As cartas privadas de John Wesley: uma abordagem da cena genérica e das produções do espaço associado de um autor como embreantes paratópicos

Manuel Veronez

Resumo


Ao mobilizar o quadro teórico-metodológico da Análise do Discurso de linha francesa, sobretudo os trabalhos engendrados por Dominique Maingueneau, em especial o seu livro Discurso Literário (2012), consegui, em minha tese de doutorado, sustentar duas hipóteses: i) as cartas privadas de autores consagrados do campo literário funcionam enquanto um gênero do discurso (uma cena genérica) e não como um hipergênero; e ii) estas cartas privadas funcionam também como um embreante paratópico. A partir desses resultados alcançados, propus, enquanto projeto de pesquisa pós-doutoral, consolidar as cartas privadas de autores consagrados (enquanto uma cena genérica) dos discursos constituintes como um quarto embreante paratópico possível, incluindo-as ao grupo dos embreantes paratópicos proposto por Dominique Maingueneau: o ethos, a cenografia e o posicionamento na interlíngua. Desse modo, a hipótese central do meu projeto de Pós-doutorado é de que as cartas privadas de autores consagrados (enquanto uma cena genérica e uma produção do espaço associado desses autores) dos discursos constituintes (o literário, o filosófico, o científico e o religioso) funcionam como um embreante paratópico. Nesta perspectiva, apresento, neste artigo, uma das análises propostas e realizadas em meu projeto pós-doutoral, em que analiso as cartas privadas de John Wesley, um autor consagrado do campo religioso.

Palavras-chave


Cartas privadas de autores consagrados; Cena genérica; Espaço associado de um autor; Embreagem paratópica; Discurso religioso.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.35499/tl.v14i1.8593

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Apoio: PROPEP – Programa Interno de Apoio a Editoração e Publicação de Periódicos Científicos da UNEB.

DOI: http://www.revistas.uneb.br/index.php/tabuleirodeletras

ISSN: 2176-5782

Classificação Qualis Períodicos CAPESA4

Indexadores:

        

 

 Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.