Entre dizeres e pensares de Freire e Bakhtin: uma análise da constituição dialógica do dizer do aluno na produção textual

Joseilda Alves de Oliveira, Nara Karolina de Oliveira Silva, José Cezinaldo Rocha Bessa

Resumo


 Este trabalho tem como objetivo refletir sobre o acontecimento da aula de língua portuguesa, focalizando como a mediação do professor e as vivências dialógicas propiciam um evento de interlocução professor-aluno autêntico e efetivo no espaço da aula de produção textual e colaboram com a constituição do ser/sujeito produtor de texto. O trabalho assume um diálogo teórico com orientações das teorias educacionais de Freire e contribuições da filosofia da linguagem de Bakhtin. O trabalho se ancora também em reflexões de estudiosos que abordam a produção de textos em aulas de língua portuguesa. O exercício de análise, de natureza interpretativa, compreende o exame de relações de interação entre professor e aluno durante uma atividade de produção de textos em aulas de língua portuguesa do ensino médio. A análise realizada aponta que a postura interativa, dialógica e afetiva da professora durante o processo de escrita e nas fases que antecederam esse processo contribui para o progresso do aluno em relação ao domínio do gênero discursivo solicitado. A análise aponta ainda que, quando há interação entre professor-aluno, o processo de ensino e aprendizagem tende a ser mais produtivo e as relações dialógicas podem influenciar significativamente na constituição do ser sujeito/produtor de textos.

 

 


Palavras-chave


elações dialógicas; Produção de textos; Ensino Médio.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.35499/tl.v14i1.8571

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Apoio: PROPEP – Programa Interno de Apoio a Editoração e Publicação de Periódicos Científicos da UNEB.

DOI: http://www.revistas.uneb.br/index.php/tabuleirodeletras

ISSN: 2176-5782

Classificação Qualis Períodicos CAPESA4

Indexadores:

        

 

 Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.