Entre a mão que escreve e o os olhos que leem: laços familiares e de amizade em escritas epistolares (1903 – 1912/RS)

Dóris Bittencourt Almeida, Alice Rigoni Jacques

Resumo


A pesquisa situa-se no campo da História da Cultura Escrita, nas interfaces com estudos de acervos pessoais e correspondências epistolares. Investigaram-se cartas enviadas para Abraão Silverston, entre 1903 e 1912, que por ele foram guardadas. Metodologicamente, reuniram-se os documentos, agrupando, de um lado, aqueles que envolvem diretamente os laços familiares, e, em outra perspectiva, examinaram-se as epístolas escritas por seu amigo Franz. A análise contemplou essas categorias: materialidades, protocolos, redes de sociabilidades, produção de sensibilidades, relações de afeição, questões econômicas e culturais pertinentes à sociedade em que se inseriam. No que se refere às correspondências familiares, pode-se dizer que promoveram a expressão de subjetividades movidas por sentimentos de bem-querer que uniam remetentes e signatário. As cartas de Franz também evidenciam a estima que ambos construíram desde a infância, em meio à abordagem de assuntos cotidianos, pelos olhares juvenis do escrevente. Entende-se que esses manuscritos, datados do início do século XX, importavam a seu receptor, que estava longe de suas referências por residir em Porto Alegre. Assim, as epístolas foram merecedoras de cuidado por Abrahão, pois representavam vínculos afetivos, entrelaçados por familiares e amigo, permitindo que ele se mantivesse perto de sua comunidade de origem, apesar da distância.


Palavras-chave


Escritas epistolares. Judaísmo. Acervos pessoais. Cultura escrita.

Texto completo:

PDF

Referências


ALMEIDA, Dóris Bittencourt; GRAZZIOTIN, Luciane Sgarbi. Memórias de escola em colônias agrícolas judaicas no RS: narrativas orais do acervo do Instituto Cultural Judaico Marc Chagall. Cadernos de História da Educação, v. 15, n. 3, p. 1031-1054, set./dez. 2016.

BASTOS, Maria Helena Camara; CUNHA, Maria Teresa Santos; MIGNOT, Ana Chrystina Venancio. (Orgs.). Destinos das letras: história, educação e escrita epistolar. Passo Fundo: UPF, 2002.

CAMARGO, Maria Rosa Rodrigues Martins de. Cartas adolescentes. Uma leitura e modos de ser... In: MIGNOT, Ana Crystina Venancio; BASTOS, Maria Helena Camara; CUNHA, Maria Teresa Santos. (Orgs.). Refúgios do eu: educação, história e escrita autobiográfica. Florianópolis: Ed. Mulheres, 2000. p. 203-228.

CASTILLO GOMEZ, Antonio. Como o polvo e o camaleão se transformam: modelos e práticas epistolares na Espanha moderna. In: BASTOS, Maria Helena Camara; CUNHA, Maria Teresa Santos; MIGNOT, Ana Crystina Venancio. (Orgs.). Destinos das letras: história, educação e escrita epistolar. Passo Fundo: UPF, 2002. p. 13-55.

CHARTIER, Roger. Texto, impressão, leituras. In: HUNT, Lyn. (Org.). A nova história cultural. São Paulo: Martins Fontes, 1992. p. 211-238.

CUNHA, Maria Teresa Santos. “Por hoje é só...” In: BASTOS, Maria Helena Camara; CUNHA, Maria Teresa Santos; MIGNOT, Ana Crystina Venancio. (Orgs). Destinos das letras: história, educação e escrita epistolar. Passo Fundo: UPF, 2002. p. 181-203.

CUNHA, Maria Teresa Santos. Essa coisa do guardar... homens de letras e acervos pessoais. Revista História da Educação, ASPHE/FaE/UFPel, Pelotas, v. 12, n. 25, p. 109-130, mai./ago. 2008.

CUNHA, Maria Teresa Santos. Do coração à caneta: cartas e diários pessoais nas teias do vivido (décadas de 1960 e 1970, século XX). História: Questões & Debates, Curitiba, Editora da UFPR, n. 59, p. 115-142, jul./dez. 2013.

DAUPHIN, Cecile; POUBLON, Daniele. Maneiras de escrever, maneiras de viver: cartas familiares no século XIX. In: BASTOS, Maria Helena Camara; CUNHA, Maria Teresa Santos; MIGNOT, Ana Chrystina Venancio. (Orgs.). Destinos das letras: história, educação e escrita epistolar. Passo Fundo: UPF, 2002. p. 75-88.

GUTFREIND, Ieda. A imigração judaica no Rio Grande do Sul. São Leopoldo, RS: Editora da UNISINOS, 2004.

LIMA, Rosimeire Simões de. Cartas de meus (ex) alun@s: vínculos afetivos mantidos através da caneta e do papel. In: PERES, Eliane; ALVES, Antônio Maurício Medeiros. (Orgs.). Cartas de professor@s, cartas a professor@s: escrita epistolar e educação. Porto Alegre: Redes Editora, 2009. p. 167-184.

MORAES, Marco Antônio de. Edição da correspondência reunida de Mario de Andrade: histórico e alguns pressupostos. Patrimônio e memória, UNESP/FCLAs/CEDAP, v. 4, n. 2, p. 115-128, jun. 2009.

PESAVENTO, Sandra. História e história cultural. Belo Horizonte: Autêntica, 2004.

SCLIAR, Moacyr. A nossa frágil condição humana. São Paulo: Companhia das Letras, 2017.

SIERRA BLÁS, Veronica. Cartas presas: la correspondência carcelaria em la Guerra Civil y El Franquismo. Buenos Aires: Marcial Pons, Ediciones de História S. A., 2016.




DOI: http://dx.doi.org/10.31892/rbpab2525-426X.2018.v3.n9.p912-929

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Indexadores: 

 

 

Portal SEER

Revista Brasileira de Pesquisa (Auto)Biográfica - RBPAB - Qualis B2 Educação

 A Revista Brasileira de Pesquisa (Auto)Biográfica é publicada sob a licença Creative Commons de  Atribuição-NãoComercial CC BY-NC