A ETNOMETODOLOGIA COMO PERSPECTIVA DE PESQUISA: DIÁLOGOS DA PRÁTICA

Palavras-chave: Etnometodologia, Pesquisa, Contexto social, Prática cotidiana

Resumo

Neste artigo apresentamos ao leitor uma maneira simples de compreender a Etnometodologia, sua história, princípios e expoentes que ajudaram a construir essa abordagem metodológica como instrumento valioso de reflexão e pesquisa no âmbito da educação, cujo foco central seja o contexto social considerando que a realidade socialmente construída está presente na vivência cotidiana dos sujeitos.  Isso faz com que reafirmemos que a pesquisa etnometodológica está muito mais comprometida em demonstrar e descrever de forma densa os detalhes, os ditos e os não ditos e de forma mais especial os etnométodos produzidos a partir da necessidade dos atores sociais.

 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Neide Cavalcante Guedes, Professora no Programa de Pós-graduação em Educação da Universidade Federal do Piauí - Brasil

Doutora em Educação pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte, com Pós-Doutorado pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro. Pesquisadora no Núcleo de Estudos sobre Formação, Avaliação, Gestão e currículo

Referências

ANTONELLO, C. S.; GODOY, A. S. Uma agenda brasileira para os estudos em aprendizagem organizacional. Revista de Administração de Empresas, v.49, n.3, p.266-281, 2009.

BARBIER, R. A pesquisa-ação. Tradução de Lucie Didio. Brasília: Líber Livro Editora, 2004.

BERGER, P. L.; LUCKMANN, T. A construção social da realidade: tratado de sociologia do conhecimento. Petrópolis: Editora Vozes, 2013.

BISPO, L. M. de S. B.; GODOY, A. S. A etnometodologia enquanto caminho teórico-metodológico para investigação da aprendizagem nas organizações. Rev. Adm. Contemp. v.16, n.5, Sept./Oct. 2012.

CICOUREL, A. Cognitive sociology: Language and meaning in social interaction. New York, 1974.

COULON, A. Etnometodologia. Petrópolis: Vozes, 1995.

COULON, A. A Escola de Chicago. Tradução Tomás R. Bueno. São Paulo: Papirus, 1995.

COULON, A. A condição de estudante: a entrada na vida universitária. Salvador: EDUFBA, 2008.

GARFINKEL, H. Studios en etnometodología. Barcelona: Anthropos, 2006.

GARFINKEL, H. Estudos de etnometodologia. Petrópolis: Vozes, 2018.

GUESSER, A. H. A etnometodologia e a análise da conversação e da fala. Em Teses - Revista Eletrônica dos Pós-Graduandos em Sociologia Política da UFSC, v.1, n.1, p. 149-168, agosto-dezembro, 2003.

HERITAGE, J. Etnometodologia. In: GIDDENS, A.; TURNES, J. (Org.). Teoria social hoje. Tradução de Gilson César Cardoso de Sousa. São Paulo: Editora UNESP, 1999. - (Biblioteca básica)

JOAS, H. Interacionismo simb61ico. In: GIDDENS, A.; TURNES, J. (Org.). Teoria social hoje. Tradução de Gilson César Cardoso de Sousa. São Paulo: Editora UNESP, 1999. - (Biblioteca básica)

MACEDO, R. S. Etnopesquisa crítica, etnopesquisa-formação. Brasília: Líber Livro Editora, 2010.

MINAYO, M. C. de S.; DESLANDES, S. F.; GOMES, R. Pesquisa social: teoria, método e criatividade. Petrópolis: Vozes, 2012.

Publicado
2021-05-31
Métricas
  • Visualizações do Artigo 395
  • ♪Áudio♪ downloads: 13
Como Citar
Guedes, N. C. (2021). A ETNOMETODOLOGIA COMO PERSPECTIVA DE PESQUISA: DIÁLOGOS DA PRÁTICA. Cenas Educacionais, 4, e11420. Recuperado de https://www.revistas.uneb.br/index.php/cenaseducacionais/article/view/11420
Seção
Dossiê Temático