A pedagogia engajada na construção da escola como comunidade

Palavras-chave: Pedagogia Engajada, Educação como prática de liberdade, escola como comunidade

Resumo

A escola como comunidade, que se efetiva na práxis da Pedagogia Engajada em contato ao princípio da educação como prática de liberdade é a utopia da/o/e educador(a/e) crítico-progressista. Partindo de um intercâmbio de ideias entre Adiche (2019); Cavaleiro (2021); Freire (2013; 2020; 2021a; 2021b; 2021c); Guajajara (2019); Nascimento (2016); Rios (2020); Rufino (2019) e hooks (2017; 2019; 2020; 2021), esta produção tem por objetivo anunciar as contribuições político-pedagógicas do pensamento de bell hooks no que tange sua relevância na construção de um novo formato de escola e, por extensão, num novo formato de sociedade. É inevitável afirmar que a práxis pedagógica de bell hooks lança luz sobre nossas práticas docentes de modo a refinar nossa atuação política, crítica e reflexiva na escola de modo a alcançar uma legítima transformação da sociedade.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Francisco Mario Carneiro da Silva, Universidade Federal de Pernambuco (UFPE)

Mestrando em Linguística pela Universidade Federal de Pernambuco (UFPE). Possui graduação em Pedagogia pela Universidade Estadual do Ceará (UECE). Membro-pesquisador do Grupo de Pesquisa em Gramática, Aquisição e Cognição (GRÃO/CNPQ).

Davison da Silva Souza, Universidade Estadual do Ceará (UECE)

Pedagogo formado pela Universidade Estadual do Ceará (UECE), pesquisador em educação para as relações Étnico-Raciais, educação popular e políticas de cotas raciais. Ilustrador. Aluno de especialização em Língua Portuguesa, Literatura Brasileira e Infantil.

Gabriela da Silva Antunes, Universidade Estadual do Ceará (UECE)

Graduanda do Curso de Pedagogia da UECE, militante do movimento estudantil do Curso de Pedagogia, membro do Programa de Educação Tutorial (PET) do Centro de Educação (UECE). Professora da educação infantil e pesquisadora das temáticas: movimento estudantil, feminismo, relações de gênero na educação e formação docente.

Referências

ADICHE, Chimamanda, Ngozi. O perigo de uma história única. São Paulo: Companhia das Letras, 2019.

CAVALLEIRO, Eliane. Do silêncio do lar ao silêncio escolar: racismo, preconceito e discriminação na educação infantil. 6ª edição. São Paulo: Contexto, 2021.

ELNINO, Thiago. Pedagoginga (part. Sant e Kmkz). Youtube, 2017. Disponível em: https://youtu.be/EymHTV8HkiE. Acesso em: 07 de janeiro de 2022.

FANON, F. Os condenados da terra. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 1968.

FARIAS, I. M. S.; SILVA, S. P. Métodos e Pesquisa – Caminho de acesso para conhecer. In: FARIAS, Isabel Maria Sabino; SILVA, Silvina Pimentel. Pesquisa e Prática pedagógica. 34 ed. Fortaleza: RDS, v. 3, p. 17-25, 2009.

FREIRE, Paulo. Educação como prática da liberdade. 50ª edição. Rio de Janeiro/São Paulo: Paz & Terra, 2021.

FREIRE, Paulo. Educação e mudança. 42ª edição. Rio de Janeiro/São Paulo: Paz & Terra, 2020.

FREIRE, Paulo. Medo e ousadia: o cotidiano do professor. 14ª edição. Rio de Janeiro/São Paulo: Paz & Terra, 2021.

FREIRE, Paulo. Pedagogia da esperança: um reencontro com a pedagogia do oprimido. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 2013.

FREIRE, Paulo. Pedagogia da indignação: cartas pedagógicas e outros escritos. 6ª edição. Rio de Janeiro/São Paulo: Paz & Terra, 2021.

GUAJAJARA, Sonia. Educação indígena: esperança de cura para tempos de enfermidade. In: CÁSSIO, Fernando. Educação contra a barbárie: por escolas democráticas e pela liberdade de ensinar. São Paulo: Boitempo, 2019. p.171-173.

HOOKS, bell. Educação democrática. In: CÁSSIO, Fernando. Educação contra a barbárie: por escolas democráticas e pela liberdade de ensinar. São Paulo: Boitempo, 2019. p.199-207.

HOOKS, bell. Ensinando a transgredir: a educação como prática da liberdade. 2ª edição. São Paulo: WMF Martins Fontes, 2017.

HOOKS, bell. Ensinando comunidade: uma pedagogia da esperança. São Paulo: Elefante, 2021.

HOOKS, bell. Ensinando pensamento crítico: sabedoria prática. São Paulo: Elefante, 2020.

LEITE, Lúcia Helena A.; RAMALHO, Bárbara B. M.; CARVALHO, Paulo Felipe L. A educação como prática de liberdade: uma perspectiva decolonial sobre a escola. Educação em Revista, Belo Horizonte, v. 35, p. 1-21, 2019.

NASCIMENTO, Abdias. O genocídio do negro brasileiro: processos de um racismo mascarado. 3ª edição. São Paulo: Perspectivas, 2016.

OLIVEIRA, L. R. da S; BEZERRA, P. L. Pátria amada Brasil: poder, ética e educação. In: RIBEIRO, R. M. B et al. (Orgs). Ética, educação e diversidade. Fortaleza: EDUECE, 2022, p. 64-81.

RIOS, Flávia; LIMA, Márcia (Org). Por um feminismo afrolatinoamericano. Rio de Janeiro: Zahar, 2020.

RUFINO, Joel. Pedagogia das encruzilhadas. Rio de Janeiro: Mórula Editorial, 2019.

SALES, J. O. C. B. et al. Didática. Fortaleza: EDUECE, 2004.

SILVA, T. T. (org). Identidade e diferença: a perspectiva dos estudos culturais. Petrópolis, RJ: Vozes, 2000.

VIEIRA, S. L. Estrutura e funcionamento da educação básica. 2ªed. Fortaleza: EDUECE, 2015.

Publicado
2022-06-30
Métricas
  • Visualizações do Artigo 209
  • pdf downloads: 139
Como Citar
Silva, F. M. C. da, Souza, D. da S., & Antunes, G. da S. (2022). A pedagogia engajada na construção da escola como comunidade. Abatirá - Revista De Ciências Humanas E Linguagens, 3(5), 339 - 360. Recuperado de https://www.revistas.uneb.br/index.php/abatira/article/view/14068