2003 – O ANO DO COMEÇO: CARACTERÍSTICAS E ASPECTOS INICIAIS DA IMPLANTAÇÃO DO SISTEMA DE COTAS PARA NEGROS NA UNIVERSIDADE DO ESTADO DA BAHIA (UNEB)

Wilson Roberto Mattos

Resumo


A Universidade do Estado da Bahia (UNEB), através de decisão do seu Conselho Universitário, implantou em 2002, o sistema de cotas para candidatos negros concorrentes aos seus cursos de graduação e pós-graduação. O presente texto, além de um pequeno histórico sobre o funcionamento institucional do sistema e suas características, informa sobre a inclusão das cotas para as populações indígenas, em 2007. Deu-se destaque ao fornecimento e análise de alguns dados informativos sobre o primeiro ano de implantação do sistema. Com base em dados apresentados pela Cooperativa de Vestibular da UNEB/COPEVE, refletiu-se sobre a composição e singularidades dos estudantes negros ingressos, bem como analisou-se o desempenho que os mesmo obtiveram no primeiro ano. O texto apresenta reflexões sobre o conceito de ações afirmativas, bem como, aborda aspectos críticos relacionados às desigualdades raciais presentes no ensino superior brasileiro.

Palavras-chave


Ações Afirmativas; Racismo; Educação; Universidade

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.29378/plurais.2447-9373.2010.v1.n1.%25p

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais

 

 

 e-ISSN: 2447-9373

Qualis Periódicos (2017-2018): B1

 

 

 Base de Indexadores:

         

  

 Localização dos Acessos:

 

 Licença:

 Licença Creative Commons
 Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.