Linguagem humana: produção de sentido na perspectiva da Semiótica Cognitiva

Juliane Ferraz Oliveira

Resumo


Neste artigo, pretendo demonstrar a relação entre linguagem, cognição e experienciação sob a perspectiva da Semiótica Cognitiva, além de elencar alguns dos principais fundamentos dessa, relativamente nova, área de estudo. Com o intuito de ajudar pesquisadores que se interessem por esse campo de estudos, apresento, de forma sucinta, referencial teórico-metodológico visando auxiliar no desenvolvimento de pesquisas que tenham como objeto de análise o processo de produção de sentido em uma perspectiva cognitivista; atividades de linguagem humana; significação; processamento metafórico etc. Como este campo pressupõe estudos transdisciplinares, filio-me a pressupostos teóricos da Teoria da Enunciação a partir do princípio do dialogismo bakhtiniano; e, no campo da Semiótica Cognitiva, a pressupostos da Teoria da Arquitetura Mental e da Integração Conceptual brandtiana.


Palavras-chave


Linguagem. Produção de sentido. Semiótica Cognitiva. Cognição. Linguística Cognitiva.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.35499/tl.v14i1.8604

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Apoio: PROPEP – Programa Interno de Apoio a Editoração e Publicação de Periódicos Científicos da UNEB.

DOI: http://www.revistas.uneb.br/index.php/tabuleirodeletras

ISSN: 2176-5782

Classificação Qualis Períodicos CAPESA4

Indexadores:

        

 

 Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.