O cenário do ensino de língua inglesa no Brasil: globalização, poder e exclusão social

Flávia Cristina Martins Oliveira

Resumo


A globalização está modificando o mundo na distância física, temporal e na perda de fronteiras. Esse fenômeno se realiza no cotidiano por causa da Internet e da língua inglesa. O contexto da globalização atual é uma conquista gigantesca para a humanidade. Todavia, ela não atinge a todos. Ela só proporciona essa interação para os que podem adquiri-la, tanto em relação aos aparelhos eletrônicos e na manutenção da Internet, quanto na aprendizagem da língua inglesa. No Brasil, apesar das conquistas na área de línguas estrangeiras através das leis que regem a educação, muito ainda não se tem atingido nas escolas regulares, principalmente as públicas. O objetivo de formar cidadãos com um razoável conhecimento de inglês não se concretiza. Neste contexto, o ensino de inglês no Brasil representa uma relação de poder, pois é considerado um produto de consumo. Esse trabalho objetiva analisar propagandas de cursos de idiomas através da análise do discurso crítica. O corpus desse estudo foi coletado de sites de cursos de idiomas. No resultado, percebe-se no discurso dos cursos uma ideologia elitista e excludente, com a intenção de manter o status quo da classe média e rica brasileira.

 


Palavras-chave


Intertextualidade

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.35499/tl.v14i1.8238

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Apoio: PROPEP – Programa Interno de Apoio a Editoração e Publicação de Periódicos Científicos da UNEB.

DOI: http://www.revistas.uneb.br/index.php/tabuleirodeletras

ISSN: 2176-5782

Classificação Qualis Períodicos CAPESA4

Indexadores:

        

 

 Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.