ESPAÇO E TEMPO: OS ATINGIDOS POR BARRAGENS

Gabriela Silveira Rocha , Paulo Henrique Silveira Lima

Resumo


As barragens construídas no Nordeste
estariam ligadas à política de combate à
seca e ao aproveitamento das
potencialidades regionais. Dentro desse
contexto, a construção de barragens
ofereceria suporte à implantação de
sistema de irrigação. As barragens,
foram pensadas como alternativa não
só para resolver o problema hídrico,
mas também para dinamizar e
modernizar o sistema agrário de todo o
território nordestino. Assim, constituise
o objeto de estudo a análise dos
processos de desterritorialização e
reterritorialização ocorridos com a
implantação da barragem de Anagé, no
Estado da Bahia. A investigação teve
como universo de entendimento o
processo de transformação ocorrido no
território, a partir do marco territorial
de 1980-2010. Neste estudo, foi
analisada a organização e o uso das
terras do entorno da barragem de
Anagé.
Palavras-chave: Políticas Públicas.
Desterritorialização. Reterritorialização.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.