A variação linguística em provas de vestibular da UECE: uma breve análise de questões de língua portuguesa

Vinicius da Silva Vieira, Cassio Murilio Alves de Lavor, Aluiza Alves de Araújo

Resumo


Esta pesquisa de natureza quantitativa e descritiva investiga a presença do fenômeno da variação linguística em provas da primeira e segunda fase do vestibular da Universidade Estadual do Ceará (UECE) no período de 2009.2 a 2019.1, com o objetivo de verificar se as recomendações dos PCN de linguagens e códigos, quanto à presença do fenômeno da variação e mudança linguística, vêm sendo observadas pela banca organizadora do certame. Para esse estudo, selecionamos questões de língua portuguesa que abordam o fenômeno da variação, dividindo-as em dois grupos – questões categóricas e questões superficiais – para formar um corpus significativo, do qual extraímos, após acurada análise, os resultados estatísticos que nos permitem afirmar que, em um universo de 670 questões, o fenômeno ainda é pouco contemplado, fato que nos levou à conclusão de que as diretrizes dos PCN de língua portuguesa não vêm sendo seguidas pela banca examinadora que elabora o vestibular da UECE.


Palavras-chave


Vestibular da UECE; Variação linguística; PCN.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.35499/tl.v13i2.7257

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


DOI: http://www.revistas.uneb.br/index.php/tabuleirodeletras

ISSN: 2176-5782

Classificação Qualis Períodicos CAPES: B3

Indexadores:

        

 

 Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.