarina. Integrante do Grupo de Pesquisa em Atividade Física, Antropometria, Saúde e Qualidade de Vida.

Sueyla Ferreira da Silva dos Santos, Professora na Universidade Federal do Amazonas - Brasil

Doutora em Ciências da Motricidade na Universidade Estadual Paulista Júlio Mesquita Filho. Integrante do Grupo de Estudos em Saúde e Cultura Corporal de Movimento.

Gerleison Ribeiro Barros, Universidade Federal do Triângulo Mineiro - Brasil

Mestre em Educação Física. Integrante do Núcleo de Estudos em Atividade Física & Saúde

Alex Carneiro Brandão, Doutorando em Saúde Coletiva pela Universidade Federal de Santa Catarina - Brasil

Mestre Ciências do Movimento Humano pela Universidade do Estado de Santa Catarina. Integrante do Grupo de Estudos em Saúde e Cultura Corporal de Movimento. 

Sandra Celina Fernandes Fonseca, Pesquisadora na Universidade Trás-os-Montes e Alto Douro - Portugal

Doutora em Educação pela Universidade Trás-os-Montes e Alto Douro. Integrante do Centro de Investigação em Desporto, Saúde e Desenvolvimento Humano.

Referências

ARAÚJO, S. F. DE; PURIFICAÇÃO, M. M. Ser professor: vocação ou falta de opção? Os motivos que envolvem a escassez de jovens na profissão docente no Brasil. Revista Científica Novas Configurações. Diálogos Plurais, v.2, n.1, p.11-18, 2021. Disponível em: <http://www.dialogosplurais.periodikos.com.br/article/doi/10.4322/2675-4177.2021.002>. Acesso em: 16 set. 2021.

BAGOZZI, R. P. “Issues in the application of covariance structure analysis”: A further comment. Journal of Consumer Research, v.9, n.4, p.449–450, 1983.

BENTLER, P. M.; BONETT, D. G. Significance tests and goodness of fit in the analysis of covariance structures. Psychological Bulletin, v.88, n.3, p.588-606, 1980.

CAYUBIT, R. F. O. Why learning environment matters? An analysis on how the learning environment influences the academic motivation, learning strategies and engagement of college students. Learning Environments Research, 9 ago. 2021.

DÍEZ-PALOMAR, J. et al. How does dialogical talk promote student learning during small group work? An exploratory study. Learning, Culture and Social Interaction, v.30, p.100540, 1 set. 2021.

FJØRTOFT, H.; SANDVIK, L. V. Leveraging situated strategies in research–practice partnerships: Participatory dialogue in a Norwegian school. Studies in Educational Evaluation, v.70, p.101063, 1 set. 2021.

GALOS, S.; ALDRIDGE, J. M. Relationships between learning environments and self-efficacy in primary schools and differing perceptions of at-risk students. Learning Environments Research, v.24, n.2, p.253-268, 1 jul. 2021.

GUO, J.P. et al. Academic self-concept, perceptions of the learning environment, engagement, and learning outcomes of university students: relationships and causal ordering. Higher Education, 14 abr. 2021. Disponível em: <https://doi.org/10.1007/s10734-021-00705-8>. Acesso em 14 de outubro de 2021.

HU, L.; BENTLER, P. M. Cutoff criteria for fit indexes in covariance structure analysis: Conventional criteria versus new alternatives. Structural Equation Modeling: A Multidisciplinary Journal, v.6, n.1, p.1-55, 1 jan. 1999.

KIRBY, L. A. J.; THOMAS, C. L. High-impact teaching practices foster a greater sense of belonging in the college classroom. Journal of Further and Higher Education. 2021. Disponível em: <https://doi.org/10.1080/0309877X.2021.1950659>. Acesso em 14 de outubro de 2021.

KULAKOW, S. Academic self-concept and achievement motivation among adolescent students in different learning environments: Does competence-support matter? Learning and Motivation, v. 70, p. 101632, 1 maio 2020.

LINARD, J. G. Análise do estilo de vida, condições ambientais, de aprendizagem e rendimento acadêmico em universitários ingressantes e concludentes do curso de educação física. Dissertação (Mestrado em Saúde Coletiva) – Centro de Ciências da Saúde, Universidade Estadual do Ceará. Fortaleza-CE, p. 93. 2016.

LUIZ, R. R.; MAGNANINI, M. M. F. A lógica da determinaçäo do tamanho da amostra em investigaçöes epidemiológicas. Cadernos de Saúde coletiva, v.8, n.2, p.9-28, 2000.

MACCANN, C. et al. Emotional intelligence predicts academic performance: A meta-analysis. Psychological Bulletin, v.146, n.2, p. 150-186, 2020.

MUTLU, G.; YILDIRIM, A. Percepções do ambiente de aprendizagem e variáveis de experiência do aluno como determinantes da persistência na aprendizagem de EFL. SAGE Open, v.9, n.4, p.2158244019898805, 1 out. 2019.

NAHAS, M. V. Atividade física, saúde e qualidade de vida: conceitos e sugestões para um estilo de vida ativo. Londrina.: Midiograf, 2010. v. 5 ed.

OKWUDUBA, E. N. et al. Impact of intrapersonal and interpersonal emotional intelligence and self-directed learning on academic performance among pre-university science students. Heliyon, v.7, n.3, p.e06611, 1 mar. 2021.

PLASSA, W.; PASCHOALINO, P. A. T.; BERNARDELLI, L. V. Violência contra professores nas escolas brasileiras: determinantes e consequências. Nova Economia, v.31, n.1, p.247-271, 19 jul. 2021.

PONTE, M. A. V.; FONSECA, S. C. F.; CARVALHAL, M. I. A UNIVERSIDADE COMO ESPAÇO PROMOTOR DE CULTURAS SAUDÁVEIS. Revista Contexto & Educação, v.34, n.107, p. 288-298, 28 mar. 2019.

QUADROS, L. S.; SANTOS, D. F.; SOUSA, T. F. de. Autoavaliação negativa da qualidade de ensino e aprendizagem em universitários das instituições federais do estado da Bahia. V REUNIÃO ANUAL DE CIÊNCIA, TECNOLOGIA, INOVAÇÃO E CULTURA NO RECÔNCAVO DA BAHIA – V RCONCITEC. Anais...Cruz das Almas: Universidade Federal do Recôncavo da Bahia, UFRB, 2019.

SILVA, T. F. C. Desafios da atuação do psicólogo na Assistência Estudantil em uma universidade federal. Pesquisas e Práticas Psicossociais, v.15, n.4, p.e-3270, out./dez. 2020.

SOUSA, T. F. DE et al. Estudo MONISA: características e aspectos metodológicos. Revista Brasileira de Epidemiologia, v.15, n.4, p.904-907, dez. 2012.

SOUSA, T. F. DE et al. Validade e reprodutibilidade do questionário Indicadores de Saúde e Qualidade de Vida de Acadêmicos (Isaq-A). Arquivos de Ciências do Esporte, v.1, n.1, 17 maio 2013.

SOUSA, T. F. de et al. Validade de constructo da escala Condições do Ambiente e Características de Aprendizagem na Universidade (CACAU). Avaliação: Revista da Avaliação da Educação Superior (Campinas), v.23, p.665-678, dez. 2018.

TABACHNICK, B. G; FIDELL, L. S. Using Multivariate Statistics. 4th ed. Needham Heights, Mass.: Allyn and Bacon, 2001.

THOMPSON, B. Exploratory and confirmatory factor analysis: Understanding concepts and applications. Washington, DC, US: American Psychological Association, 2004.

VYGOTSKY, L. Mind in Society: the development of higher psychological processes. Massachusetts: Harvard University Press. 1978.

YIN, H. et al. Linking university mathematics classroom environments to student achievement: The mediation of mathematics beliefs. Studies in Educational Evaluation, v.66, p.100905, 1 set. 2020.

Publicado
2021-11-24
Métricas
  • Visualizações do Artigo 210
  • ♪Áudio♪ downloads: 6
Como Citar
Sousa, T. F. de, Santos, S. F. da S. dos, Barros, G. R., Brandão, A. C., & Fonseca, S. C. F. (2021). ANÁLISE FATORIAL CONFIRMATÓRIA DA ESCALA CONDIÇÕES DO AMBIENTE E CARACTERÍSTICAS DE APRENDIZAGEM NA UNIVERSIDADE (CACAU). Cenas Educacionais, 4, e12998. Recuperado de https://www.revistas.uneb.br/index.php/cenaseducacionais/article/view/12998
Seção
Ciência em Perspectiva