O uno e o múltiplo nos discursos barrocos do Padre Antônio Vieira

Josenildo Campos Brussio, Daciléia Lima Ferreira

Resumo


Este artigo tem por objetivo refletir sobre o caráter uno e múltiplo nos discursos do Padre Antônio Vieira no Sermão da Primeira Dominga da Quaresma, proferido no Maranhão no século XVII. Os sermões de Vieira são conhecidos pela retórica barroca, mas acima de tudo, pela riqueza, excentricidade e diversidade de sujeitos que ele consegue representar nas construções de seus discursos. Metodologicamente, analisaremos neste artigo apenas um sermão do Padre Antônio Vieira, escrito no Maranhão do século XVII, dada a extensão da obra do grande orador sacro da língua portuguesa, que escreveu mais de duzentos sermões ao longo de sua vida.


Palavras-chave


Pe. Antônio Vieira; Discursos; Bakhtin

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.35499/tl.v14i1.7483

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Apoio: PROPEP – Programa Interno de Apoio a Editoração e Publicação de Periódicos Científicos da UNEB.

DOI: http://www.revistas.uneb.br/index.php/tabuleirodeletras

ISSN: 2176-5782

Classificação Qualis Períodicos CAPESA4

Indexadores:

        

 

 Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.