https://www.revistas.uneb.br/index.php/baeducmatematica/issue/feed Revista Baiana de Educação Matemática 2021-02-08T19:48:49-03:00 Américo Junior Nunes da Silva ajnunes@uneb.br Open Journal Systems <p>A&nbsp;<strong>Revista Baiana de Educação</strong> Matemática (<strong>e-ISSN</strong>: 2675-5246/<strong>Prefixo DOI</strong>: 10.47207) iniciou as suas atividades editoriais em 2020 e cumpre com a função de divulgar trabalhos que têm como foco o professor que ensina Matemática, sua formação, a realidade e cultura escolar e o ensino e aprendizagem dessa ciência. É uma publicação do Programa de Pós-Graduação em Educação, Cultura e Territórios Semiáridos (PPGESA), vinculado à Universidade do Estado da Bahia (UNEB),&nbsp;<em>Campus </em>III, em parceria com o <em>Campus&nbsp;</em>VII da mesma universidade e com o Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Sertão Pernambucano (IF Sertão-PE), <em>Campus </em>Santa Maria da Boa Vista/PE. A revista não cobra nenhuma taxa de processamento de artigos (Article Processing Charge - APC) e publica em fluxo contínuo (rolling pass).&nbsp;</p> <p>A <strong>Revista Baiana de Educação Matemática</strong> encontra-se indexada em:&nbsp;<a href="https://scholar.google.com.br/citations?view_op=list_works&amp;hl=pt-BR&amp;authuser=1&amp;user=MPfEr2gAAAAJ&amp;gmla=AJsN-F4TDL1CelN9iebTnIgL-JNsxLH7QtoMD_Rdhyoh2cYrUolc4rDy-Bqzjt_JH65idADDIWJcckmQQpnHTAF0V6eXNWIhkh1rFG0JvjTJ1co65lB5-ic" target="_blank" rel="noopener">Google Scholar&nbsp;</a>|&nbsp;<a href="https://www.sumarios.org/revista/revista-baiana-de-educa%C3%A7%C3%A3o-matem%C3%A1tica-rbem" target="_blank" rel="noopener">Sumários</a>&nbsp;|&nbsp;<a href="http://journalseeker.researchbib.com/view/issn/2675-5246" target="_blank" rel="noopener">ResearchBib</a>|&nbsp;<a href="http://www.cnen.gov.br/centro-de-informacoes-nucleares/livre" target="_self">Revistas de Livre Acesso</a>|<a href="https://www.isindexing.com/isi/journaldetails.php?id=14172" target="_blank" rel="noopener">Internacional Scientific Indexing&nbsp;</a>|&nbsp;<a href="http://index.pkp.sfu.ca/index.php/browse/index/9029" target="_blank" rel="noopener">PKP Index</a>|&nbsp;<a href="https://www.abecbrasil.org.br/novo/" target="_blank" rel="noopener">ABEC BRASIL</a>|&nbsp;<a href="http://esjindex.org/search.php?id=4566" target="_blank" rel="noopener">Eurasian Scientific Journal Index</a>|&nbsp;<a href="http://olddrji.lbp.world/JournalProfile.aspx?jid=2675-5246" target="_blank" rel="noopener">Directory of Research Journals Indexing</a>|&nbsp;<a href="https://www.latindex.org/latindex/ficha?folio=29606" target="_blank" rel="noopener">Latindex</a>|&nbsp;<a href="https://diadorim.ibict.br/handle/1/2770" target="_blank" rel="noopener">Diadorim</a>|&nbsp;<a href="https://journals.indexcopernicus.com/search/details?id=66876" target="_blank" rel="noopener">Index Copernicus Internacional</a>|<a href="https://www.crossref.org/" target="_blank" rel="noopener">Crossref</a>|<a href="https://www.doi.org/" target="_blank" rel="noopener">Digital Object Identifier (DOI)</a>|<a href="https://doaj.org/toc/2675-5246?source=%7B%22query%22%3A%7B%22filtered%22%3A%7B%22filter%22%3A%7B%22bool%22%3A%7B%22must%22%3A%5B%7B%22terms%22%3A%7B%22index.issn.exact%22%3A%5B%222675-5246%22%5D%7D%7D%2C%7B%22term%22%3A%7B%22_type%22%3A%22article%22%7D%7D%5D%7D%7D%2C%22query%22%3A%7B%22match_all%22%3A%7B%7D%7D%7D%7D%2C%22size%22%3A100%2C%22_source%22%3A%7B%7D%7D" target="_blank" rel="noopener">DOAJ</a>|<a href="https://latinrev.flacso.org.ar/revistas/revista-baiana-educacao-matematica" target="_blank" rel="noopener">LatinREV</a>| <a href="https://www.citefactor.org/journal/index/26192/bahia-journal-of-mathematical-education#.YBmq8ehKjDc" target="_blank" rel="noopener">CiteFactor</a>|<a href="https://isindexing.com/isi/journaldetails.php?id=14172" target="_blank" rel="noopener">International Scientific Indexing(ISI)</a></p> https://www.revistas.uneb.br/index.php/baeducmatematica/article/view/10252 Influências do Estágio Supervisionado para Professores de Matemática em Início de Carreira – buscando compreender escolhas e características das escolas-campo 2021-01-18T10:39:29-03:00 Ulisses Dias da Silva mahungria@gmail.com Ana Teresa Carvalho Correa de Oliveira anateresa@fe.ufrj.br <p>Esta pesquisa apresenta o recorte da tese de doutorado do primeiro autor, orientado pela segunda autora, que investiga as influências do estágio curricular supervisionado obrigatório para professores no início de sua carreira. Foram realizadas entrevistas semiestruturadas com 20 sujeitos, selecionados com até três anos de experiência e que atuavam como professores de matemática em escolas regulares da rede pública ou privada de ensino, na educação básica. Com base nas entrevistas, a Análise de Conteúdo foi utilizada como instrumento metodológico para que emergissem quatorze categorias de análise que foram reorganizadas em seis – as escolhas, a escola, o estágio acontecendo, as relações construídas, os sentidos construídos pelos sujeitos e o passado no presente. Este artigo se concentra nos dois primeiros eixos. Concluímos que: i) os estágios divergem significativamente de instituição para instituição; ii) as escolas-campo mais preparadas e com maior acompanhamento possuem impactos mais significativos; iii) é preciso investir em uma maior integração do estágio ao currículo da licenciatura para melhores resultados formativos.</p> 2021-01-18T00:00:00-03:00 Copyright (c) 2021 Ulisses Dias da Silva, Ana Teresa Carvalho Correia de Oliveira https://www.revistas.uneb.br/index.php/baeducmatematica/article/view/10667 Formação de Professores: O estado do conhecimento no ensino de fração para estudantes surdos 2021-02-03T08:29:58-03:00 Clarissa Raimundo de Ataide clarissa.ataide2705@gmail.com Walber Christiano Lima da Costa walberchristiano@gmail.com <p>Este estudo tem como objetivo central conhecer o panorama das pesquisas que trazem a formação de professores para o ensino de Fração com estudantes surdos. Trata-se de um estudo bibliográfico, de abordagem qualitativa, no escopo do estado do conhecimento, cujas produções foram encontradas no repositório do Catálogo de Teses e Dissertações da Capes. A partir da busca de palavras-chave, foram encontradas 623 Teses e 1547 Dissertações, defendidas entre os anos de 2015 a 2019. A partir de um refinamento, encontramos uma Dissertação que aponta uma afinidade teórica sobre nossa discussão, o que evidencia a importância do tema deste artigo. Os resultados revelam a relevância deste estudo, pois o ensino de fração no contexto dos anos iniciais dos estudantes surdos traz uma perspectiva para o uso da Língua Brasileira de Sinais (Libras) como um fator importante visando à inclusão deste Público Alvo da Educação Especial (PAEE).</p> <p><strong>Palavras-chave: </strong>Educação. Séries iniciais. Ensino de Fração. Estudantes surdos.</p> 2021-02-03T08:29:56-03:00 Copyright (c) 2021 Clarissa Raimundo de Ataide, Walber Christiano Lima da Costa https://www.revistas.uneb.br/index.php/baeducmatematica/article/view/10212 Entendimentos de professores que ensinam matemática sobre a relação entre jogo e raciocínio lógico 2021-02-08T19:48:49-03:00 Renaura Matos de Souza renauramattos@gmail.com Ilvanete dos Santos de Souza ilvanetess@gmail.com Reinaldo Feio Lima reinaldo.lima@unifesspa.edu.br <p>Este estudo buscou respostas ao seguinte questionamento: como professores que ensinam matemática, nos Anos Finais do Ensino Fundamental, na rede municipal de Barreiras-BA, entendem os jogos matemáticos como instrumento de desenvolvimento do raciocínio lógico? Trata-se de uma pesquisa de abordagem qualitativa do tipo exploratória, que objetivou identificar e compreender o entendimento dos professores que ensinam matemática, nos Anos Finais do Ensino Fundamental, na rede municipal de Barreiras-BA, sobre os jogos matemáticos como instrumento de desenvolvimento do raciocínio lógico. Os dados foram produzidos por meio de um questionário exploratório, com questões abertas e fechadas e analisados à luz da Análise de Conteúdo de Bardin. A pesquisa evidenciou o reconhecimento pelos professores do uso do jogo enquanto recurso que auxilia o desenvolvimento do raciocínio lógico, mas alguns fatores influenciam o (não) uso do jogo enquanto recurso capaz de estimular o raciocínio lógico, destacando, ainda, as dificuldades conceituais como um “empecilho” para o avanço do raciocínio lógico. No entanto, esses profissionais sinalizam que fazem uso do jogo no contexto no qual atuam.</p> 2021-02-08T19:48:48-03:00 Copyright (c) 2021 Renaura Matos de Souza, Ilvanete dos Santos de Souza, Reinaldo Feio Lima